Dom06162019

Last update10:08:50 AM

 


Back Você está aqui: Home Brasil

Brasil

Mensagens vazadas revelam que Sérgio Moro orientava a Lava Jato


Reportagens publicadas neste domingo (9) pelo site “The Intercept Brasil” mostra que o ex-juiz federal e hoje Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, orientou as investigações da Operação Lava Jato em Curitiba através de mensagens trocadas pelo aplicativo Telegram com o Procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa.

O site afirmou que recebeu de uma fonte anônima um grande volume de mensagens trocadas no aplicativo entre membros da Lava Jato e entre Dallagnol e Moro. Nas conversas, eles discutiram, entre outras coisas, maneiras deevitar que fosse realizada uma entrevista do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Folha, autorizada pelo ministro do STF Ricardo Lewandowski, no ano passado. A preocupação era de que a entrevista pudesse ajudar a eleger o então candidato à Presidência, Fernando Haddad (PT) ou "permitir a volta do PT".

A Lava Jato confirmoutersido alvo de um ataque hacker que resultou no vazamento das mensagens. Segundo o Ministério Público Federal do Paraná, no entanto,o conteúdo das conversas não revela nenhuma ilegalidade.

Segundo o The Intercept, os arquivos que revelam os bastidores da Lava Jato foram repassados ao site antes de o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, dizer que teve ocelular supostamente invadidoporhackers.

Dentre os diálogos entre integrantes do Ministério Público Federal (MPF) e o ex-juiz, há aqueles que revelam arelação promíscua existente entre acusação e julgadorque deveria ser imparcial pelo sistema penal “acusatório” previsto na Constituição Federal de 1988.

Nas mensagens trocadas, Moro reclama das decisões de MPF e cobra novas operações para manter-se na mídia.

De acordo as mensagens divulgadas pelas reportagens do site, horas antes de apresentar o powerpoint,Deltan não tinha certeza das provascontra o ex-presidente Lula no caso tríplex e da conexão delitiva (corrupção) com a Petrobras.

O site também mostrou mensagem em que procuradores da Lava Jato tramam paraimpedir entrevistas de Lulaantes da eleição com o objetivo de prejudicar a candidatura de Fernando Haddad (PT).

MORO E DELTAN

O site The Intercept Brasil divulgou neste domingo (9) trechos de conversas entre o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol cujos teores ilegais podem anular todas as operações da Lava Jato. A partir de Curitiba, a força-tarefa desencadeou 61 fases que levaram empresários e políticos à prisão – e posterior delação premiada. As conversas entre Moro e Deltan eram realizadas pelo chat do Telegram, aplicativo russo de mensagens instantâneas. Nas mensagens trocadas, Moro reclama das decisões de MPF e cobra novas operações para manter-se na mídia.

O The Intercept promete ainda divulgar lotes de arquivos secretos da Lava Jato. Confira alguns trechos publicados;

Dallagnol – 22:19:29 – E parabéns pelo imenso apoio público hoje. […] Seus sinais conduzirão multidões, inclusive para reformas de que o Brasil precisa, nos sistemas político e de justiça criminal. […].
Moro – 22:31:53. – Fiz uma manifestação oficial. Parabens a todos nós.
22:48:46 – Ainda desconfio muito de nossa capacidade institucional de limpar o congresso. O melhor seria o congresso se autolimpar mas isso nao está no horizonte. E nao sei se o stf tem força suficiente para processar e condenar tantos e tao poderosos.

********************

Dallagnol – 12:44:28. – A decisão de abrir está mantida mesmo com a nomeacao, confirma?
Moro – 12:58:07. – Qual é a posicao do mpf?
Dallagnol – 15:27:33. – Abrir

********************

Dallagnol – 21:45:29. – A liberação dos grampos foi um ato de defesa. Analisar coisas com hindsight privilege é fácil, mas ainda assim não entendo que tivéssemos outra opção, sob pena de abrir margem para ataques que estavam sendo tentados de todo jeito…
[…]
Moro – 22:10:55. – nao me arrependo do levantamento do sigilo. Era melhor decisão. Mas a reação está ruim.

********************

Dallagnol – 16:01:03 – Caro, favor não passar pra frente: (favor manter aqui): 9 presidentes (1 em exercício), 29 ministros (8 em exercício), 3 secretários federais, 34 senadores (21 em exercício), 82 deputados (41 em exercício), 63 governadores (11 em exercício), 17 deputados estaduais, 88 prefeitos e 15 vereadores […].
Moro – 18:32:37 – Opinião: melhor ficar com os 30 por cento iniciais. Muitos inimigos e que transcendem a capacidade institucional do mp e judiciário.

********************

Moro – 18:24:25 – Diante das absolvição do Vaccari seria talvez conveniente agilizar julgamento do caso do Skornicki no qual ele tb está preso e condenado. Parece que está para parecer na segunda instância
Dallagnol – 20:54:53 – Providenciamos tb nota de que a PRR vai recorrer
20:57:31 – Tem outras tb no TRF. Alguma razão especial para apontar esta?
Moro – 23:20:53 – Porque Vaccari tb foi condenado nesta?!

********************

Moro – 15:28:29. – Cara, recebi uma fotos de vc fantasiado de superhomem com um tal de Castor, não sei o que faço mas a Mônica Bergamin está perguntando se vc preferiu o Superman i, oi ou Iii?
Dallagnol – 22:47:06. – Kkkkkkk
22:47:28 – Tá no face tb?
22:48:10 – Se tiver, preciso tirar… ela está me difamando, era na verdade de príncipe que eu estava RS

********************

Moro – 12:32:39. – Prezado, a colega Laura Tessler de vcs é excelente profissional, mas para inquirição em audiência, ela não vai muito bem. Desculpe dizer isso, mas com discrição, tente dar uns conselhos a ela, para o próprio bem dela. Um treinamento faria bem. Favor manter reservada essa mensagem.
Dallagnol – 12:42:34. – Ok, manterei sim, obrigado!

REPERCUSÃO

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministro Dias Toffoli, evitou repercurtir o caso das mensagens vazadas entre o ex-juiz Sérgio Moro e o coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol, revelados pelo The Intercept. Uma coletiva de imprensa que seria realizada nesta segunda-feira (10), sobre a seleção de magistrados, foi cancelada.

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, disse que o conluio entre o ex-juiz Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol na Lava Jato põe em xeque a equidistância da Justiça - “Apenas coloca em dúvida, principalmente ao olhar do leigo, a equidistância do órgão julgador, que tem ser absoluta. Agora, as consequências, eu não sei. Temos que aguardar”, afirmou o magistrado.

Mappin vai voltar ao varejo


A rede que marcou a história das lojas de departamento no Brasil nas décadas de 1980 e 1990

O Mappin, já tem data certa para voltar ao varejo. Na próxima segunda-feira, dia 10, a marca estreia em formato e-commerce, pelo www.mappin.com.br, sob o comando da Blue Group, empresa que é responsável por toda a operação digital da varejista Marabraz. A princípio, a plataforma vai contar com um portfólio de 15 mil itens à venda, entre produtos de cama, mesa e banho, utilidades domésticas, móveis, decoração e outros.

Agora, com o formato online, todo o Brasil poderá vivenciar a experiência Mappin. A plataforma foi desenvolvida com tecnologias e logística para a atuação nacional da marca.

“Estamos animados e ansiosos para o lançamento. Sabemos que essa é uma marca muito querida e nostálgica, por isso todos os nossos esforços estão focados em atender às expectativas do público. A ideia do e-commerce é tornar possível que as pessoas encontrem tudo o que procuram, como era a proposta da marca antigamente, mas agora sem precisar sair do conforto do lar”, explicou Nader Fares, sócio-diretor comercial da Marabraz.

Entre as novidades, haverá uma linha de móveis exclusiva Mappin com produtos inteligentes, também conhecidos como multiuso por proporcionarem mais de uma utilidade, como cadeiras que viram estantes e gavetas que se transformam em bancos, por exemplo. Esses itens são ideais para imóveis mais compactos, uma tendência do mercado imobiliário, com foco em pessoas mais jovens, que buscam mobilidade e praticidade no dia a dia.

A marca trará mais novidades após o lançamento, como a estreia de um markeplace no segundo semestre de 2019. Esta operação, que contará com a participação de grandes varejistas parceiros, vai aumentar o catálogo de produtos para mais de 500 mil itens.

A participação de outras vendedoras retoma o antigo modelo da tão famosa loja de departamento. Aliás, essa não é a única característica que será resgatada. “O e-commerce virá com a mesma identidade visual das antigas lojas Mappin. Nosso foco será em proporcionar uma experiência de compra completa no ambiente digital. Para isso, estamos investindo mais de R$ 4 milhões em tecnologias para oferecer um serviço de excelência”, comentou Abdul Fares, sócio-diretor financeiro da Marabraz.

A marca Mappin chegou ao Brasil em 1913 como pioneira do comércio varejista de grande escala. Inicialmente com lojas de luxo, a rede passou a adotar um modelo mais popular em um prédio na Praça Ramos de Azevedo, no centro de São Paulo. A marca foi adquirida pela Marabraz por R$ 5 milhões em 2009.

Senado aprova MP do pente-fino no INSS

Foto Jefferson Rudy/Agência Senado


Senado restringe pagamento de auxílio-reclusão aos casos de cumprimento da pena em regime fechado

O Plenário do Senado aprovou nesta segunda-feira (3) a medida provisória que busca coibir fraudes nos benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Foram 55 votos favoráveis e 12 contrários à proposição. Aprovada na forma do Projeto de Lei de Conversão (PLV) 11/2019, aMP 871/2019segue agora para a sanção da Presidência da República. Além de criar um programa de revisão de benefícios previdenciários, a MP exige cadastro do trabalhador rural e restringe o pagamento de auxílio-reclusão aos casos de cumprimento da pena em regime fechado.

A MP foi votada na Câmara dos Deputados na última quinta-feira(30) e perderia a eficácia já nesta terça-feira (4). Para viabilizar a aprovação da matéria no último dia de sua validade, o presidente do Senado convocou uma sessão deliberativa para esta segunda — quando as sessões normalmente são destinadas a discursos, sem discussão ou votação de projetos.

Veja, abaixo, alguns dos principais pontos da MP.

Análise de benefícios

De acordo com o texto final da MP, o INSS terá acesso a dados da Receita Federal, do Sistema Único de Saúde (SUS), do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e de outros bancos de informações para a análise de concessão, revisão ou manutenção de benefícios. O texto proíbe o compartilhamento, com outras entidades privadas, de dados obtidos junto a entidades privadas com as quais mantenha convênio.

Previstos para durar por dois anos (2019 e 2020), prorrogáveis até 2022, os programas de análise de benefícios com indícios de irregularidades e de revisão de benefícios por incapacidade pretendem continuar o pente fino realizado em anos anteriores em auxílios-doença e aposentadorias por invalidez.

Médicos peritos do INSS receberão um adicional por processo analisado além do horário de trabalho, com ênfase naqueles indicados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), pela Controladoria-Geral da União (CGU) e por outros órgãos de investigação. Nesse último caso, o órgão poderá contar com parcerias com governos estaduais e municipais. Nessa lista, o relator, deputado Paulo Eduardo Martins (PSC-PR), incluiu benefícios pagos em valor superior ao teto do INSS.

Suspensão

Caso haja algum indício de irregularidade, o beneficiário será notificado para apresentar defesa em 30 dias, por meio eletrônico ou pessoalmente nas agências do INSS. Uma emenda do deputado Bohn Gass (PT-RS) aumentou de 30 dias para 60 dias esse prazo para trabalhador rural, agricultor familiar e segurado especial. Se não apresentar a defesa no prazo ou ela for considerada insuficiente, o benefício será suspenso, cabendo recurso da suspensão em 30 dias.

O texto também passa a exigir prova de vida anual por meio de comparecimento na agência bancária pela qual recebe, utilizando-se de biometria ou outros meios definidos pelo órgão. Pessoas com deficiência moderada ou grave deverão receber funcionário do órgão em suas casas, conforme prevê o Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146, de 2015). Idosos com mais de 60 anos terão regras especiais a serem definidas pela presidência do INSS.

Trabalhador rural

Do pequeno produtor rural, considerado segurado especial, a MP exige a comprovação do tempo de exercício de atividade rural exercida antes de 2023 por meio de autodeclaração ratificada pelo Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Pronater) de cada estado e por outros órgãos públicos, na forma de um regulamento. A partir de 1º de janeiro de 2023, somente a manutenção de cadastro junto ao Ministério da Agricultura (Cadastro Nacional de Informações Sociais – CNIS) validará o tempo de serviço em atividade rural.

Antes da MP, esse segurado especial podia apresentar outros meios de prova, como bloco de notas do produtor rural, contratos de arrendamento e outros. Agora esses meios de provas, assim como a declaração de sindicato de trabalhador rural ou de colônia de pescadores atestando a atividade, não serão mais aceitos. Entretanto, uma emenda prevê ainda que, até 2025, o cadastro poderá ser realizado, atualizado e corrigido. De qualquer maneira, a comprovação do tempo de serviço somente será admitida com início de prova material que seja contemporânea ao fato.

Auxílio-reclusão

A MP restringe o pagamento do auxílio-reclusão aos dependentes de preso em regime fechado, proibindo o pagamento aos presos em regime semi-aberto. Segundo o governo, os que estão detidos sob este regime podem trabalhar, o que não justificaria o benefício. O benefício também não poderá ser pago se a pessoa já tiver direito a qualquer outro pago pelo INSS, como pensão por morte ou salário-maternidade.

Quanto ao auxílio-doença, novas regras passarão a valer a partir da publicação da futura lei. O benefício não será pago àqueles reclusos em regime fechado, sendo suspenso por 60 dias se estava sendo pago no momento em que a pessoa foi recolhida à prisão e cancelado após esse prazo. Caso a pessoa seja solta, com habeas corpus por exemplo, o pagamento do auxílio-doença é restabelecido. E quando uma prisão for declarada ilegal, o segurado terá direito a receber o que não tiver sido pago no período da prisão.

O PLV 11/2019 prevê ainda que o exercício de atividade remunerada pelo segurado preso em regime fechado não acarreta perda do benefício pelos dependentes e que, em caso de falecimento na prisão, o valor da pensão por morte levará em conta o tempo de contribuição adicional que porventura tenha sido paga ao INSS. Em todo caso, a família poderá optar pelo valor do auxílio-reclusão.

Com informações da Agência Câmara

Educação de SP vai investir R$ 123 milhões na reforma de 168 escolas na Região de Campinas

Escolas da região foram beneficiadas com verbas estaduais

O Governador João Doria e o Secretário de Estado da Educação, Rossieli Soares anunciaram no sábado (1),  investimento de R$ 123,6 milhões em obras de melhoria de infraestrutura e reformas em 168 escolas da rede estadual da Região de Campinas, no programa Escola+Bonita. A execução começa neste ano e será feita por meio de convênio da Secretaria Estadual da Educação com a Fundação para Desenvolvimento da Educação (FDE) assinado na ocasião.

No total em todo o estado, será investido R$ 1,1 bilhão em reformas de 1.384 escolas. O investimento ocorrerá de forma escalonada nos próximos três anos. Para este ano estão previstas obras em 630 escolas que custarão R$ 439 milhões. Em 2020, o Governo do Estado de São Paulo vai destinar R$ 549 milhões para melhorias de infraestrutura de 660 unidades. Por fim, em 2021, haverá o investimento de R$ 109 milhões em 94 escolas.

Todas as obras deverão ser licitadas e, no pacote estão reformas da cozinha, banheiros, rede elétrica e hidráulica, além de inclusão de itens que garantam acessibilidade e manutenção nos dispositivos de segurança das escolas.

Na região de São João da Boa Vista foram benefiadas escolas de Aguaí, Águas da Prata (Timotheo Silva); Caconde (Fernando Magalhães); Divinolândia (Eduardo Vicente Nasser); Espírito Santo do Pinhal (Joanna Di Felippe); Mococa ( João Cid Godoy e Maestro Justino Gomes de Castro); São José do Rio Pardo (João Gabriel Ribeiro); Vargem Grande do Sul (Gilberto Giraldi e José Gilberto de Oliveira Souza)

Vacinação contra a gripe para toda a população a partir de segunda-feira

Público prioritário teve mais de 50 dias para se vacinar com exclusividade

 

A partir da próxima segunda-feira (03/06), toda a população terá oportunidade de se vacinar contra a gripe enquanto durarem os estoques da vacina. Ou seja, quem não faz parte do público-prioritário da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza também pode procurar a Unidade de Saúde mais próxima para se vacinar. Essa é a recomendação do Ministério da Saúde já enviada aos estados e municípios, e vale também para São João da Boa Vista. A medida evitará desperdício de doses nas localidades que não alcançarem a meta de imunização no público-alvo, que continua sendo prioritário. Até sexta-feira (31), dia em que se encerra a campanha, quase 80% do público-alvo foi vacinado, o que representa 47,5 milhões de pessoas. Os grupos prioritários tiveram entre os dias 10 de abril e 31 de maio para se vacinar com exclusividade.

Mas, até o início desta sexta-feira (31), 11,9 milhões de pessoas desses grupos ainda não haviam recebido a dose de proteção contra a influenza.

Seis estados já bateram a meta de 90%: Amazonas (98,5%), Amapá (98,5%), Pernambuco (93,6%), Espírito Santo (91,3%), Rondônia (90,4%) e Maranhão (90%). Já os estados com menor cobertura são: Rio de Janeiro (63,7%), Acre (73%) e São Paulo (73,1%).

Dados do Ministério da Saúde, até as 14h00 desta sexta-feira (31), o público alvo era de 13.477.738, e 73.17% tinham recebido a dose da vacina, ou seja, 9.861.324 pessoas.

A vacina produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem a vacina e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença.

CASOS DE GRIPE NO BRASIL

Neste ano, até 11 de maio, foram registrados 807 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em todo o país, com 144 mortes. Até o momento, o subtipo predominante no país é o vírus influenza A (H1N1) pdm09, com registro de 407 casos e 86 óbitos.

Governo anuncia monotrilho até terminais do aeroporto de Guarulhos

O Ministério da Infraestrutura e o governo do estado de São Paulo, em parceria com a administradora do Aeroporto de Internacional de Guarulhos, a GRU Airport, anunciaram nesta quarta-feira (28) a construção de uma interligação, por meio de um monotrilho, da linha 13 Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e até os terminais de passageiros do aeroporto.

O investimento será de R$ 175 milhões, custeado com recursos da outorga da concessionária GRU Airport. A obra será iniciada em setembro deste ano, com previsão de conclusão em maio de 2021. O monotrilho terá 2,6 km de extensão, com paradas nos três terminais de passageiros do aeroporto e na Estação Aeroporto Guarulhos da CPTM.

“Encontramos uma solução de engenharia e financeira para viabilizar essa interligação. Até maio de 2021, a interligação estará em funcionamento revertendo uma situação ruim, que é aquela em que o passageiro tem se deslocar de ônibus para os terminais do aeroporto”, disse o governador, João Doria.

O monotrilho terá capacidade de 2 mil passageiros por hora em cada sentido. O trajeto total entre a Estação da CPTM e o Terminal 3 do Aeroporto será feito em seis minutos. A estação Aeroporto-Guarulhos, da Linha 13-Jade, está localizada a 500 metros de distância do Terminal 1; 1,5 km do Terminal 2, e 2 km do Terminal 3 (Internacional). Atualmente, quem chega na estação Aeroporto de Guarulhos da CPTM tem de utilizar um ônibus para chegar nos terminais de passageiros.

“Essa solução de mobilidade para o aeroporto, ou seja, a ligação por monotrilho da Linha da CPTM com os três terminais coloca o aeroporto no mesmo patamar de outros aeroportos no mundo. O maior aeroporto da América Latina merecia essa consideração, um projeto deste nível”, disse o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas.

De acordo com a GRU Airpoort, o traçado do monotrilho percorre terrenos da União concedidos à concessionária e, por isso, não haverá necessidade de desapropriação. Não há previsão de qualquer construção nestes locais para expansão do aeroporto.

Com o novo equipamento, o passageiro deverá chegar aos terminais de passageiros em 52 minutos, a partir da Avenida Paulista, e 40 minutos, a partir da Estação da Luz.

 

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da Reforma Tributária de Baleia Rossi

Nesta quarta-feira (22), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade da reforma Tributária (PEC 45/19), de autoria do deputado federal Baleia Rossi. O texto segue para análise em comissão especial que será criada pela presidência da Casa, nos mesmos moldes da reforma da Previdência.

A proposta de Baleia Rossi ajuda na desburocratização simplificando e dando transparência na cobrança de tributos, acaba com três tributos federais – IPI, PIS e Cofins –, com o ICMS, que é estadual, e com o ISS, municipal. Todos eles incidem sobre o consumo. No lugar deles, será criado o Imposto sobre Operações com Bens e Serviços (IBS), de competência de municípios, estados e União, além de um outro imposto, sobre bens e serviços seletivos, que incidirá sobre geradores de externalidades negativas, como produção de cigarros e bebidas alcóolicas.

A ideia é simplificar a arrecadação, por meio do IBS, no mesmo modelo adotado em diversos países que usam apenas um tributo sobre bens e serviços, o Imposto sobre Valor Adicionado, o IVA.

Audiência

Antes da sessão de votação da reforma Tributária ser iniciada, os deputados promoveram, na parte da manhã, uma audiência pública para debater o tema. Estiveram presentes representantes da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB, do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, o CARF, especialistas tributários e do setor industrial. Os especialistas concordaram que o texto da reforma, de autoria do economista Bernard Appy, do Centro de Cidadania Fiscal (CCiF), e proposto pelo deputado Baleia Rossi, do MDB paulista, simplifica o sistema tributário, torna a arrecadação menos onerosa, diminui a burocracia, é mais transparente e garante a autonomia dos estados e municípios para gerir suas receitas.

Redução de Custos

Além da simplificação da cobrança de impostos sobre o consumo de bens e serviços, com a criação do IBS, a reforma Tributária prevê ainda o fim da cobrança de tributos sobre as etapas de produção dos produtos, de forma cumulativa, nas indústrias e empresas. A mudança pretende diminuir o custo das empresas e, consequentemente, dos produtos finais.

O IBS não será cobrado nos produtos destinados às exportações, em investimentos, terá alíquota uniforme para todo território nacional, e nas operações interestaduais e intermunicipais, será pago nos estados e municípios de destino do produto, bem ou serviço. (Fonte Agência Rádio)

SISU – consulta de vagas a partir desta quinta-feira

A consulta para vagas do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) vai estar disponível a partir destaquinta-feira,23 de maio. Os dados podem ser acompanhados pelo site do Sisu. Os estudantesterão acesso às instituições e aos cursos que serão oferecidos.

As inscrições do Sisu iniciam em4 de junhoe vão até7 de junho. Durante esse período, uma vez por dia, o Sisu calcula a nota de corte, que é a menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados.

As notas de corte para cada curso são baseadas no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência.

A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição e não garante a seleção para a vaga ofertada.

O sistema não faz o cálculo em tempo real. A atualização da nota de corte é feita sempre a meia-noite e ela é modificada de acordo com a nota dos inscritos.

Além disso, no site e no aplicativo do Sisu o estudante poderá acompanhar sua inscrição. As plataformas permitem acesso às classificações parciais, resultado final e a lista de aprovados.

Simulador

O simulador do Sisu, que mostra informações dos últimos processos seletivos, vai ficar temporariamente fora do ar.
O sistema não vai estar disponível a partir do dia23 de maio. A previsão é que volte ao ar no dia10 de junho. A medida, preventiva, foi necessária para evitar que o sistema fique sobrecarregado.

Sisu

O Sisu é o sistema informatizado do MEC no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Enem.

Presidência da República assina consagração do Brasil ao Imaculado Coração de Maria

Foi realizado na tarde desta terça, 21, no Palácio do Planalto, umato de Consagração do Brasil ao Imaculado Coração de Maria, com a participação do presidenteJair Bolsonaroe do Bispodom Fernando Arêas Rifan,atual ordinário da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney.

A cerimônia foi idealizada pelo deputado Eros Biondini (PROS-MG) conjuntamente com a Congregação Mariana e com vários outros grupos católicos. De parte do Palácio do Planalto, o ato de consagração foi assinado pelo ministro daSecretaria-Geral da Presidência da República, Floriano Peixoto.

O contexto

Nas suas aparições emFátima, Portugal, no ano de 1917,Nossa Senhorahavia pedido que o mundo fosse consagrado ao seu Imaculado Coração como forma de afastar as guerras e o comunismo – com ênfase explícita na consagração daRússia.

Em 1942, enquanto a Segunda Guerra Mundial exterminava milhões de pessoas, oPapa Pio XIIconsagrou o mundo inteiro ao Imaculado Coração de Maria, mas a consagração da Rússia é uma questão que, ao longo das décadas, tem gerado discussões entre os que consideram que aquele país foi devidamente consagrado e os que afirmam que os requisitos para uma válida consagração ainda não foram cumpridos

 

Redes sociais

Nas redes sociais, arepercussãodo evento  começou ainda na véspera, quando atag#OrePeloBrasilse posicionou entre as mais mencionadas do Twitter na segunda-feira. Também repercutiu nas redes sociais, ao longo do dia, uma discussão entre os internautas brasileiros que consideram que a cerimônia desta tarde não foi propriamente uma consagração do Brasil a Nossa Senhora, mas uma simples homenagem a ela, impulsionada por um grupo delimitado de parlamentares católicos e de apoiadores da iniciativa. Ainda assim, o gesto tem sido elogiado por grande parte dos internautas, ao passo que outra parte, também volumosa, acusa o evento de ter sido meramente político.