Dom06162019

Last update10:08:50 AM

 


Back Você está aqui: Home Cidades Apitiv inaugura novo local para fábrica em Espírito Santo do Pinhal

Cidades

Apitiv inaugura novo local para fábrica em Espírito Santo do Pinhal

 

Com foco em melhorar a logística e a produtividade, a nova planta foi projetada para aproveitar ao máximo os recursos naturais

 Aptiv, empresa de tecnologia global que desenvolve soluções mais seguras, mais ecológicas e mais conectadas que permitem o futuro da mobilidade, inaugurou novo prédio de sua fábrica em Espírito Santo do Pinhal, nesta quarta-feira, 22. Com um investimento total de R$ 30 milhões, a nova planta visa atender às necessidades dos clientes com Sistemas de Distribuição Eletroeletrônicos de qualidade. A Aptiv se destaca por fornecer a arquitetura veicular completa, composta pelo cérebro - softwares e computação - e o sistema nervoso - sensores e distribuição de energia e dados.

Desde a entrega de soluções de mobilidade mais ecológicas para seus clientes, a melhorias do ambiente de trabalho para o quadro atual de funcionários e a execução de operações sustentáveis que preservem nossos recursos naturais, o time da Aptiv inova e contribui para possibilitar o futuro do meio ambiente e das comunidades locais.

“A modernização da fábrica de Espírito Santo do Pinhal reforça nosso comprometimento com a qualidade e o meio ambiente, com uma linha de montagem estrategicamente pensada para garantir mais eficiência em todas as etapas do processo e um prédio projetado para aproveitar os recursos naturais da melhor forma possível”, destaca Eric Carneiro, Vice-Presidente & Diretor Executivo da Aptiv para a América do Sul.

A nova unidade em Espírito Santo do Pinhal conta com 18,6 mil m² de área construída e é duas vezes maior do que a antiga unidade, permitindo uma melhor utilização da área, melhorando a logística interna, com um melhor fluxo de produção e produtos e processos aprimorados, em um prédio planejado especialmente para fortalecer os negócios da empresa e desenvolvimento da região.

“A fábrica é dedicada à produção de chicotes elétricos, com espaço previsto para expansão nos próximos três anos. Estamos prontos para atender novos projetos de veículos, incluindo modelos cada vez mais modernos”, diz Carneiro.

A planta trabalha em dois turnos, fornecendo componentes para as montadoras General Motors, PSA e Volkswagen. A procução é, em média, de 30.000 chicotes por dia, volume que crescera com novos projetos e exportação.