Qua01292020

Last update04:31:44 PM

 


Back Você está aqui: Home Cidades Luiza Eluf confirmada para o FLIPOÇOS 2020 e vai abordar a violência contra as mulheres

Cidades

Luiza Eluf confirmada para o FLIPOÇOS 2020 e vai abordar a violência contra as mulheres


15º edição do Flipoços/Festival Literário de Poços de Caldas presta uma homenagem às mulheres e suas obras. Com o tema Mulher e Literatura: da Poesia ao Poder, o festival, que é referência nacional, vai abordar temas atuais e extremamente relevantes no cenário nacional e internacional. Dentre os muitos convidados já confirmados, o Flipoços destaca a presença da advogada Luiza Nagib Eluf, que tem uma ligação familiar com São João da Boa Vista.

Luiza participa de uma mesa que vai debater a violência contra as mulheres - assunto que ela conhece e domina com maestria.

Formada em direito pela USP - Universidade de São Paulo, Luiza prestou concurso para trabalhar no Ministério Público. Atuou como Promotora de Justiça, e em 1998 foi promovida Procuradora de Justiça. Antes disso, Luiza se afastou desta carreira durante um período para exercer cargos políticos. Foi assessora dos secretários da Segurança Pública do Estado de São Paulo, Eduardo Muylaert Antunes, Luiz Antonio Fleury Filho e Antonio Cláudio Mariz de Oliveira, de 1986 a 1990, do secretário Estadual da Justiça de São Paulo, Rubens Approbato Machado (1990/1991), e dirigente da Assessoria de Defesa da Cidadania da Secretaria Estadual de Justiça e da Cidadania de São Paulo, de março de 1990 a dezembro de 1993, nas administrações dos secretários Manuel Alceu Affonso Ferreira e Antônio Corrêa Meyer.
Foi Secretária Nacional dos Direitos da Cidadania do Ministério da Justiça e Subprefeita da Lapa (2007 e 2008). Luiza colaborou também com a redação da lei 10.224 de 15 de maio de 2001, que tornou crime o assédio sexual no Brasil. 

Na literatura seu nome é bastante conhecido, principalmente porque ela foi a primeira pessoa a escrever livros jurídicos sobre crimes sexuais e passionais abordados pela ótica feminina. Em seu livro "A paixão no banco dos réus" (Saraiva, 2002), ela aborda casos de assassinatos de mulheres que chocaram o Brasil, como os de Ângela Diniz (1976), Eliane de Grammont (1981), Daniella Perez (1992), Sandra Gomide (2000), entre outros.

Com vasta experiência em casos de abusos e crimes contra as mulheres, Luiza Eluf enriquece a mesa que vai debater esse tema, uma vez que traz argumentos e conhecimentos aprofundados sobre o assunto. Membro da Academia de Letras de São João da Boa Vista, desde agosto de 2014, Luíza Eluf também enriquece o Flipoços de maneira geral. Será um debate de qualidade que promete trazer informações e embasamento para o público refletir sobre temas urgentes e importantes. O Flipoços 2020 vai acontecer de 25 de abril a 03 de maio, no Espaço Cultural da Urca em Poços de Caldas (MG). A distribuição gratuita dos ingressos para as atividades será iniciada em 23 de março.