Qui02202020

Last update03:16:31 PM

 


Back Você está aqui: Home Brasil

Brasil

41ª Nacional Mangalarga registra balanço positivo


Mais importante evento do Cavalo de Sela Brasileiro alcançou bons resultados dentro e fora da pista de julgamento

 

A Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga registrou balanço positivo em sua 41ª  edição, realizada entre os dias 12 e21 de setembro, no Parque José Ruy de Lima Azevedo, em São João da Boa Vista (SP). A avaliação é feita por organizadores, jurados e criadores que participaram deste que é considerado o mais importante evento da raça Mangalarga.

“A exposição deste ano mostrou que a qualidade da nossa tropa está em uma evolução muito grande tanto na parte de morfologia como em termos de marcha. Todas as categorias possuíam um número expressivo de animais com condições para sagrarem-se campeões, estava difícil encontrar animais que destoassem negativamente da elevada média dos concorrentes”, destacou Luis Augusto de Camargo Opice, presidente da Associação Brasileira de Criadores de Cavalos da Raça Mangalarga (ABCCRM).

O dirigente mangalarguista ressalta ainda que ficou muito satisfeito com o ambiente festivo e amigável em que a exposição transcorreu. “Nós tivemos este ano uma presença muito boa de público, inclusive superando o recorde de visitantes registrado no ano passado. Além disso, tudo transcorreu em um clima muito positivo entre os criadores, com todos alegres e contentes. Este é o verdadeiro espírito da Nacional, que é um evento que vai além da parte zootécnica, proporcionando aos mangalarguistas uma ocasião especial para trocar impressões e estreitar os laços de amizade.” 

Já para o criador Carlos Cesar Perez, um dos Diretores de Exposição da ABCCRM, a avaliação da mostra é bem positiva. “Essa foi aquartavez consecutiva que a Nacional foi realizada em São João e a cada ano as coisas vão melhorando, porque a gente procura sempre corrigir os erros do ano anterior. Nessa edição, nós tivemos uma quantidade bem expressiva de animais, que superou o ano passado, e também um número bem significativo de expositores, muito maior que o registrado na edição anterior do evento. Isso nos deixa satisfeitos em relação ao trabalho que foi feito no decorrer do ano para chegar até o principal momento da temporada que é a Nacional.”

A exposição é elogiada ainda por Guilherme Pompeu Piza Saad, que também integra a Diretoria de Exposição da ABCCRM. “Do meu ponto de vista, a Nacional esteve maravilhosa. É claro que ocorreram erros e acertos, mas isso é importante para a gente aprender a fazer sempre o melhor tanto para o associado como para o público que prestigia o nosso evento. Vale ressaltar também que tivemos muita gente de fora, inclusive de outras raças, elogiando muito a padronização e a equitação do nosso cavalo, o que nos traz muita alegria, pois mostra que estamos no caminho certo.”

Qualidade em pista

O jurado Diego Rodrigues Vitral, responsável pela avaliação do quesito marcha ao lado de José Rodolfo Brandi, destacou que a qualidade da exposição foi surpreendente. “O nível dos animais estava muito alto, com páreos muito homogêneos e com as classificações sendo feitas no detalhe. Além disso, a gente não pode deixar de elogiar os apresentadores e os técnicos, porque nós ficamos muito surpresos com o temperamento dos animais e sobretudo com a qualidade do adestramento apresentado por eles. Assim, podemos destacar que tivemos em pista a participação de animais realmente completos, com movimento bom e adestramento impecável. Estou realmente muito satisfeito com o nível da marcha nesta exposição. Estão todos de parabéns.”

Para Jorge Eduardo Cavalcante Lucena, jurado responsável pela análise do item morfologia ao lado de Emerson Luiz Bartoli, a exposição foi de forma geral muito boa. “A morfologia este ano estava em um nível crescente, melhor do que no ano passado em todas as faixas etárias, mas principalmente entre os potros puxados. Esses animais normalmente estão em um degrau abaixo, este ano, entretanto, havia potros de muita qualidade.”

Terceiro colocado na tradicional prova do patrão, o criador paraense Edmar Rocha Junior também elogiou a 41ª Expo Nacional. “Eu venho de muito longe mas sempre faço questão de participar dessa prova, porque acredito que assim a gente consegue motivar outras pessoas a também participarem. Aliás, eu só tenho coisas boas a falar desta Nacional. A exposição estava sensacional, com a qualidade dos animais melhorando a cada ano e com uma festa muito bonita e super organizada, repleta de muitos amigos. Por isso posso dizer que estou realmente muito satisfeito.”

Presidente da Sociedade Sanjoanense de Esportes Hípicos (SSEH), Jairo Hamilton Domingues ressaltou o impacto positivo do evento no município de São João da Boa Vista. “A exposição traz um número significativo de visitantes à cidade, proporcionando uma movimentação econômica bastante grande no comércio local, especialmente em restaurantes, padarias e hotéis.”

Promovida pela ABCCRM, em parceria com a SSEH, a 41ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga contou com a participação de 450 animais, expostos por 120 criatórios das cinco regiões do país.

Augusto Aras toma posse na Procuradoria-Geral da República

Foto: @UOLNoticias

 

O Presidente Jair Bolsonaro deu posse hoje (26) a Augusto Aras como procurador-geral da República, para um mandato de dois anos. A solenidade ocorreu no Palácio do Planalto, e Aras disse que sua gestão será pautada pelo diálogo, respeito à Constituição e “princípio da legalidade, com respeito a todos os valores que encarnam a alma do brasileiro e o espírito da nação”.

O procurador-geral defendeu a independência, destacou a missão de cada um dos Três Poderes da República e agradeceu a oportunidade de conduzir o Ministério Público (MP) como presidente do Conselho Nacional do Ministério Público, que congrega todos os MPs, Estaduais e da União. A partir de hoje, Aras já começa a pensar a estrutura e reorganizar os trabalhos administrativos da Procuradoria-Geral da República (PGR). “Queremos um Ministério Público Federal (MPF) moderno”, ressaltou. A cerimônia formal de posse está programada para o dia 2 de outubro, na sede da PGR.

 

Indicação

O subprocurador-geral da República foiindicadopor Bolsonaro para o posto máximo do Ministério Público Federal em 5 de setembro. O nome de Aras não fazia parte da lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR). Por lei, o presidente da República não é obrigado a seguir a lista tríplice.

Ontem (25), a indicação de Aras foiaprovadana Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, após sabatina que durou pouco mais de cinco horas. Aos membros da CCJ, ele respondeu perguntas sobre Operação Lava Jato, meio ambiente, separação dos poderes, dentre outros temas. Logo em seguida, oplenáriodo Senado também aprovou a indicação, a última etapa para que o subprocurador-geral estivesse apto a assumir o cargo.

 Aras assume o lugar da procuradora-geral da República Raquel Dodge, no cargo desde 2017, indicada pelo ex-presidente Michel Temer.

Perfil

Augusto Aras ingressou no Ministério Público Federal (MPF) em 1987. Ele é doutor em direito constitucional pela PUC de São Paulo. Foi procurador regional eleitoral na Bahia de 1991 a 1993, representante do Ministério Público Federal (MPF) no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), entre 2008 e 2010, e corregedor auxiliar do MPF. O subprocurador é professor da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), desde 2002, e da Universidade de Brasília (UnB), onde leciona direito comercial e eleitoral.

(Com informações da EBC)

Mulheres, idosos e pessoas com deficiência poderão desembarcar fora do ponto de ônibus em SP

Fotp Adriana Franciosi / Agencia RBS

Projeto de lei aprovado nesta quarta-feira permite o desembarque entre as 22 e 5 horas, desde que não haja desvio da rota

Mulheres, idosos e pessoas com deficiência que têm medo de serem assaltadas ao desembarcarem tarde da noite de um ônibus, voltando para casa, podem tera esperança de que isso está com os dias contados. Foi aprovada nesta quarta-feira (18), na ALESP uma lei que permite o desembarque em lugares diferentes dos pontos tradicionais.

Esse público específico que usa o transporte público no estado de São Paulo poderá desembarcar, entre as 22 e 5h, em locais que não são os pontos de parada regulares. O projeto de lei 240/2019, aprovado vale para os transportes metropolitanos de baixa e média capacidade nas Regiões Metropolitanas do Estado de São Paulo. A lei é de autoria do Deputado Estadual Tenente Coimbra. Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública (SSP), todos os dias, São Paulo registra 33 estupros, crime que cresceu 7% entre 2017 e 2019. Outro dado que reforça a necessidade de reduzir ao máximo a exposição a riscos é o número de roubos em 2018, que computou 263.115 casos, aproximadamente 700 por dia. No ano passado, o número de crimes contra pessoas consideradas vulneráveis aumentou 14,3% em todo estado, com 8.6 mil casos.

O Projeto de Lei aprovado na Assembléia segue agora para sanção do Governado João Dória.

Moraes homologa acordo que destina fundo bilionário da Lava para educação e Amazônia


O Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, homologou nesta terça-feira (17) o acordo para utilização dos R$ 2,6 bilhões do fundo da Lava Jato na educação e na Amazônia. O acordo é do início do mês e foi assinado  pelo governo federal, representantes de Câmara e Senado e da Procuradoria Geral da República (PGR) e enviado para homologação pelo ministro. Segundo o que foi acordado, R$ 1,6 bilhão será destinado à educação e R$ 1 bilhão para a proteção da Amazônia. Moraes também declarou a nulidade do acordo firmado entre a força-tarefa da Lava Jato, Petrobras e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

“A eventual apropriação, por determinados membros do Ministério Público, da administração e destinação de proveito econômico resultante da atuação do órgão, além de desrespeitar os princípios da legalidade, da impessoalidade e da moralidade administrativa, implicou séria agressão ao perfil constitucional fortalecido da Instituição”, afirmou o ministro.

O fundo bilionário da Lava Jato será agora depositado na conta única do Tesouro Nacional, administrada pelo governo federal. O governo deverá prestar contas da utilização dos recursos, que será fiscalizada pelo TCU (Tribunal de Contas da União) e pela CGU (Controladoria-Geral da União).

Cuidado com o AEDES é o alerta do Ministério da Saúde

Em São João, Prefeitura realiza o 8º Mutirão para prevenir a Dengue, Chikingunya e Zika

O Ministério da Saúde realiza uma campanha em nível nacional a fim de mobilizar a comunidade sobre a importância do combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da chikungunya, dengue, febre amarela urbana e zika.

A campanha chama a responsabilidades todos os brasileiros - “E você? Já combateu o mosquitohoje? A mudança começa por você”.

A campanha reforça a necessidade de combater os criadouros do mosquito Aedes aegypti com a chegada do período chuvoso. É importante que todos estejam atentos aos criadouros do mosquito Aedes Aegypti”. Só sem mosquito e criadouros não vamos ter epidemia das doenças que ele transmite.

Em São João a Prefeitura Municipal mantém a anos um trabalho nos bairros de conscientização para eliminação dos criadouros. Mas o importante é que cada habitante faça sua parte nas moradias, nas empresas comerciais e industriais, nos clubes, associações, etc.

Dados Oficiais 

De janeiro a24 de agostode 2019 foram registrados 1.439.471 casos de dengue no país, aumento de 599,5% em relação ao mesmo período do ano passado (segundo o Ministério da Saúde). Neste ano, foram confirmadas 591 mortes em decorrência da doença. Minas Gerais é o Estado com maior incidência de dengue, seguido por Goiás, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Os casos de zika tiveram aumento de 47,1% neste ano, registrando 9.813 casos. Em 2018, foram 6.669 (neste ano foram confirmados duas mortes por zika). Em relação à chikungunya, os casos chegaram a 110.627 no período. No ano passado foram 76.742; em 2019, foram confirmados laboratorialmente 57 mortes decorrentes da doença. “

Prevenção

A população é parte fundamental para evitar a reprodução e proliferação do mosquito Aedes aegypti. Neste sentido, é muito importante verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa. Uma vez por semana, lavar com água, sabão e esfregar com escova os pequenos depósitos móveis, como vasilha de água do animal e vasos de plantas”. Além disso, é preciso descartar o lixo em local adequado, não acumular no quintal ou jogar em praças e terrenos baldios. Limpar as calhas, retirando as folhas que se acumularam no inverno, também é fundamental para evitar pequenas poças de água.

8º MUTIRÃO

No último sábado, dia 14, a Prefeitura Municipal realizou mais um mutirão “Todos contra a Dengue”. Desta vez o trabalho aconteceu na Vila Brasil, quando mil imóveis foram visitados por agentes comunitários de saúde e agentes ambientais, no trabalho coordenado pelos Departamentos de Saúde e Meio Ambiente. O trabalho abrangeu 77 quadras distribuídas nos bairros Vila Brasil, Jardim São Paulo e Nova República (4 etapas).

Os profissionais orientaram os moradores, distribuíram panfletos e observaram se as residências continham objetos que pudessem se tornar criadouros do mosquito transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela.

Caminhões fornecidos pela administração municipal ajudaram a retirar os objetos deixados na calçada pelos donos das moradias. De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), o diferencial deste mutirão foi a retirada de enorme quantidade de materiais inservíveis, apesar da Prefeitura Municipal manter regularmente em todos os bairros da cidade a coleta Cata Treco e Coleta Seletiva, moradores ainda mantêm o hábito de acumular materiais em suas residências.

A Vila Brasil foi a região escolhida para o 8º Mutirão devido ao resultado da Avaliação de Densidade Larvária (ADL)terconstatado que os bairros visitados apresentaram maior índice de larvas do mosquito.

Em um ano, incidência da dengue no país aumenta 600%

Foto: Divulgação Fiocruz

 

O Ministério da Saúde informou hoje (11) que, de 30 de dezembro a 24 de agosto, foram registrados 1.439.471 casos de dengue em todo o país. A média é 6.074 casos por dia e representa um aumento de 599,5%, na comparação com 2018. No ano passado, o período somou 205.791 notificações.

Minas Gerais é, até o momento, o Estado com o maior número de ocorrências, com um total de 471.165. Um ano antes, os municípios mineiros registravam 23.290 casos.

São Paulo (437.047) aparece em segundo lugar, sendo, ainda, a unidade federativa em que a incidência da doença mais cresceu (3.712%), no intervalo de análise. Em 2018, foram reportados 11.465 casos.

Também são destaque negativo no balanço Goiás (108.079 casos), Espírito Santo (59.318) e Bahia (58.956). Quando o critério é a variação por região do país, o quadro mais crítico se encontra no Sul (3.224,9%), que contrasta com o do Centro-Oeste (131,8%). Além disso, nota-se que apenas dois estados apresentaram queda na prevalência da dengue: Amazonas, que diminuiu o total de 1.962 para 1.384 (-29,5%), e Amapá, onde houve redução de 608 para 141 (-76,8%).

Atualmente, a taxa de incidência da dengue no país é 690,4 casos a cada 100 mil habitantes. No total, 591 pacientes com a doença morreram, neste ano, em decorrência de complicações do quadro de saúde.

Chikungunya e zika

O levantamento do ministério também reúne informações sobre a febrechikungunya. Ao todo, os Estados já contabilizavam, até o final de agosto deste ano, 110.627 casos, contra 76.742 do mesmo período em 2018.

Segundo a pasta, o índice de prevalência da infecção, que também tem como transmissor o mosquito Aedes aegypti, é bastante inferior ao da dengue: 53,1 casos a cada 100 mil habitantes. Como estados com alta concentração da doença destacam-se o Rio de Janeiro (76.776) e o Rio Grande do Norte (8.899).

Até o encerramento do balanço, haviam sido confirmadas laboratorialmente 57 mortes provocadas pelachikungunya. Em âmbito nacional, a variação de um ano para o outro foi 44,2%, sendo que na região Norte do país o recuo foi 32% e no Centro-Oeste, de 92,7%.

O boletim epidemiológico acompanha também a situação do zika. Nesse caso, somente o Centro-Oeste apresentou queda nas transmissões (-35,4%).

De 2018 para 2019, o total de casos de zika saltou de 6.669 para 9.813, gerando uma diferença de 47,1% e alterando a taxa de incidência de 3,2 para 4,7 ocorrências a cada 100 mil habitantes. Neste ano, o zika vírus foi a causa da morte de duas pessoas.

Recomendações

O ministério aconselha que, durante o período de seca, a população mantenha ações de prevenção, como verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa. Outra recomendação é lavar semanalmente, com água e sabão, recipientes como vasilhas de água do animal de estimação e vasos de plantas.

Não deixar que se formem pilhas de lixo ou entulho em locais abertos, como quintais, praças e terrenos baldios é outro ponto importante. Outro hábito que pode fazer diferença é a limpeza regular das calhas, com a devida remoção de folhas.

5 mil vagas para o Novotec Integrado nas escolas estaduais

Pais dos alunos do 9º ano têm até o dia 23 de setembro para manifestar interesse para as turmas que começam em 2020

O Governo do Estado de São Paulo oferece 5 mil vagas do Programa Novotec Integrado de 2020 para alunos do ensino médio da rede estadual. Os pais dos estudantes do 9º ano do ensino fundamental que hoje estão matriculados na rede pública têm até o dia 23 de setembro para manifestar interesse para o próximo ano letivo. O objetivo é atender mais de 100 mil estudantes até 2022.

O Novotec Integrado oferece oportunidade aos alunos de cursarem os três anos do ensino médio ao mesmo tempo em que cursam um ensino técnico profissionalizante de alta qualidade. Eles recebem o certificado de conclusão do ensino médio com a habilitação técnica.

No Novotec, os cursos são oferecidos de acordo com a alta demanda dos jovens por profissionalização mais rápida e do mercado de trabalho por mão de obra qualificada para as necessidades atuais.

São 7 opções de cursos para o Novotec Integrado: Desenvolvimento de Sistemas, Informática para Internet (Programação Web), Administração, Recursos Humanos, Marketing, Contabilidade e Logística. As turmas de Novotec Integrado não substituem turmas do 1º ano regular. Elas serão adicionadas ao que já é oferecido nas escolas, aproveitando salas livres.

A manifestação de interesse dos alunos do 9° ano do ensino fundamental na rede estadual e municipal para o ano letivo de 2020 pode ser feita pelo aplicativo Minha Escola SP (pode ser baixado na Play Store, pelo sistema Android ou Apple Store, no IOS) ou através do site Secretaria Escolar Digital (sed.educacao.sp.gov.br) escolhendo a opção Ensino Técnico Profissionalizante, até o dia 23/09.

Para os estudantes fora da rede pública, a manifestação de interesse e inscrição devem ser feitas direto na escola no período de 01 - 31/10.

No mês de novembro há a confirmação da matrícula. Os estudantes mais próximos das escolas serão priorizados e não haverá vestibulinho como forma de seleção.

O processo de definição das escolas estaduais que terão o Novotec Integrado no ano que vem está em andamento e é por adesão voluntária, após consulta à equipe e comunidade escolar. Os principais critérios a serem levados em conta para definir escola, turma e curso são: demanda dos estudantes, análise econômica e do setor produtivo local, oferta pela infraestrutura existente.

Unesp abre inscrições na segunda-feira para o maior Vestibular de sua história

São 7.725 vagas em 24 cidades, inclusive em São João da Boa Vista

           A Universidade Estadual Paulista (Unesp) abre na segunda-feira, dia 9 de setembroas inscrições para o Vestibular 2020, com 7.725 vagas em 24 cidades. As inscrições seguem abertas até o dia7 de outubro, pelo sitewww.vunesp.com.br

É a maior oferta da história desta seleção, cujo recorde era de 7.365 vagas em 23 cidades. A taxa de inscrição integral é de R$ 170,00. A Universidade já abriu o prazo para realização dos pedidos de isenção e redução de 50% da taxa, com cadastramento atédomingo,8 de setembro.

           A Unesp oferece ainda redução de 75% aos cerca de 400 mil alunos matriculados no último ano do ensino médio da rede pública estadual paulista (Secretaria da Educação e Centro Paula Sousa). O período para cadastramento destes candidatos é o mesmo da inscrição dos pagantes de taxa integral, de9 de setembroa7 de outubro.

            Em São João da Boa Vista que tem um campus da UNESP, o número de vagas é de 80.

A Unesp destina pelo menos 50% das vagas por curso (total de 3.878 vagas entre as 7.725 do Vestibular) ao Sistema de Reserva de Vagas para Educação Básica Pública. A porcentagem de ingressantes oriundos de escolas públicas no Vestibular Unesp 2019  foi de 54,6%.

As provas da primeira fase da seleção serão realizadas no dia15 de novembro, em 31 cidades paulistas, inclusive em São João e ainda em Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR) e Uberlândia (MG). 

Cresce o número de casos de sarampo no Brasil e São Paulo lidera o ranking


O aumento dos casos de sarampo se deve a confirmação clinica dos casos que estavam em investigação. Os estados de São Paulo e Pernambuco registram quatro óbitos

O Brasil registrou nos últimos 90 dias, 2.753 casos confirmados de sarampo em 13 estados brasileiros. O aumento de 18% em relação ao último boletim divulgado (28/08) se deve a confirmação clínica de casos que estavam em investigação anteriormente.

De acordo com o novo boletim epidemiológico da doença, entre 9 de junho a 31 de agosto de 2019, o Brasil notificou 20.292 casos, sendo 15.430 em investigação e 2.109 descartados.

O levantamento divulgado, nesta quarta-feira (4), pelo Ministério da Saúde, apontou também quatro óbitos em decorrência da doença: três mortes no estado de São Paulo (duas crianças e 1 adulto); e uma no estado de Pernambuco (uma criança).

Sobre os óbitos já registrados no país, o secretário informou que, dos quatro casos, três foram em crianças menores de 1 ano de idade, o que reforça a necessidade de vacinar principalmente esse público, conforme estratégia que o Ministério da Saúde vem adotando junto com os estados.

SÃO PAULO

Os casos confirmados estão concentrados em 13 estados, sendo a maioria, 98,37% no estado de São Paulo (2.708), seguido do Rio Janeiro (15), Pernambuco (12), Distrito Federal (3), Goiás (1), Paraná (1), Maranhão (1), Rio Grande do Norte (1), Espírito Santo (1), Bahia (1), Sergipe (1), Santa Catarina (7) e Piauí (1)..

O Ministério da Saúde já destinou, 1,6 milhão de doses extras da vacina tríplice viral a todos os estados, para garantir a dose extra contra o sarampo em todas as crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias. Só para os 13 estados que estão em situação de surto ativo de sarampo, vão ser destinadas, 960.907 mil doses.

Desse total, 56% já foi enviado para o estado de São Paulo, que concentra 99% dos casos. Na rotina do Sistema Único de Saúde (SUS) a tríplice viral está disponível em todos os mais de 36 mil postos de vacinação em todo o Brasil. A vacina previne também contra rubéola e caxumba. Neste ano, o Ministério, já enviou para os estados 19,4 milhões de doses da vacina tríplice viral, que protege contra o sarampo, caxumba e rubéola.

Esse quantitativo é para atender a vacinação de rotina, conforme previsto no Calendário Nacional de Vacinação, em todos os estados do país, bloqueio vacinal e para intensificar a vacinação de crianças de seis meses a 11 meses e 29 dias de idade.  A vacina é a principal forma de tratamento do sarampo.

É importante esclarecer que a chamada “dose zero” não substitui e não será considerada válida para fins do calendário nacional de vacinação da criança. Assim, além dessa dose que está sendo aplicada agora, os pais e responsáveis devem levar os filhos para tomar a vacina tríplice viral (D1) aos 12 meses de idade (1ª dose); e aos 15 meses (2ªdose) para tomar a vacina tetra viral ou a tríplice viral + varicela, respeitando-se o intervalo de 30 dias entre as doses. A vacinação de rotina das crianças deve ser mantida independentemente de a criança ter tomada a “dose zero” da vacina.