Qua10212020

Last update06:51:35 PM

 

Back Você está aqui: Home Cidades

Cidades

Artesp na campanha de conscientização contra o abandono de animais


A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e as 22 concessionárias do Programa de Concessão de Rodovias do Estado de São Paulo apoiam a campanha "Seja um Tutor Responsável", promovida pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente. As ações tem o objetivo de reduzir o número do abandono de animais. Nas rodovias concedidas houve queda de 5% desse tipo de ocorrência nos últimos dois anos, evitando assim, atropelamentos e acidentes que podem ser causados por um animal na pista.

Como parte da campanha, as concessionárias de rodovias exibirão a frase "Seja responsável, não abandone animais nas rodovias" nos 274 painéis eletrônicos de mensagens espalhados pelos 8,3 mil quilômetros de rodovias concedidas do Estado. As concessionárias já realizam constantes campanhas nas estradas, mas ainda é necessário conscientizar as pessoas para que elas cuidem bem de seus bichinhos de estimação.

O abandono de cães e gatos vem diminuindo nos últimos anos, mas o número ainda é muito alto. Em 2017 foram encontrados 15.268 gatos e cachorros mortos nas rodovias paulistas concedidas, 5% a menos em relação a 2015.

Os números de cães abandonados nas rodovias são sempre maiores que o de gatos. Só em 2017, 12.541 cachorros foram encontrados atropelados nas rodovias, enquanto, foram encontrados no mesmo período, 2.727 gatos. O número de atropelamentos de gatos caiu mais do que o de cães na comparação entre 2015 e 2017. A redução entre os bichanos foi de 9%, enquanto entre os cães foi de 4%.

Prevenção

Para reduzir os riscos de acidentes envolvendo animais, as concessionárias adotam uma série de medidas preventivas sob orientação da ARTESP. As ações vão desde o monitoramento constante das pistas por sistema de câmeras até a instalação de telas ao longo de trechos das rodovias e a construção de passagens de fauna para os animais atravessarem sem cruzar diretamente a pista. Em toda a malha de rodovias concedidas no Estado de São Paulo, atualmente existem 117 passagens de fauna já instaladas. Além dessas, outras 36 estão em processo de implantação.

Quando um animal é resgatado com vida, porém machucado, em uma rodovia, ele é direcionado a cuidados veterinários custeados pela concessionária. E posteriormente é encaminhado aos centros de zoonoses das administrações municipais ou pátios de apreensão. Os cães e gatos são levados para ONGs que providenciam a adoção, já os animais silvestres são reintegrados à natureza ou levados para zoológicos.

Também é feito um trabalho com os donos de animais nas regiões próximas às margens de rodovias. Essa é uma das principais ações concessionárias, que conscientizam os moradores vizinhos às estradas, e os alertam sobre os riscos que podem ser causados caso seus animais invadam a pista. Também destacam a importância da constante manutenção de cercas e alambrados das propriedades, para evitar possíveis fugas.

 

O QUE FAZER

O motorista quando identificar um animal na pista deve:

  • Reduza a velocidade.
  • Nunca buzine, para não assustar o animal.
  • Não pisque os faróis ou jogue luz sobre o animal.
  • Feche os vidros do veículo ao passar perto de animais de grande porte.
  • Se for necessário ultrapassar, siga por trás dos bichos.
  • Depois de ultrapassar os bichos, sinalize para os motoristas que vêm em direção oposta sobre o perigo, piscando os faróis. Piscar três vezes o farol e posicionar a mão para baixo com quatro dedos abertos indica a presença de animais na pista.
  • Ligue e comunique o fato para o 0800 da concessionária responsável pela rodovia. Ligue e comunique o fato para a Polícia Militar Rodoviária

3º Torneio de Pesca na represa Eduíno Sbardellini


(Foto arquivo da Prefeitura de Vargem Grande do Sul)

A Prefeitura de Vargem Grande do Sul promove nesta sexta-feira, dia 30 de março, o 3º Torneio de Pesca na Represa Eduíno Sbardellini. O evento deve repetir o sucesso do ano passado, quando centenas de pessoas, muitas famílias, crianças, jovens e idosos participaram do torneio e aproveitaram para pegar um peixe para o almoço do feriado da Sexta-feira da Paixão.

Este ano os organizadores pretendem soltar nas vésperas do torneio cerca de uma tonelada de peixes, principalmente tilápias e também um pouco do peixe conhecido como catfish, um bagre com uma carne excelente.

O início do torneio será às 7h00 e o término às 12h00. As pessoas que forem de carro poderão estacionar no local. Não será permitido o início da pesca antes do horário estabelecido. Como no ano passado, haverá sorteio de vários brindes oferecidos pelo comércio da cidade e premiação para quem pegar o maior peixe, a maior quantidade, a melhor estória de pescador, a maior diversidade de peixes e o melhor traje de pescador/pescadora.  Poderão concorrer os pescadores nas categorias: mirim, jovem, mulher, homem e melhor idade.

Os pescadores poderão utilizar até três varas de pesca simples, com um anzol e até dois molinetes ou carretilhas. Poderão levar equipamentos de conforto (banco, cadeira, guarda sol) e será permitido o uso de iscas naturais ou artificiais. Não será permitido o uso de ceva, forquetes, espinhéis e pesca no rela, ou na passada usando forquetes ou mais anzóis.

3º Torneio de Pesca na represa Eduíno Sbardellini


(Foto arquivo da Prefeitura de Vargem Grande do Sul)

A Prefeitura de Vargem Grande do Sul promove nesta sexta-feira, dia 30 de março, o 3º Torneio de Pesca na Represa Eduíno Sbardellini. O evento deve repetir o sucesso do ano passado, quando centenas de pessoas, muitas famílias, crianças, jovens e idosos participaram do torneio e aproveitaram para pegar um peixe para o almoço do feriado da Sexta-feira da Paixão.

Este ano os organizadores pretendem soltar nas vésperas do torneio cerca de uma tonelada de peixes, principalmente tilápias e também um pouco do peixe conhecido como catfish, um bagre com uma carne excelente.

O início do torneio será às 7h00 e o término às 12h00. As pessoas que forem de carro poderão estacionar no local. Não será permitido o início da pesca antes do horário estabelecido. Como no ano passado, haverá sorteio de vários brindes oferecidos pelo comércio da cidade e premiação para quem pegar o maior peixe, a maior quantidade, a melhor estória de pescador, a maior diversidade de peixes e o melhor traje de pescador/pescadora.  Poderão concorrer os pescadores nas categorias: mirim, jovem, mulher, homem e melhor idade.

Os pescadores poderão utilizar até três varas de pesca simples, com um anzol e até dois molinetes ou carretilhas. Poderão levar equipamentos de conforto (banco, cadeira, guarda sol) e será permitido o uso de iscas naturais ou artificiais. Não será permitido o uso de ceva, forquetes, espinhéis e pesca no rela, ou na passada usando forquetes ou mais anzóis.

Legislativo abre Comissão Processante para apurar denúncia contra vereador Betti

O vereador Betti vai enfrentar mais uma Comissão Processante para apurar denúncias, desta vez protocoladas pela ex-vereadora Elenice Vidolin, sobre o uso do carro oficial em que pede a cassação do edil. Betti enfrentou uma primeira Comisssão Processante, sobre o caso que ficou conhecido como “fura-fila” denunciado por uma enfermeira. A Comissão recomendou aos vereadores a cassação de Betti, mas a sessão marcada para os vereadores decidirem sobre a questão foi suspensa pela Justiça e ainda não tem uma nova data.

Agora a nova Comissão Processante vai apurar o uso indevido do carro oficial do Legislativo. Na sessão da última segunda-feira o relatório da Comissão de Ética foi apresentado e a abertura da Comissão Processante foi aprovada, com votos contrários dos vereadores Professora Can e Carlos Gomes que assumiu no lugar do vereador Bira que pediu licença de um dia.

Com a aprovação foi realizado um sorteio e a Comissão Processante formada pelos vereadores: Odair Pirinoto (presidente), Dr. Chaves (relator) e Professora Can (membro). O Vereador Betti reafirma sua inocência e que agiu dentro das determinações legais.

Secretário Arnaldo Jardim entrega galpão equipado para APROSÃ


Na foto o Prefeito Vanderlei e diretories da Aprosã na assinatura do convênio

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, estará nesta terça-feira, dia 27, em São João da Boa Vista, para a entrega oficial do galpão e equipamentos à Associação dos Produtores de São João da Boa Vista e Região (Aprosã), para agregar valor à produção e distribuição de olerícolas. O evento está marcado para às 17h00, e as aquisições foram possíveis graças ao Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado, do Governo do Estado, e o trabalho desenvolvido pelo Prefeito Vanderlei Borges de Carvalho junto aos integrantes da Aprosã.

Além da construção do espaço, as 20 famílias de produtores associados à entidade receberão balança, caixas plásticas agrícolas, centrífuga, cortador de folhas e hortaliças, descascador, equipamento de refrigeração para transporte, lavador hidrodinâmico multifuncional, móveis, seladora a vácuo, tanque sanitizante, entre outros itens.

No total, a iniciativa teve um investimento de R$1.007.743,00, com um apoio de R$ 705.420,10 do Governo paulista e do Banco Mundial e a contrapartida de R$ 302.332,90.

A CONQUISTA

No dia 31 de maio de 2016, o Prefeito Vanderlei esteve no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, com os representantes da Associação de Produtores Rurais de São João da Boa Vista (Aprosã), onde assinaram um termo de compromisso para liberação de recursos que foram aprovadas no Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável – Microbacias II – Acesso ao Mercado.  A Aprosã recebeu R$ 700 mil para construir um galpão no Distrito Industrial, em área de 5 mil m² doada pela Prefeitura Municipal. Em contrapartida, a associação se compromete a investir outros R$ 300 mil para finalizar a obra e adquirir equipamentos. A estrutura tem ainda sala de reuniões, escritório, espaço para processamento de alimentos e câmara fria. 

O presidente da Aprosã naquela oportunidade, Miguel Bruno, afirmou que a administração municipal teve papel importante no processo de aprovação da proposta - “É uma oportunidade para o produtor continuar trabalhando no campo. Se a Prefeitura não tivesse dado o aval, a gente nem teria pleiteado o barracão porque a associação não teria recursos para comprar o terreno”. 

O Prefeito Vanderlei sobre o projeto e a conquista que agora se efetiva com a entrega do barracão e dos equipamentos reiterou o trabalho conjunto com a Associação: “Doamos a área e sempre estivemos juntos desde o começo participando das reuniões para que a associação pudesse ter sua sede própria, comprando máquinas e gerando mais empregos. Ajudamos no projeto em tudo que pudemos. De certa forma estamos contribuindo para o desenvolvimento rural. Quem ganha é o pequeno produtor e cidade”.   

Renovias é eleita melhor concessionária do Estado de São Paulo pela terceira vez

A Renovias foi eleita pela terceira vez a melhor concessionária de rodovias do Estado de São Paulo. A premiação foi instituída há quatro anos pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) a fim incentivar as concessionárias das rodovias estaduais a adotarem ações para tornar as estradas mais seguras, além de práticas para melhorar os serviços e o relacionamento com os usuários. O prêmio se refere à gestão das rodovias ao longo de 2017. Além do prêmio de melhor concessionária, a Renovias conquistou a primeira colocação na categoria Melhorias nas Rodovias e ficou em segundo lugar nas categorias Segurança Rodoviária e Escolha do Usuário.

O prêmio principal é dado à concessionária que obteve o melhor desempenho considerando seis categorias: Relacionamento com a Sociedade; Segurança Rodoviária; Eficiência dos Serviços Operacionais; Melhorias nas Rodovias; Inovação e Escolha do Usuário. As empresas com melhor resultado em cada uma das categorias também foram premiadas. O anúncio dos vencedores foi feito na noite desta quinta-feira, dia 22, no Teatro Sérgio Cardoso, na Bela Vista, Centro de São Paulo.

Para chegar às diferentes premiações, técnicos da ARTESP elaboraram uma metodologia que leva em consideração 29 indicadores, entre eles a opinião dos usuários e segurança rodoviária. Para cada categoria há um sistema de indicadores que avaliaram a regularidade, eficiência e continuidade dos serviços prestados pelas concessionárias aos usuários. Os dados foram monitorados ao longo de 2017 pelo Centro de Controle de Informações da ARTESP, além das fiscalizações e vistorias feitas em campo. O acompanhamento mensal dos indicadores foi feito por uma comissão composta por representantes das diretorias da Agência.

São João inaugura Associação Regional de Inovação


O Prefeito Vanderlei Borges de Carvalho presidiu nestaterça-feira, 20, da solenidade de inauguração e posse do Conselho de Administração (CA) da Associação Centro Regional de Inovação de São João da Boa Vista – “Inova São João”. Sem fins lucrativos, político-partidária ou religiosa, a associação tem sede na rua Riachuelo, 444 - Centro. A finalidade é promover pesquisa, ciência, inovação tecnológica e empreendedorismo.

“Está dentro do planejamento do projeto São João 2050, que prevê o desenvolvimento da cidade nos próximos 34 anos. Acho que ninguém consegue fazer nada sozinho. Por isso, estamos juntando o Poder Público e iniciativa privada. É essa união de esforços que faz as coisas darem certo. Quero desejar boa sorte a todos”, disse o prefeito Vanderlei.

Outra proposta da associação é fortalecer o desenvolvimento competitivo e sustentável,com apoio a atividades empresariais intensivas em conhecimento e consultoria em gestão de negócio, são ações que fazem parte da “Inova São João”.

Durante assembleia realizada na noite de inauguração, destinada a posse dos membros, Geraldo Afonso Dezena da Silva foi eleito o diretor-geral da associação para um mandato de 3 anos. Para o cargo de presidente do Conselho de Administração, com mandato de 4 anos, Alysson Fracari de Souza foi o escolhido. A associação foi fundada em 2017 por representantes das iniciativas pública e privada, incluindo o prefeito Vanderlei.

Além do chefe do Executivo de São João, a lista de fundadores reúne os seguintes componentes: José Cláudio Ferreira, Márcio Machado Azevedo, Eduardo Marmo Moreira, Alysson Fracari de Souza, Ney Vasconcellos Junior, Susana Vasconcellos Dias, Thaís de Paula Rigoleto, Geraldo Afonso Dezena da Silva, João Otávio Bastos Junqueira, Lúcio Cardozo Filho, José Augusto de Oliveira, Rafael Abrantes Penchel, Amélia Queiroz de Melo, Gerson Araújo, Fernando Betti, Maria Cândida de Oliveira Costa.

Segundo o estatuto, o Conselho de Administração reúne membros indicados por Prefeitura, Câmara Municipal, UNESP, IFSP (Instituto Federal), UNIFAE, CMD (Conselho Municipal de Desenvolvimento), UNIFEOB, CIESP, ACE e Agência de Desenvolvimento. Três membros de idoneidade moral e notória com capacidade profissional fiscalizada pelo Conselho Fiscal pode integrar o CA.

 

INTEGRANTES

Os representantes do Poder Público são: Rodrigo Marudi e Luiz Carlos Zambon (Prefeitura Municipal); Luís Carlos Ramos Rodrigues e José Antônio Ferreira (Câmara Municipal); Eduardo Marmo e Marcio Machado Azevedo (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo – IFSP); Prof. Dr. André Alves Ferreira e Prof. José Augusto Oliveira (UNESP); Prof. Dr. Francisco de Assis Carvalho Arten e Dra.  Susana de Vasconcelos Dias (UNIFAE); Adriano Cardoso e Ronaldo de Oliveira Faustino (Conselho Municipal de Desenvolvimento - CMD).

Os representantes da Sociedade Civil são: Dra. Ana Flávia de Carvalho e Prof. Diogo Araújo (UNIFEOB); Adriano Fontão Alvarez e Bruno Beraldo (CIESP); Candido Alex Pandini e Marcelo Bellini (ACE); Alyson Souza e Olympio Guilherme Cabral (Agência de Desenvolvimento.

Os integrantes de Notória Capacidade são: Leonardo Curimbaba,  Milton Roberto Pereira, Cesar Francisco Ciacco.

No Conselho Fiscal estão o Prof. Evaristo (UNIFAE), Luís Henrique Garbossa Filho (advogado); Marco Prado (contador)

Decretos assinados por Temer transformam arquipélagos em unidades de conservação


(Ma foto os arquipelagos de Tindade e Martins Vaz)

O presidente da República, Michel Temer, assinou dois decretos que tornamos arquipélagos São Pedro e São Paulo (PE) e de Trindade e Martins Vaz (ES)em áreas de proteção ambiental. As ilhas também foram consideradas monumentos naturais pelo documento. De acordo com o decreto, o objetivo é garantir a conservação marinha desses arquipélagos, os direitos de soberania sobre exploração de recursos, promover pesquisas, prevenir a poluição nas águas, entre outros pontos.

Em mensagem divulgada no início do mês, Temer salientou queas novas unidades de conservação vão resultar na proteção de 25% das águas brasileiras, superando a meta estabelecida junto às Nações Unidas, de 17%. A publicação dos decretos ocorre em meio à realização do VIII Fórum Mundial da Água, que reúne autoridades, empresários e especialistas em Brasília para discutir a situação hídrica no mundo. Essa é a primeira vez que o evento é realizado no Hemisfério Sul.

Conselho aprova mais uma etapa para implantação do Centro Regional de Meteorologia


O Conselho de Desenvolvimento Metropolitano da RMC aprovou a minuta referente ao convênio entre a Agemcamp e a Unicamp para implantação do Centro Regional de Meteorologia. Com valorde R$ 3 milhões em recursos do Fundocamp, o investimento visa a aquisição de um radar meteorológico inédito no país, que tem a capacidade de prever e informar sobre eventos naturais extremos, como tempestades severas, microexplosões, como aconteceu em 2016 em Campinas, entre outras, além de possibilitar uma análise mais minuciosa do clima na Região.

O aparelho será instalado na área do Cepagri, dentro da Unicamp, onde atualmente se encontra um radar do mesmo modelo, porém que será transferido para o Rio Grande do Sul no final deste ano, devido à sua característica itinerantes e de pesquisa.Segundo o Presidente do Conselho e Prefeito de Nova Odessa,Benjamim Bill Viera de Souza,onovo radar meteorológicoterá papel fundamental para as ações das Defesas Civis Municipais de toda a RMC no sentido de reagir diante e situações adversas. De acordo com a Diretora Executiva da AGEMCAMP, Ester Viana, “a partir da aprovação desta minuta, o próximo passo será a assinatura do documento entre a Agemcamp e a Unicamp e demais trâmites para então fazer a aquisição do radar e implantação do Centro Meteorológico”.

p>