Dom09262021

Last update05:18:46 PM

Back Você está aqui: Home Brasil Prova de vida do INSS: Bolsonaro mantém obrigatoriedade da medida

Brasil

Prova de vida do INSS: Bolsonaro mantém obrigatoriedade da medida

Foto: Reprodução: ACidade ON

O presidente Bolsonaro vetou artigo que suspendia a comprovação de vida dos beneficiários até 21 de dezembro 2021. O Congresso Nacional decidirá posteriormente se mantém ou não o veto. A prova de vida é realizada anualmente nos bancos onde o segurado recebe o auxilio doença ou aposentadoria, por exemplo. A suspensão da prova de vida constava do projeto aprovado em julho pala Câmara dos Deputados.

A ideia do Congresso Nacional era evitar o contágio do novo coronavírus nas agências bancárias, mas o presidente decidiu manter a obrigatoriedade alegando que existem alternativas para este público receber da Previdência Social. O veto retorna ao Congresso, que pode derrubá-lo.

Entre as alternativas está a possibilidade de fazer a comprovação em casa. Pessoas acamadas, hospitalizadas, com dificuldades de locomoção ou que sejam maiores de 80 anos e que não possuam procurador ou representante legal cadastrado poderão pedir o direito.

O segurado que deixar de fazer a fé de vida pode perder o benefício até que seja feita a comprovação. Para fazer a prova de vida, basta ir à agência bancária portando um documento com foto, comprovante de residência e cartão do banco no qual tem conta.