Qua10212020

Last update06:51:35 PM

 

Back Você está aqui: Home Cidades Festa do Divino termina com quermesse em Águas da Prata

Cidades

Festa do Divino termina com quermesse em Águas da Prata


Na foto o Padre Alex no gabinete do Prefeito Carlos Henrique

 

Neste final de semana acontece em Águas da Prata o fechamento da Coroação da Festa do Divino Espírito Santo. É a primeira vez que a Festa é organizada na cidade. Dias 19 e20 de maio(sábadoedomingo) haverá uma grande quermesse para o fechamento do evento no espaço que fica atrás da Igreja Matriz Nossa Senhora de Lourdes. No domingo, dia 20, comemora-se Pentecostes (50 dias após a Ressureiçao), quando o Espírito Santo apareceu aos apóstolos de Cristo em forma de línguas de fogo.

PROMOÇÃO CONJUNTA

O evento é organizado pela Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, idealizado pelo Padre Alex Fernando Carossi, Pároco de Águas da Prata, com apoio da Prefeitura Municipal. O religioso disse que pretende seguir um dos ensinamentos do Papa Francisco em Águas da Prata. “Estou aqui para construir pontes. A igreja está aqui para fazer isso com todos. Dialogar é construir pontes entre todos os homens de boa vontade para a promoção do bem. O bom relacionamento com o poder público é algo que só traz ganhos tanto para a igreja, quanto para a população e a comunidade em geral. Nossa proa é levar a benção às casas das famílias. Com o apoio da prefeitura, isso nos fortalece e nos enriquece, nessa missão de evangelizar”.

FESTA DO DIVINO

De acordo com alguns historiadores, a Festa do Divino é uma comemoração popular de rua, tipicamente folclórica. Esta celebração é uma manifestação espontânea e tem aceitação coletiva. É um evento que cultuado pela Igreja Católica, o Pentecostes, que é a descida do Espírito Santo na forma de línguas de fogo sobre os apóstolos. A origem remonta às celebrações religiosas realizadas em Portugal a partir do século XIV, nas quais a terceira pessoa da Santíssima Trindade era festejada com banquetes coletivos com distribuição de comida e esmolas. Tradição que ainda se cumpre em algumas regiões de Portugal.