Qui07092020

Last update11:55:17 AM

 

Back Você está aqui: Home Cidades Filme de Zé do Caixão é destaque no Ponto MIS – exibição digital

Cidades

Filme de Zé do Caixão é destaque no Ponto MIS – exibição digital


Pontos MIS, programa de difusão cultural do MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – realiza semanalmente a exibição digital de um filme seguido de bate-papo ao vivo no canal do YouTube do MIS.

Esta semana, em homenagem ao Dia do Cinema Nacional, novamente o MIS traz uma exibição gratuita no sábado (20): o clássico "À meia-noite levarei sua alma" (Dir. José Mojica Marins, Brasil, 1964, 84min, 16 anos). A sessão, realizada em parceria com a SP Cine Play, acontece gratuitamente às 16h00 e será seguida por bate-papo ao vivo, às 18h0.

Participam da conversa, que tem mediação de Carlos Primati (pesquisador especializado no cinema fantástico), os jornalistas e biógrafos de Mojica, Ivan Finotti e André BarcinskiPaulo Biscaia (diretor, roteirista e editor de cinema) e Marcelo Miranda (jornalista, crítico de cinema, pesquisador e programador). 

Para assistir ao filme é necessária inscrição prévia no site do MIS no link  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfPOWbhg0kGIiajtR17Jp4J--fB7NC5gY3PzFh_stuJ9FjsYw/closedform

Sobre o filme:

O filme “À meia-noite levarei sua alma” foi lançado em 1964 e atualmente faz parte da lista dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos feita pela Abraccine. O longa conta a história do cruel agente funerário Zé do Caixão que vive a obsessão de encontrar a mulher superiora, capaz de gerar o filho perfeito e perpetuar o seu sangue. Para isso, não hesita em matar todos que ousam interferir em seu plano.

José Mojica Marins (1936-2020), mais conhecido como Zé do Caixão (seu personagem mais famoso), era ator, diretor e roteirista cinematográfico brasileiro. É considerado o "pai" do terror nacional, tendo sua obra grande importância para o gênero, influenciando várias

gerações. Mojica desenvolveu um estilo próprio de filmar que, inicialmente desprezado pela crítica nacional, passou a ser reverenciado após seus filmes começarem a ser considerados cult no circuito internacional. Em 2015, o MIS realizou uma exposição em homenagem ao diretor, que celebrava sua obra com diversos itens pessoais e uma expografia inspirada em sua trajetória e em seu personagem principal.

O Pontos MIS funciona em São João da Boa Vista desde 2016 e é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som e a Prefeitura Municipal 

MIS: https://www.youtube.com/watch?v=LR3fSR8fEZY&feature=youtu.be