Ter07072020

Last update04:58:45 PM

 

Back Você está aqui: Home Cultura

Cultura

Em seus 40 anos, Teatro Sérgio Cardoso promove espetáculos no palco, mas sem plateia

O Teatro Sérgio Cardoso completa, em outubro de 2020, 40 anos. Para iniciar as comemorações de quatro décadas de muita cultura e história, a plataforma de streaming #CulturaEmCasa, criada pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e gerida pela Amigos da Arte, lança a série Teatro Sérgio Cardoso 40 anos, na próxima sexta-feira, 10 de julho. O episódio de lançamento é com a compositora e cantora Ana Cañas.

Assim como todos os equipamentos culturais, o Sérgio Cardoso está fechado devido ao isolamento social, por conta da Covid-19. Mas a arte não pode parar. E pensando em disponibilizar cultura e entretenimento, de qualidade e gratuito ao maior número de pessoas, toda sexta-feira, às 21h será veiculada apresentação de artistas que gravaram especiais no Teatro Sérgio Cardoso sem plateia, respeitando o isolamento social.

Compositores, músicos, cantores e atores foram convidados a se apresentar no teatro vazio. Uma experiência única para cada um deles e também para quem acompanhar a série na plataforma #CulturaEmCasa (www.culturaemcasa.com.br). A primeira temporada do Teatro Sérgio Cardoso 40 anos, composta por cinco episódios, terá apresentações de Ana Cañas, Simoninha, do pianista e compositor Vitor Araújo, da atriz Lara Córdulla e do palhaço Raul Barreto. Sozinhos, no palco, eles também trazem reflexões sobre o início de carreira, a relação com as artes, o processo criativo e o novo momento provocado pela pandemia.

Localizado no boêmio bairro paulistano do Bixiga, o Teatro Sérgio Cardoso foi inaugurado em 13 de outubro de 1980, com uma homenagem ao ator. Na ocasião, foi encenado um espetáculo com roteiro dele próprio, intitulado “Sérgio Cardoso em Prosa e Verso”. No elenco, a ex-esposa Nydia Licia, Umberto Magnani, Emílio di Biasi e Rubens de Falco, sob a direção de Gianni Rato. A peça “Rasga Coração”, de Oduvaldo Viana Filho, protagonizada pelo ator Raul Cortez e dirigida por José Renato, cumpriu a primeira temporada do teatro.

Serviço:

Site:

www.culturaemcasa.com.br

Redes Sociais:

https://www.facebook.com/culturaemcasasp/

https://www.instragram.com/culturaemcasasp/

https://twitter.com/culturaemcasasp

 

“São Paulo em Hi-Fi” em exibição no Pontos Mis


Pontos MIS, programa de difusão cultural do MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – tem realizado semanalmente a exibição digital de um filme seguido de bate-papo ao vivo no canal do YouTube do MIS.

Neste sábado, dia 27, mais uma homenagem ao Dia do Cinema Nacional, e o MIS vai exibir gratuitamente o longa "São Paulo em Hi-Fi" , produzido em 2016 com Direção de Lufe Steffen. O documentário resgata a era de ouro da noite gay paulistana. A sessão, realizada na plataforma da SPCine Play, acontece gratuitamente às 16h00 e será seguida por bate-papo ao vivo, às 18h00.

Participam da conversa, que tem mediação de Cássio Starling (pesquisador, professor e crítico de cinema), o diretor do filme Lufe SteffenPaolla Berklyn-Paulo Cesar, agente cineclubista da SP Cine e Josi Geller, diretora executiva no Festival Mix Brasil.

Para assistir ao filme é necessária inscrição prévia - link  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSe1An8v7dw1dVBNptXgIFl3Q2RSz_NXm0-ZP7EyR0DacEKHiw/closedform

Sobre o filme:

O documentário de Lufe Steffen mostra como a cena gay evoluiu ao longo dos anos, de um início repressivo até se tornar o palco da maior parada LGBT do país. O documentário, que resgata a era de ouro da noite gay paulistana, faz uma viagem pelas décadas de 1960, 1970 e 1980 – a bordo das lembranças de testemunhas do período, trazendo à tona as casas noturnas que marcaram época, as estrelas, as transformistas, os heróis, e até os vilões: a ditadura militar e a explosão da AIDS.

SERVIÇO:

Sábado,  27 de Junho

16H - Exibição Online de "São Paulo em Hi-Fi" (inscrição no site do MIS)

18H - Debate ao vivo no canal do Youtube do MIS

O Pontos MIS funciona em São João da Boa Vista desde 2016 e é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som e a Prefeitura Municipal. 

Os Super Amigos promove live beneficente dia 25

A transmissão terá participações especiais de grandes artistas e as doações serão revertidas para Espírito Santo do Pinhal e região

Nesta quinta-feira, 25 de junho, a partir das 19h00, será realizada a primeira live "Os Super Amigos" em prol das comunidades carentes, famílias, entidades assistenciais de Espirito Santo do Pinhal e região. O objetivo da live é arrecadar doações de alimentos e principalmente cobertor e roupas. O grupo existe há oito anos e teve seu início a partir de uma pequena ação de NatalHoje o grupo é responsável pela maior parada de natal da cidade de Espírito Santo do Pinhal e Albertina, arrecadando e distribuindo mais de 4000 brinquedos para as crianças dos bairros mais afastados da cidade e zona rural. 

"Os Super Amigos" terá participações especiais como os cantores Joel Carlo e Karina Silva. Contará também com a presença do Jogador de futebol do Grêmio Douglas, dos narradores de rodeio Palito e Vinagrinho. Durante a live, acontecerá um leilão das camisas autografadas pelos jogadores da seleção brasileira, e dos times do Palmeiras, Grêmio, São Paulo e Corinthians.

Além disso, por meio de vídeo a live 
terá a presença do cantor Daniel, apresentador Ronnie Von, Jads da dupla sertaneja Jads & Jadson. Ex-panicat Nicole Bahls, a modelo Gracyanne Barbosa, MC THD, no esporte a jogadora de Voley Virna, Caio Ribeiro, Roberto Carlos, Joaquim Grava (médico),Thiago Rocha, Renato Sertanejeiro, entre outros.

Live Os Super Amigos
Data: 
Quinta-feira (25 de junho)
Horário: A partir das 19h
Local: Canal Os Super Amigos/ Youtube 
https://www.youtube.com/channel/UCHh727LW0kiBfIh4no_UQMQ

Short Film Corner: Curta Metragem “Não Olhe para Trás”


Entre os milhares de inscritos, o curta metragem brasileiro, "Não Olhe Para Trás", foi um dos selecionados do SFC-"Short Film Corner/2020" para exibição na concorrida 'Mostra' ligada ao Festival de Cannes (considerado o mais importante do mundo).

O SFC carrega os altos valores de Cannes e conta com a presença de centenas de cineastas de todo o planeta. Um momento aguardado por toda a indústria cinematográfica internacional. Escrito, dirigido e produzido pela jovem cineasta Malu Portela (com estudos pelas New York Film Academy/EUA, UFF/BR e Escola de Cinema Darcy Ribeiro/BR), conta a realidade de uma menina de 16 anos, venezuelana grávida de 8 meses.

Na trama, a protagonista tem apenas 24 horas para atravessar a fronteira com o Brasil e fugir das estatísticas mortais de bebês e parturientes, no país bolivariano. Segundo dados oficiais do Ministério da Saúde daquela nação, em 2016 a mortalidade de bebês foi de 30%, e a de mães, 65%. É bastante comum inúmeras jovens, grávidas, cruzarem a fronteira de ônibus ou a pé, por quilômetros intermináveis.

Em 2017, 566 bebês nasceram brasileiros; em 2018, 1.603; e em 2019, 1.598. "Não Olhe Para Trás" levanta uma voz sobre tal realidade e, por exigência da trama, foi rodado em dois idiomas; português e espanhol.

Numa declarada homenagem narrativa a 2 de seus mestres: Rui Guerra e Martin Scorsese, a diretora de apenas 26 anos, realizou em seu "debut", um filme consistente socialmente e de avançada consciência política, sem apelo ideológico.

Um enredo quase documental, mas absolutamente metafórico, conjugando os gêneros: 'drama, surrealismo fantástico, estrada e maioridade'.

Para identificar as atrizes mais adequadas aos papéis, Malu percorreu por vários dias a Rua Uruguaiana/RJ (local onde muitos latinos sobrevivem como camelôs). Mas foi com a ajuda do Projeto Cáritas, para refugiados, que obteve êxito.

A atriz principal, Nazareth Gonzáles, tem apenas 15 anos de idade e, assim como a sua mãe na trama e na vida real (Norma Gonzáles), são refugiadas venezuelanas. Durante 2 meses consecutivos, Nazareth recebeu aulas exclusivas em regime 'full time', com o "coach" de atores, Jorge Silpen.

Em um trabalho minucioso de preparação, Nazareth participou (3 vezes na semana) de sessões de cinema, acompanhadas pela Malu Portela. "A ideia foi faze-la conhecer grandes interpretações juvenis, e a desafiar, como atriz", revela a diretora.

O resultado surpreende; a menina Nazareth Gonzáles impressiona com uma atuação de gala.

A viabilidade econômica do filme ocorreu na França. Para conseguir os recursos do curta, Malu Portela trabalhou em Paris como garçonete, recepcionista de eventos e professora de línguas, concatenando seu tempo como estudante na Universidade de Sorbonne. Mas todo o sacrifício valeu a pena.

Com 15 minutos de exibição (sob chuvas torrenciais) e ao custo total de 12 mil Euros, a película foi gravada em Aldeia Velha/RJ-Brasil, com mais de 60 pessoas envolvidas no projeto.  Da equipe técnica rigorosamente selecionada, a maior parte foi constituída por mulheres, algo incomum.

"Não Olhe para Trás" surpreende pela originalidade do tema e pela rebuscada linguagem cinematográfica.

Um filme para refletir!

Atividades do setor cultural vai começar com cinema drive-in


Nesta quarta-feira, 17 de junho, tem a primeira sessão de cinema aberta ao público na capital paulista: é o Belas Artes Drive-in no Memorial da América Latina.

As sessões de cinema em drive-in voltam neste momento de pandemia através de uma parceria entre a Secretaria de Cultura do Governo do Estado de São Paulo e o Petra Belas Artes.

No Memorial da América Latina, a partir de hoje, existe um espaço destinado à exibição de filmes onde o público assiste a sessão dentro de seu próprio carro, respeitando o isolamento social.

Sob orientação da área da saúde e do Centro de Contingência do Coronavírus, o Belas Artes Drive-In seguirá protocolos rigorosos de saúde, com regras de distanciamento social, higiene, limpeza de ambientes, comunicação e monitoramento. Entre os cuidados obrigatórios estão a distância mínima de 1,5 metro entre pessoas e caros em todos os ambientes, máximo de quatro ocupantes no carro, compra de ingresso via internet e exigência do uso de máscaras

Durante as quatro primeiras semanas, o Belas Artes Drive-In exibirá 27 filmes divididos em 43 sessões, que acontecerão de terça a domingo. Foram selecionadas produções dos mais diversos gêneros, anos e autores. Entre os filmes inéditos da programação estão “Os Melhores Anos de uma Vida”, de Claude Lelouch, um sucesso no Festival de Cannes em 2019; a comédia “Tel Aviv em Chamas, de Sameh Zoabi, entre outros.

Uma programação especial para as crianças também foi pensada para acontecer aos sábados, como o concorrente ao Oscar de Melhor Animação, “O Menino e o Mundo”, o francês “As Bicicletas de Belleville”, “Tito e os Pássaros” e o sucesso “Turma da Mônica – Laços”.

Programação e classificação indicativa dos filmes no site www.cinebelasartes.com.br

Caco Galhardo ministra duas oficinas de quadrinhos na BVL

Foto Luciana Nunes

 

Artista com trabalhos publicados em veículos nacionais e internacionais, Caco Galhardo propõe, em duas oficinas online nos dias 8 e 15 de junho, dentro da programação da Biblioteca Parque Villa-Lobos, um sobrevoo pelos principais formatos dos quadrinhos. A BVL é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, gerida pela Organização Social SP Leituras - eleita pelo segundo ano consecutivo uma das 100 Melhores ONGs do Brasil.

Serão dois encontros independentes. O primeiro, no dia 8, das 14h às 17h, será dedicado às tiras, cartuns e charges; o segundo, no dia 15, também das 14h às 17h, voltado às HQs. Galhardo mostra como funciona cada uma das etapas dessas produções artísticas, além de expor e analisar obras de ilustradores consagrados e da nova geração. Os participantes devem se inscrever em cada um deles independentemente.

Galhardo é cartunista na "Folha de S. Paulo", tem onze livros publicados e colaborações para publicações como "Piauí" e "The Economist". Alguns de seus personagens já viraram animações no canal Cartoon Network e sua personagem foi adaptada para formato de série de ficção no canal GNT, "Lili, A Ex".

As oficinas fazem parte da programação da BVL no período de quarentena, que conta com várias outras atividades online - confira no 
site da biblioteca. Com a necessidade de estimular o distanciamento social e outras medidas de proteção contra o contágio pelo novo coronavírus, a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo criou o #Culturaemcasa, que amplia a oferta de conteúdos virtuais dos equipamentos.


Oficina Online de Quadrinhos

Com Caco Galhardo

Módulo 1 -  Tiras, cartuns e charges: 
8 de junho

Módulo 2 - HQ: 
15 de junho

Horário: das 14h às 17h 

Indicado para maiores de 16 anos

Vagas limitadas, confira disponibilidade. Inscrições pelo link 
www.bvl.org.br/inscricao. É necessário fazer inscrições para cada um dos módulos. 

“S.Bernardo” é o filme da sessão do Pontos MIS no próximo sábado


O Pontos MIS realiza semanalmente a exibição digital de um filme seguido de bate-papo ao vivo no canal do YouTube. Em comemoração ao Dia do Cinema Nacional (19/06), três dos quatro sábados de junho ganham sessão de filmes consagrados brasileiros. 

Para iniciar as celebrações, no próximo sábado, 6 de junho, o filme "S. Bernardo", baseado no clássico romance de Graciliano Ramos, será exibido às 15h30, em parceria com a SP Cine Play. A participação é gratuita, mas os interessados devem fazer inscrião prévia a partir desta quinta-feira (4)

O filme será exibido gratuitamente, mediante inscrição prévia a no link

https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfrym9FofdP5Jp3BKB4d3DCKKfozD9kKThBFqqmDhxBdBOnhQ/closedform

Após a sessão, às 18h00, acontece um bate-papo ao vivo com os cineastas Leandro Afonso e Luan Cardoso, no canal do MIS no YouTube.

O Filme

“S.Bernardo”, tem direção de Leon Hirszman, foi produzido em 1972, e a trilha sonora é de Caetano Veloso. O filme acompanha a trajetória de Paulo Honório, um modesto caixeiro-viajante que enriquece, compra a fazenda S. Bernardo e contrata casamento com Madalena, a professora da cidade. O conflito se estabelece quando Madalena não aceita ser tratada como propriedade. Com atuações marcantes de Othon Bastos e Isabel Ribeiro, o filme, que estreou em 1972, tornou-se um clássico do cinema brasileiro. 

MIS 50 anos

Para celebrar os 50 anos do MIS, comemorados em 2020, o Museu lançou uma ação digital que busca promover o compartilhamento de histórias entre o público e o Museu.

Até o dia 10 de junho, o público pode enviar vídeos com seus relatos pessoais. Ao final, uma página do MIS 50 anos trará os depoimentos que celebram esta história.

Para participar acesse https://mis-sp.org.br/50anos

Música Clássica também tem lives na quarentena

Em tempos de Covid-19 e isolamento social, os show na internet tem garantido lazer nos canais da internet. Há lives de artistas famosos em todos os níveis: naconal, internacional e regional. E nos mais variados estilos, inclusive para os que apreciam música clássica.

O pianista Leoni Pepe D’Adderio, conhecido por trabalhos com grandes nomes da música brasileira como Flavio Venturini, Guilherme Arantes e Daniel, é a atração da live #VamosDeMúsica, que acontece na próxima sexta-feira (5), às 15h00. O músico apresentará clássicos do piano nacional desde Chiquinha Gonzaga passando por Villa-Lobos até Gilberto Gil. Leoni promete um show intimista com jogos musicais, dicas sobre estudo do piano e respostas às principais dúvida da audiência.

O evento é uma iniciativa da Sustenidos Organização Social de Cultura, instituição responsável pelos polos do Projeto Guri no interior, litoral e Fundação CASA.

D’Adderio é pianista, arranjador e compositor. Tem bacharelado em piano, pós-graduação em ensino de piano e arranjo. Em Londres, estudou composição para filmes na Goldsmiths University of London, gravação em estúdio na Academy of Contemporary Music e produção musical na Citylit University. Como arranjador, escreve para orquestras na Europa e por todo o Brasil, além de parcerias com cantores consagrados da música popular brasileira. Ele também é supervisor de canto coral do Projeto Guri na Regional Marília.

A apresentação poderá ser acompanhada na página https://www.facebook.com/Sustenidoscultura/

A BELA E OS TENORES

No dia 6 de junho (sábado), a partir das 18h00, o Instituto ADVB de Responsabilidade Socioambiental da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil realizará uma LIVE show em apoio ao Projeto aMEI, com a participação do trio A Bela e Os Tenores, formado pela soprano Giovanna Maira e os tenores Jorge Durian, Armando Valsani e a presença de convidados. Espetáculo será transmitido pelo Grupo R1 diretamente do palco do WTC Events Center, via Facebook, Youtube (/projetoamei) e Instagram (/projeto_amei).

“O Projeto aMEI é uma ação solidária em prol do Microempreendedor Individual – MEI, que assistirá, na primeira fase, os MEIs cadastrados da Grande São Paulo - epicentro da Covid-19, partindo na sequência para o Estado de São Paulo e depois aos demais Estados”, explica o presidente da ADVB-SP, Aristides de La Plata Cury.

Criado em 2017 pelos cantores líricos Armando Valsani, Giovanna Maira e Jorge Durian, o grupo musical confere ao seu repertório, que transita entre o erudito e o popular, um jeito único de interpretar canções autorais e consagradas mundialmente. Além das vozes marcantes, o trio se destaca pela união inédita entre dois tenores e um soprano, tornando a experiência de ouvi-los um misto de encantamento, emoção e prazer.

Com carreiras solo conceituadas, tanto no Brasil quanto no exterior, esses talentosos cantores, agora juntos em A Bela e Os Tenores, despontam na cena musical, trazendo frescor e modernidade à música clássica.

Toca do Pagode faz live em prol do CEAC no próximo sábado

O grupo Toca do Pagode programou uma live especial para a tarde de sábado30 de maio, às 15h00, com a proposta de divulgar o trabalho e colaborar com o Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente - CEAC. A transmissão, ao vivo, acontece pelo canal Toca do Pagode Oficial no YouTube e página do facebook.

Para o show online, com previsão de duas horas, a produção do TP preparou um repertório com canções de todos os tempos, principalmente os sucessos interpretados nos palcos, ao longo de 23 anos de história.

A execução fica por conta dos integrantes Márcio Gregório (rebolo e vocal), Marcelo Gregório (teclados e vocal), Juninho Popó (cavaco e voz principal), Cassinho (pandeiro) e Paul Jack (percussão geral), incluindo a presença do violonista Eduardo Lourenço.

As músicas “Em Busca da Felicidade” e “Brilho no Olhar”, que fazem parte do CD do grupo, também estão no cronograma. Uma das novidades é o cantor MC Maraka, com presença confirmada.  

De casa, em razão do isolamento social, o público poderá aproveitar uma tarde de muito samba e ajudar o CEAC por meio de doações via QR Code. Além de colaborar, o internauta ainda vai concorrer ao sorteio de brindes oferecidos por empresas sanjoanenses. A apresentação da live será do jornalista Guto Moreira, da TV União.

CEAC

Fundado em 2009, em São João, o CEAC tem a missão de acolher e apoiar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, que se encontram distanciados do convívio familiar e comunitário. A coordenação é de Luciana Ferreira Romão.  

A estrutura da entidade é projetada para atender 20 pessoas do público-alvo. Atualmente, o prédio está localizado à rua Ana de Oliveira, 64, Centro.