Dom09202020

Last update01:12:41 PM

 

Back Você está aqui: Home Cidades Sul de Minas teve chuva de granizo. Frio a partir de quinta-feira

Cidades

Sul de Minas teve chuva de granizo. Frio a partir de quinta-feira


Pelo menos quatro municípios vizinhos a Poços de Caldas registraram chuva de granizo na madrugada desta terça-veira, 18 de agosto. O granizo deixou a vegetação coberta de branco, como neve em Andradas, Ibitiura de Minas, Ipuiuna e Santa Rita de Caldas

A chuva de granizo causou danos em algumas lavouras e telhados, mas sem gravidade. Segundo moradores, choveu cerca de 15 minutos,

O temporal de granizo durou cerca de 15 minutos, mas foi suficiente para transformar as estradas em um tapete branco e destruir algumas plantações. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o fenômeno costuma acontecer em períodos muito seco aliados a áreas de instabilidade. Uma  frente fria localizada no litoral Norte do Paraná  foi o que causou o sistema no Sul de Minas.

TEMPERATURAS FRIAS

“Nesta quarta e quinta a tendência é que não tenhamos mais chuvas de granizo no Sul de Minas, no entanto, na sexta-feira uma nova massa de ar de frio chega, derruba as temperaturas na região e pode provocar novos temporais, inclusive com granizo”, explica a meteorologista Anete Fernandes.

Em São Paulo a previsão é que vai esfriar muito a partir da quinta-feira, 20 de agosto, e a capital paulista pode até bater os recordes de frios para este ano.

Na quarta, 19, os períodos com sol aumentam, esquenta rapidamente e a sensação de calor predomina em grande parte do dia. Mas tem previsão de pancadas de chuva com raios à tarde e à noite na divisa com o Paraná, no sul e leste do estado, onde estão a Grande São Paulo e o litoral. A chuva pode vir moderada!

Mas o tempo fica mais instável, com maior chance de chuva na quinta-feira, 20 de agosto, com a chegada da uma forte e grande frente fria. Além de chuva, este sistema traz muito frio. Será a frente fria Frozen do inverno de 2020, a mais forte deste ano.

Entre a quinta-feira e a sexta-feira, 21 de agosto, poderá chover em todo o estado, com chance de chuva moderada a forte no oeste, sul, e leste do estado, incluindo a Grande São Paulo e o litoral, com risco de chuva moderada a forte, ventos moderados a fortes e raios.

Esta frente fria traz a massa de ar frio de origem polar mais forte do ano e este ar gelado chega a São Paulo na quinta-feira, 22. Vai esfriar muito em todas as regiões paulistas. Entre a tarde do da quarta, 19, e a tarde de quinta-feira, 20 de agosto, a temperatura deve baixar cerca de 10°C na capital paulista.

Até o dia 17 de agosto, de acordo com os dados do Instituto Nacional de Meteorologia, a menor temperatura na cidade de São Paulo foi de 9,6°C, no dia 29 de maio. A menor temperatura máxima foi de 15,9°C, no dia 15 de julho.

A previsão da Climatempo indica que os dois recordes de frio poderão ser batidos durante a passagem da forte onda de frio no fim desta semana. O recorde de menor temperatura de 2020 poderá ser batido nas madrugadas dos dias 22 e 23 de agosto, no próximo fim de semana

O recorde de menor temperatura máxima e de tarde mais fria do ano poderá ser observado na sexta-feira, 21. Se não ocorrer, há uma nova chance no sábado, 22. A temperatura sobe na tarde do domingo.

Em relação às temperaturas no estado, durante a passagem da onda de frio poderemos ter de 3°C a 5°C no oeste e sul do estado. Estas devem ser as menores temperaturas inicialmente previstas. É possível que haja correções no decorrer da semana, conforme o ar frio intenso vai entrando no estado.

No Litoral as menores até o domingo devem ser 7°C a 10°C

Maiores temperatura no estado essa semana ficam no norte/noroeste do estado ainda podendo chegar aos 36°C na quarta-feira à tarde.

No próximo fim de semana, as madrugadas serão muito frias no estado de São Paulo e não se pode descartar a chance de geada no sul e no oeste do estado.