Qua11132019

Last update03:39:23 PM

Copyright © 2019 Gazeta de São João. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

 


Back Você está aqui: Home Brasil Semana com previsão de muitas notícias: feriado, Festa de São João, explicações de Moro, futebol, Previdência e ´Toy Story´

Brasil

Semana com previsão de muitas notícias: feriado, Festa de São João, explicações de Moro, futebol, Previdência e ´Toy Story´

Para encurtar a semana, na quinta-feira tem o feriado de Corpus Christi, emendado com a Festa de São João no Recinto de Exposições. Mais antes disso tem o depoimento do Ministro Moro sobre vazamentos telefônicos, e mais, a votação da reforma da Previdência na Câmara, jogo decisivo para o Brasil na Copa Mundial de Futebol Feminino.

A seleção feminina entra em campo naterça-feira 18 contra a Itália na última rodada da primeira fase daCopa do Mundo Femininade futebol em busca da classificação às oitavas de final. Diante da líder do Grupo C (duas vitórias em dois jogos), o Brasil avança se vencer ou empatar – se perder, também pode se classificar, mas irá depender dos resultados das outras chaves. Nesse mesmo dia, a seleção masculina de futebol enfrenta a Venezuela em Salvador – uma vitória classifica o time do técnico Tite. Nosábado, contra o Peru, em Itaquera (São Paulo), a equipe nacional encerra a primeira fase da competição.

Moro na mira

O ministro da Justiça e Segurança Pública,Sergio Moro, será ouvido naquarta-feira 19 pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado sobre os diálogos vazados pelo site The Intercept Brasil que mostram o então juiz federal orientando o procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, sobre processos relativos à operação, entre eles o que levou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à prisão. Por orientação da liderança do governo, Moro enviou ofício se oferecendo para prestar declarações como uma estratégia para evitar a instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) pela oposição. A estratégia pode ruir se novas conversas forem divulgadas até o dia da audiência, como temem alguns líderes governistas.

Hora de cair?

O Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central divulga naquarta-feira 19 a taxa básica de juros da economia, aSelic, que serve como parâmetro para o mercado financeiro. A tendência é que a taxa seja mantida pela 10ª vez seguida em 6,5% ao ano, mas já há no mercado quem acredite até em uma redução da taxa em razão da expectativa favorável em relação à aprovação da reforma da Previdência. A maior aposta, no entanto, é que a taxa seja mantida e o corte nos juros comece mesmo no segundo semestre, se as mudanças na aposentadoria forem de fato aprovadas.

Um teste para a reforma

A comissão especial da Câmara dos Deputados que analisa a Reforma da Previdênciadeve votar naterça-feira 18 o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) que altera alguns pontos da proposta inicial do governo Jair Bolsonaro – como a implantação do regime de capitalização e o aumento da idade mínima para aposentadorias de mulheres – e deixa estados e municípios fora das mudanças. A votação do relatório na comissão é o último passo antes da discussão da proposta em plenário. O ministro Paulo Guedes (Economia) já mostrou descontentamento com as mudanças feitas pelo relator, mas dificilmente o governoterá votos para impor sua vontade na comissão. 

O retorno de Woody e Buzz

Em 2010, o cineasta Quentin Tarantino disse queToy Story 3 era o melhor filme daquele ano, contando todas as produções em todas as categorias. Nem isso, nem toda a bilheteria e premiações amealhadas pela animação da Disney e da Pixar, porém, eram garantia de umaquartaedição da saga dos brinquedos liderados pelo xerife Woody Pride e pelo astronauta Buzz Lightyear. Quase dez anos depois, no entanto, estreia noscinemasdo Brasil, naquinta-feira 20,Toy Story 4, a primeira aventura da turma com sua nova dona, a pequena Bonnie, com uma versão empoderada de Betty, a namorada de Woody, e um novo personagem, Garfinho.