Dom01172021

Last update03:53:45 PM

 

Back Você está aqui: Home Cultura

Cultura

A Casa Espacial: nova série infantil ganha temporada de episódios no YouTube

Com personagens feitos de materiais caseiros, A Casa Espacial incentiva o uso de objetos de forma consciente

A Casa Espacial é uma casa criada para voar pelo espaço, com uma tripulação composta por robôs, inteligências virtuais e experimentos. O criador de tudo isso é o Peralta, um inventor que acredita que a imaginação é um instrumento muito poderoso, e que com ela é possível produzir novas invenções e descobertas. Com uma proposta de entreter e promover assuntos importantes para adultos e crianças conversarem em casa, a primeira temporada de A Casa Espacial estreia com 10 episódios, que vão ao ar semanalmente, toda quarta-feira, às 14h, no YouTube.

Confira o canal e assista aos episódios: www.youtube.com/acasaespacial

Os criadores da série são Lurryan Nascimento e Pedro Arrais, que em 2019 tinham um projeto de contação de histórias em escolas públicas de Florianópolis. Todos os personagens e cenários da série foram criados com objetos e materiais reutilizados, como o Robô Fonsão, que foi feito a partir de um galão de água. “Usamos meia, caneca, brinquedos e tudo o que a gente ia encontrando pela casa”, conta Arrais. Esse é um dos conceitos da A Casa Espacial, incentivar as crianças a utilizarem objetos e materiais de forma consciente.

Semanalmente, episódios curtos serão publicados com diferentes temáticas. Toda segunda tem spoiler e curiosidades, o episódio completo sai às quartas e, na sexta, a programação é voltada para professores e crianças menores só com a contação de história, com o objetivo de facilitar o trabalho dos temas com os alunos nesses tempos de aula online.

Tiago Abravanel, que tem aproveitado a quarentena para produzir vídeos em seu IGTV e mostrado detalhes da sua casa, incluindo suas coleções de brinquedos, declarou ser fã do projeto: “Eu e a Lígia, minha irmã, ficamos encantados com A Casa Espacial, e resolvemos virar sócios no desenvolvimento da próxima temporada. Acreditamos muito no potencial artístico, pedagógico e educacional do projeto”. 

segunda temporada de A Casa Espacial já está sendo preparada com muitas novidades, um novo cenário, personagens e novas missões.

Projeto “Viola: Tradição Caipira” vai dar espaço a artistas

Nesta sexta-feira, 28 de agosto, o Sesc São Carlos apresenta o projeto artístico de cultura popular em suas redes sociais, VIOLA: TRADIÇÃO CAIPIRA, que visa dar espaço aos artistas e produções locais, com nomes que atuam na cidade e na região.

Destaques para a dupla João Carlos e Bruno, Marcelo Sarti (maestro de orquestra de viola caipira) e o luthier Cesar Hubnner (artesão que fabrica e repara violas)

Historicamente o Sesc São Carlos sempre divulgou e apresentou atividades que valorizam a cultura caipira. E agora, mesmo diante da pandemia decorrente do covid-19 e do atual quadro de isolamento social, tem realizado atividades em seus canais online. E a viola é o destaque no próximo dia 28 de agosto, sexta, a partir das 12h, com o projeto VIOLA: TRADIÇÃO CAIPIRA, que tem como objetivo mostrar a viola, sua significação e características no universo das tradições caipiras, principalmente do interior do estado de São Paulo.

Apresentado em três ciclos

A viola será apresentada em seus três ciclos: a história, a construção e a execução. Quem narra a história da viola e sua importância para a cultura caipira é Marcelo Sarti, maestro da Orquestra Torrinhense de Viola Caipira.

Cesar Hubnner, luthier da cidade de Torrinha, o artesão mostra a tradição das diferentes etapas da construção de uma viola.

Finalizando, é a vez da tradicional dupla de São Carlos João Carlos e Bruno, que executa grandes sucessos da música sertaneja de raiz, bem como diferentes variações da arte de tocar e executar a viola.

Para assistir - canais digitais do Sesc São Carlos:

facebook.com/sescscarlos

instagram.com/sescsaocarlos

youtube.com/sescsaocarlos

CineSesc - 46ª edição do Festival Sesc Melhores Filmes

Foto: Divulgação/MK2 / Pipoca Moderna

 

O mais longevo festival de cinema de São Paulo tem uma edição especial este ano, apenas online, por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. Criado em 1974, o Festival Sesc Melhores Filmes é o primeiro festival de cinema de São Paulo. Ele oferece ao público a oportunidade de ver ou rever o que passou de mais significativo pelas telas da cidade. Sua programação é escolhida democraticamente pelo público e pela crítica. Os filmes que participaram da votação deste ano foram aqueles lançados comercialmente nas salas de cinema de São Paulo em 2019.

Para esta edição especial online, a equipe do festival preparou um recorte com alguns dos filmes mais votados pelo público e pela crítica que estariam na programação da edição presencial do Melhores. O público poderá ver e rever gratuitamente filmes como o polonês Guerra Fria, de Paweł Pawlikowski , o dinamarquês Rainha de Copas, de May el-Toukhy, e o sueco Border, de Ali Abbasi, além dos nacionais Bacurau, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, Greta, de Armando Praça, Torre das Donzelas, de Susanna Lira, e Divino Amor, de Gabriel Mascaro. Eles estarão agrupados em sessões especiais, com exibições únicas, disponíveis on demand por 24h, uma semana a até um mês, na plataforma do Sesc Digital. Para assistir basta acessar sescsp.org.br/cinemaemcasa.

“Há anos o Festival Sesc Melhores Filmes reúne trabalhos selecionados por um júri composto por críticos e pelo público, premiando em pé́ de igualdade seus favoritos. Excepcionalmente, esse exercício de inteligência e prazer precisa encontrar e oferecer outras formas de fruição e discussão, adaptados ao momento atual de pandemia, para continuar sendo esse espaço de construção do livre pensar, de lapidação do gosto estético e da argumentação publica, com responsabilidade e segurança”, explica Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo.

EM CARTAZ

A seleção reúne 13 dos melhores principais títulos lançados nos cinemas brasileiros em 2019. Alguns títulos ficarão disponíveis por 30 dias na plataforma digital, mas outros, como o citado "Bacurau", terão sessão única - neste caso, no domingo (23/8).

O acesso aos filmes está disponível no site oficial: https://melhoresfilmes.sescsp.org.br/.

A lista de títulos em cartaz são:

"Bacurau", de Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho.

"Border", de Ali Abbasi.

"Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos", de Renée Nader Messora e João Salaviza.

"Cine São Paulo", de Ricardo Martensen e Felipe Tomazelli.

"Divino Amor", de Gabriel Mascaro.

"Elegia de um Crime", de Cristiano Burlan.

"Greta", de Armando Praça.

"Guerra Fria", de Pawel Pawlikowski.

"Inferninho", de Pedro Diogenes e Guto Parente.

"Los Silencios", de Beatriz Seigner.

"No Coração do Mundo", de Gabriel Martins e Maurílio Martins.

"Rainha de Copas", de May El-Toukhy.

"Torre das Donzelas", de Susanna Lira.

Carlinhos Brown fará live para público infantil

Em parceria com a Elektro, evento será transmitido ao vivo pelo Youtube, no sábado, dia 22, às 16h

A feliz combinação entre música e aprendizado inspira mais uma realização de Carlinhos Brown voltada para o público infantil. Ao lado dos indiozinhos Paxuá e Paramim, o artista apresenta no sábado, dia 22, às 16h00, a live “Carlinhos Brown Kids – Proteja-se e cuide do seu planeta”, que também conta com a participação de Milla Franco. A iniciativa é uma parceria com a Elektro por meio do Programa de Eficiência Energética da Aneel.

Passar mensagens relevantes de forma criativa e divertida, com engajamento e adesão do público infantil é um desafio. A parceria com o cantor nos traz o discurso leve e a participação dos personagens alinhados às crianças geram o resultado esperado. Trazer consciência para os filhos, nos ajuda também a alcançar seus pais. Desta forma, a ideia da live é informar e ensinar, sem perder o momento de descontração”, destaca Marcus de Barros Pinto, superintendente de Comunicação Externa da Elektro.

A partir de repertório de dez canções inéditas, cenário lúdico criado especialmente para o show, coreografias e brincadeiras, o quarteto – Brown, Milla, Paxuá e Paramim –convida a criançada para refletir sobre assuntos sérios: segurança e eficiência energética, visando economia de água, luz e preservação do planeta. “Além de entreter, queremos comunicar a importância da educação ambiental para crianças de todo o país, e essa parceria que nasceu com a TVE Bahia é muito importante, pois sabemos que muitas delas não têm acesso à internet”, realça Carlinhos Brown.

No show, a canção será o fio condutor para lições que impactam na preservação do meio ambiente e que dialogam bem com o momento de isolamento social, uma vez que tratam de sustentabilidade e prevenção a acidentes elétricos, temas centrais para a Elektro.

SERVIÇO

Live “Carlinhos Brown Kids – Proteja-se e cuide do seu planeta”

Data: 22 de agosto (sábado)

Horário: 16h

Transmissão online: YouTube Paxuá e Paramim

Ponto MIS exibe no sábado “Café com Canela”


Todo Sábado, o programa Pontos MIS – bate-papo de cinema traz uma exibição de filmes online seguida por bate-papo ao vivo no canal do Museu da Imagem e do Som, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo. A edição deste sábado, dia 15, exibe e debate o longa nacional "Café com Canela" ( Dir. Glenda Nicácio e Ary Rosa, Brasil, 2017, 102 min, livre), em parceria com a distribuidora Rosza.

Para assistir gratuitamente ao filme, que será exibido às 16h00, é necessária inscrição prévia no site do MIS – https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSf81MVwqslrIjgaxKJ3Yu-dL-x6X-iMHABx6pkMo_Nbx99AFg/closedform

O bate-papo ao vivo será às 18h00 no canal do MIS no YouTube, com as

presenças de Guilherme Maia (compositor, professor e pesquisador na área musical), Giuliana Monteiro (roteirista e diretora) e mediação de Leandro Afonso (professor, pesquisador, crítico e cineasta).

O FILME 

Recôncavo da Bahia. Margarida vive em São Félix, isolada pela dor da perda do filho. Violeta segue a vida em Cachoeira, entre adversidades do dia a dia e traumas do passado. Quando Violeta reencontra Margarida, inicia-se um processo de transformação, marcado por visitas, faxinas e cafés com canela, capazes de despertar novos amigos e antigos amores.

“Domingo”, filme brasileiro é o destaque do Pontos MIS do próximo sábado


Todo sábado, o programa Pontos MIS promove a exibição de um filme online seguida por bate-papo ao vivo. A edição do próximo sábado, dia 8, e o longa “Domingo”, produzido em 2018 com direção de Clara Linhart e Fellipe Barbosa, em parceria com a Arthouse.

O filme será exibido gratuitamente às 16h00, mas é necessário inscrição prévia a partir desta quinta-feira no link https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScwpe3rEGrXBgDviPLu9Tc7uc5UE1f5_ZEBJVNUW0RljVw1wg/viewform

O bate-papo online acontece no sábado às 18h00, ao vivo, no canal do MIS no YouTube, e terá a presença dos diretores Clara Linhart e Fellipe Barbosa, do crítico e professor de cinema Cássio Starling e mediação de Chico Santos, realizador audiovisual e educador popular.

Sobre o filme

1º de janeiro de 2003. Enquanto Brasília celebra a posse do Presidente Lula, duas famílias do interior gaúcho se reúnem em uma velha casa de campo para um churrasco regado a champanhe, segredos, anseios e frustrações. ‘Domingo’ poderia ser um dia qualquer – não fosse a tempestade repentina que despertará antigos fantasmas.

SERVIÇO:

Sábado,  08 de Agosto

16H - Exibição Online de "Domingo" (inscrição no site do MIS, a partir das 11h de Quinta-feira) 

18H - Debate ao vivo no canal do Youtube do MIS

INEMA| Filme: Domingo

“Eleições” é o filme digital do Pontos MIS


Pontos MIS programa para sua sessão virtual no próximo sábado, 1º de agosto, 16h00, a exibição do filme “Eleições”, produção brasileira de 219, dirigido por Alice Riff. Após a exibição do filme terá bate-papo ao vivo no canal do YouTube do MIS, com a presença da diretora do filme.

A produção foca época de eleições para o grêmio estudantil. Secundaristas se organizam para a corrida eleitoral. Quatro grupos de estudantes, com opiniões e visões de mundo diferentes, criam propostas, debatem estratégias de campanha e lutam por melhorias na escola. Os conflitos e tensões entre as chapas revelam suas diferenças políticas, e a contundência da realidade cotidiana convive com a resistência do sonho, da amizade e do direito de criar caminhos para o mundo em que se acredita.

Para assistir ao filme é necessário inscrição gratuita no link https://forms.gle/s96GZkSvg5LLArXj7

O bate-papo sobre o filme, às 18h00, terá mediação do pesquisador, cineasta e professor Bruno Cucio e as presenças de Alice Riff, diretora do filme, e Nagila Polido, doutora em Linguagem e Educação pela USP.

“Eles não usam black-tie” é a atração do Pontos MIS

Neste próximo sábado, 25 de julho, às 15h30, o Pontos MIS, programa de difusão cultural do MIS – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo – realiza sua exibição semanal digital de um filme seguido de bate-papo ao vivo no canal do YouTube do MIS. A atração desta vez é o premiado longa “Elas não usam black-tie”, do diretor Leon Hirszman, produzido em 1981, e que retrata o que se passa na São Paulo de 1980 durante a efervescência dos movimentos grevistas que lutavam contra práticas exploradoras. 

Para assistir gratuitamente ao filme é preciso fazer um cadastro, gratuitamente, no link  https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfGQbB01OSaiJU06lA8V0xsgd94ZtEzMmokYSV5j4eAmr82Vw/viewform

Já o bate-papo ao vivo, que conta as presenças da jornalista, crítica de arte e curadora Maria Hirszman e do professor de cinema e diretor Reinaldo Cardenuto Filho, com mediação do artista e professor Eduardo Bordinhon, acontece às 18h00, no canal do MIS no Youtube.

Sobre o filme
No longa, os jovens operários Tião e Maria decidem se casar ao saber da gravidez de Maria. Otávio, pai de Tião e ex-preso político da ditadura, é um militante sindical que organiza um dos movimentos grevistas que eclode no período. Esta greve divide a categoria metalúrgica, inclusive Tião, que, preocupado com o início de sua família e temendo perder o emprego, fura a greve, entrando em conflito com seu pai, Otávio. O filme foi ganhador do prêmio FIPRESCI e do Grande Prêmio Especial do Júri no Festival de Veneza de 1981 e do Prêmio Especial do Júri no Festival de Cannes.

Sobre o #MISemCASA

A campanha #MISemCASA traz novos conteúdos em diferentes formatos em todas as plataformas digitais do MIS. Diariamente, o canal do Museu no YouTube apresenta conteúdos de seu acervo, além de programações que já aconteciam no Museu e agora passam a ser realizadas digitalmente, como o #CineCiência e o Ciclo de Cinema e Psicanálise. O público também pode conferir novas programações como o Cinema de Acervo, mostra semanal inédita com uma seleção de filmes brasileiros que integram o Acervo do MIS e o Bate-papo de Cinema

Pontos MIS. Os internautas também podem acessar parte do Acervo MIS que está digitalizado, onde os visitantes encontram informações sobre os itens que

compõem os acervos museológico e bibliográfico do MIS e, em alguns casos, têm amplo acesso ao conteúdo das coleções de fotografia, áudio e vídeo.

O Pontos MIS funciona em São João da Boa Vista desde 2016 e é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som e a Prefeitura de São João da Boa Vista. 

SERVIÇO:

Sábado,  25 de Julho

15H30 - Exibição Online de "Eles não usam black-tie"

18H - Debate ao vivo no canal do Youtube do MIS

Biblioteca de São Paulo realiza contações de histórias interativas e online para toda a família


(Foto Paulo Savala)

 

Dentro da programação online da Biblioteca de São Paulo (BSP), a Hora do Conto Interativa promete surpreender a família toda. Com Kiara Terra, a atividade – intitulada “Histórias para sonhar no dia de hoje” - será composta por quatro encontros (independentes), marcados para os dias 25 de julho, 1º, 8 e 15 de agosto, sempre às 16h (com 45 minutos de duração). A BSP é uma instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela Organização Social SP Leituras, eleita pelo segundo ano consecutivo como uma das 100 Melhores ONGs do Brasil.

As inscrições gratuitas para participar da Hora do Conto Interativa estão abertas em https://www.bsp.org.br/inscricao (vagas limitadas e o interessado pode escolher os encontros, dia a dia). Na última sessão da série, o programa contará com convidada especial: Priscila Jácomo.

Kiara Terra é escritora, contadora de histórias e criadora do método “A história aberta” (narrativas colaborativas que estimulam a participação do público). Cursou Arte Dramática no Célia Helena Teatro-escola e Comunicação das Artes do Corpo na PUC. Atualmente, Kiara mora em Portugal, onde é doutoranda em Antropologia da Infância na Universidade do Minho. Já Priscila Jácomo é palhaça, criou os espetáculos “Cuidado frágil’ e ‘S.O.S. quase tudo”) e idealizou o projeto Povo Parrir, além de coordenar oficinas.

A contação de histórias online também fará parte da programação da Biblioteca Parque Villa-Lobos (BVL), de agosto, com diferentes temas. Com a necessidade de estimular o distanciamento social e outras medidas de proteção contra o contágio pelo novo coronavírus, a Secretaria de Cultura e Economia do Governo do Estado de São Paulo criou o #Culturaemcasa, que amplia a oferta de conteúdos virtuais dos equipamentos.

Hora Conto Interativa– Histórias para sonhar no dia de hoje  

Com Kiara Terra (convidada especial: Priscila Jácomo)

25 de julho, 1º, 8 e 15 de agosto das 16h às 16h45. 

Faixa etária: a partir de 5 anos. 

Inscrições abertas.

Para participar, acesse www.bsp.org.br/inscricao

Vagas limitadas.