Dom07152018

Last update03:25:46 PM

 


Back Você está aqui: Home Cidades Tromba d´água atinge Águas da Prata. Chuva faz estragos em São João

Cidades

Tromba d´água atinge Águas da Prata. Chuva faz estragos em São João

A forte chuva que caiu na tarde do último domingo causou inundações ao longo do Córrego São João, e muitos prejuízos para as famílias que sofrem com os problemas anos seguidos. Na Rua Oscar Janson deu para perceber que o volume de água foi muito maior, pois casas e escritórios que não foram atingidos em outras inundações, sofreram a invasão da água, principalmente após a cidade receber o volume de água que chegou após uma tromba d´água cair em Águas da Prata.

Assim que a inundação aconteceu, o Prefeito Vanderlei Borges de Carvalho determinou que funcionários dos departamentos de Meio Ambiente, Obras e Assistência Social prestassem auxílio à população e muitos foram destacados para fazer a limpeza de áreas e prestar atendimento às famílias prejudicadas pelas chuvas.

O serviço de limpeza das ruas nas imediações do Córrego São João e Ribeirão da Prata começou na manhã de segunda-feira, dia 4, e prosseguiu ontem e ainda há muito o que fazer, segundo o departamento de Meio Ambiente.

Levantamento do departamento de Assistência Social apontou que 24 residências localizadas nos bairros São Lázaro (Rua Oscar Janson), Jardim Michelazzo, Pratinha, Rosário, Vila Operária, Vila Trafani e Rua Riachuelo, no Centro, sofreram alagamentos.

Os imóveis estão sendo vistoriados e, de acordo com a necessidade, os moradores receberão da Prefeitura kits de higiene e limpeza, alimentos e colchões.

O Departamento de Assistência Social informou que está recebendo doações de móveis e alimentos para serem entregues às famílias vítimas da enchente. O endereço é Rua General Carneiro, 344, telefone 3631-0301.

ESTADO DE EMERGÊNCIA

Se a chuva causou grandes problemas em São João, na vizinha Estância de Águas da Prata ela foi devastadora. Uma tromba d´água caiu nas proximidades da cidade, na SP 342 e provocou quedas de barreiras, árvores da área de preservação e defensas de pontes da rodovia foram arrancadas e tudo isso, mais lama, invadiu as proximidades do Bosque Estadual, destruiu a Praça Basílio Ceschim, o Rio da Prata subiu repentinamente o nível invadindo casas, arrancando portões e muros que foram rodando com água e lama.

Inundação foi registrada também na Empresa de Águas Prata entre o centro da cidade e o Bairro da Barrinha, e foi tão forte a correnteza que até caminhões da empresa foram arrastados e ficaram quase que sob as águas do Rio da Prata.

A destruição na Estância foi tão grande que o fornecimento de água foi interrompido e a rodovia parcialmente bloqueada.

SOCORRO

Com a tragédia que se abateu sobre a cidade, o Prefeito Municipal decretou Estado de Emergência e determinou que todo aparato da prefeitura fosse colocado nas ruas para socorrer os desabrigados e desobstruir as ruas, praças e avenidas. Várias cidades da região também enviaram socorro à Águas da Prata, e equipes do Corpo de Bombeiro, Defesa Civil, Samu, trabalharam até a madrugada para ajudar os mais atingidos pela tromba d´água.

A população das cidades vizinhas também se mobilizaram para enviar para a Estância doações de água potável, roupas, colchões e alimentos.

BLOQUEIO

A rodovia SP-342 foi bloqueada ao tráfego de veículos pesados, incluindo caminhões e ônibus, no trecho entre Águas da Prata (km 237) e a divisa com Poços de Caldas (km 251). A medida de segurança foi tomada em virtude de danos causados pela forte chuva de domingo na ponte existente no km 238+050, localizada sobre o Ribeirão do Quartel. O tráfego para veículos de passeio foi liberado às 15h15 horas de segunda-feira (4/1), mas operou com o esquema pingue-pongue para passagem sobre a ponte.

A queda de barreiras foi registrada nos quilômetros 237, 244, 247 e 249 no trecho entre Águas da Prata e Ponto da Cascata.

Desde o início dos bloqueios, equipes de tráfego da Renovias e da Polícia Militar Rodoviária foram para o trecho da SP-342 para orientar os motoristas e indicar os desvios. Engenheiros e profissionais de conservação da concessionária foram acionados e iniciaram a desobstrução de vários trechos onde houve quedas de barreiras.

Doações para os desabrigados de Águas da Prata podem ser encaminhados à Prefeitura Municipal da vizinha Estância.