Sex10232020

Last update06:34:10 PM

 

Back Você está aqui: Home Cultura

Cultura

“Em Chamas”, filme coreano premiado, em cartaz no Ponto MIS Online

A quinta edição do Pontos MIS Online – programa que apresenta uma sessão de cinema online seguida por conversa ao vivo no canal do MIS no YouTube, traz o longa coreano vencedor de diversos prêmios "Em Chamas" do diretor Lee Chang-Dong. 

Durante um dia normal de trabalho como entregador, Jong-soo reencontra Hae-mi, uma antiga amiga que vivia no mesmo bairro que ele. A jovem está com uma viagem marcada para o exterior e pede para Jong-soo cuidar de seu gato de estimação enquanto ela está longe. Hae-mi volta para casa na companhia de Ben, um jovem misterioso que conheceu na África. No entanto, o forasteiro tem um hobby peculiar, que está prestes a ser revelado aos amigos.

O filme será exibido on line no próximo sábado, dia 25, para quem se inscreveu por meio do site do MIS (limite de 100 vagas). No mesmo dia, mas às 18h00, todos podem assistir ao bate-papo ao vivo no canal do MIS no Youtube, com participação de Rafael Sciré e o crítico de cinema Cássio Starling.

O Pontos MIS funciona em São João da Boa Vista desde 2016 e é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som e a Prefeitura Municipal.

Pontos MIS exibem o último filme de Hector Babenco

quarta edição do Pontos MIS – bate-papo de Cinema -  programa que apresenta uma sessão de cinema online seguida por conversa ao vivo no canal do MIS no YouTube, exibe nesta semana, no sabão, 18 de abril, o longa nacional "Meu amigo hindu" e bate-papo com a atriz Bárbara Paz. 

Última obra de Hector Babenco, lançada em 2016, filme é uma ficção – conforme o próprio diretor pontuou – alimentada por suas próprias memórias de quando esteve doente. O filme conta a história de Diego, um renomado diretor de cinema que está com um grave câncer. Sua trajetória de busca pelo tratamento permeia sua relação com Lívia (sua esposa), sua família e sua própria existência.

“Meu amigo Hindu” será exibido on line às 15h30, mas os interessados devem se inscrever a partir desta quinta-feira (18) no https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSejNTk9AU7xfuuRJQsskiJn108moq7nGwSW0Vnvxo7XAiJmNQ/closedform (limite de 100 vagas). 

Também no sábado, dia 18, mas a partir das 18h00 todos podem assistir ao bate-papo ao vivo no canal do MIS no Youtube, com participação especial da atriz Barbara Paz, que comenta sua atuação no filme, e com o pesquisador e crítico de cinema Cássio Starling Carlos. Link: https://www.youtube.com/watch?v=RGiG1B3BlA0

Simplesmente imperdível! O Pontos MIS funciona em São João da Boa Vista desde 2016 e é uma parceria entre o Museu da Imagem e do Som e a Prefeitura Municipal de São João da Boa Vista

Museu Índia Vanuíre promove Semana do Índio virtual

Entre 19 e25 de abril - oficinas, danças e vídeos sobre indígenas do estado – tudo on line

Realizada anualmente, a Semana do Índio, em 2020, será on-line no Museu Índia Vanuíre, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, gerida pela ACAM Portinari. A programação celebrará e homenageará o Dia do Índio (19 de abril) e também as culturas indígenas que coabitam as T.I. Vanuíre, Icatú e Araribá: os Kaingang, Krenak, Guarani e Terena.

Devido ao isolamento social, para evitar a propagação do coronavírus (COVID-19), e ao fechamento temporário do equipamento cultural, a programação será realizada virtualmente pelas redes sociais Facebook, Instagram e Twitter - @museuindiavanuire.

As atividades incluem oficinas, por meio de vídeos, que ensinarão a todos que estão em casa a confeccionar adornos como cocar, brinco, colar, pulseira, além de arco e flecha de brinquedo e um chaveiro. As danças indígenas também serão lembradas, bem como depoimentos sobre a importância da pintura corporal e dicas de leitura sobre as línguas indígenas serão exibidas.

Na agenda, ainda estão inclusas: apresentação do estudo sobre a Índia Vanuíre, produzido pelo Centro de Referência Kaingang e dos Povos Indígenas do Oeste Paulista; e vídeo de uma indígena Kaingang sobre a trilha na mata que mostra a importância da natureza para a cultura do seu povo.

Os interessados em participar devem ficar de olho nas redes sociais (@museuindiavanuire) do Museu Índia Vanuíre. Todos os dias acontecerão atividades para o público.

Terceira Edição do MIS em Casa celebra 100 anos com um clássico do cinema


O  #MISemCASA, projeto de exibição de filme durante o período de quarenta, exibe no sábado, dia 11 de abril,  um clássico do Expressionismo Alemão: O Gabinete do Doutor Caligari. 

#MISemCASA promove, semanalmente, a exibição de filmes e bate-papo online ao vivo. O Pontos MIS é um projeto do Museu da Imagem e do Som em parceria com a Prefeitura Municipal de São João da Boa Vista. 

Celebrando 100 anos do lançamento deste clássico, que inspirou muitos diretores, como Tim Burton, o filme será exibido às 16h30, em parceria com a Pandora Filmes, durante uma sessão digital exclusiva com 100 vagas.

Logo após a exibição online, às 18h00, no canal YouTube do MIS, todos (mesmo quem não conseguiu se inscrever na sessão) poderão conversar ao vivo com Carlos Primati, jornalista, pesquisador e crítico de cinema; Paulo Biscaia, diretor, roteirista e editor de cinema e diretor e dramaturgo; Marcelo Miranda, jornalista, crítico de cinema, pesquisador e programador, sobre o longa-metragem dirigido por Robert Wiene e escrito por Hans Janowitz e Carl Mayer.

Inscrições:

As inscrições para a sessão estarão disponíveis a partir desta quinta-feira (09), às 11h00, via formulário online (https://bit.ly/34pzA1t). A inscrição não dá direito à participação, a equipe do MIS entrará em contato via e-mail para confirmar a vaga. O bate-papo estará disponível no Youtube do MIS às 18h00, não sendo necessária inscrição prévia.

O FILME

O Gabinete do Dr Caligari, com direção de Robert Wiene, foi produzido em 1920, na Alemanha. O filme inaugura edá o tom do expressionismo alemão na história do cinema. O filme conta a história do Dr Caligari, um misterioso cientista e hipnotizador, que apresenta o sonâmbulo Cesare, que supostamente estaria dormindo há anos, em espaços públicos de um vilarejo holandês. A estética de fortes contrastes em preto e branco embala os mistérios de Cesare e os comandos funestos dados pelo seu mestre, Dr. Caligari. Imperdível para qualquer cinéfilo! 

Com "Sertanejo em Casa", Sony Music leva entretenimento para todos

A Sony Music, por meio de sua plataforma de entretenimento, o Filtr, lançou o projeto “Sertanejo em Casa”, que leva grandes nomes do seu casting sertanejo para a casa das pessoas neste momento delicado de confinamento.

O projeto teve seu início com a dupla Diego & Victor Hugo, no dia 27/03, seguido da parceria com o “Buteco em Casa”, do Gusttavo Lima, no dia seguinte, sucesso que deixou aplaylist“Sertanejo 2020’ em destaque e contou com 10 milhões de visualizações e 750 mil acessos simultâneos em 5 horas de transmissão.

As próximas atrações são Diego & Arnaldo, Lucas Lucco, Guilherme & Benuto, Marcos & Belutti e Yasmin Santos (confira agenda abaixo). Todas as “lives” são transmitidas do canal do YouTube de cada artista e contam com o comando do influenciador Renato Sertanejeiro.

PRÓXIMAS ATRAÇÕES

03/04 – Diego & Arnaldo – 19h

04/04 - Lucas Lucco – 16h

07/04 – Guilherme & Benuto – 19h

10/04 – Marcos & Belutti – 19h

14/04 - Yasmin Santos - 19h

MIS exibe o filme Bacurau em sessão on line


Em tempos de quarentena, o Pontos MIS realiza sua segunda edição de cinema on line com bate bate papo ao vivo com o elenco logo após a exibição. O evento cultural acontece no próximo sábado, dia 4, no canal do MIS no YouTube às 15h30. O filme em cartaz será “Bacurau” e é necessário se inscrever para participar na sessão digital a partir desta quinta-feira (2), no site do MIS, a partir das 11h00. A inscrição é necessária pois as vagas são limitadas – 100. A equipe do Pontos MIS entra em contato via e-mail para confirmar a inscrição e participação.

No programa ao vivo, o oficineiro @lafonso86 faz uma análise de "Bacurau" (produção de 2019 com direção de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles), que é seguida por uma conversa com o ator @thomasquino, que interpretou o personagem Pacote no longa.

O Pontos MIS é uma realização do MIS (Museu da Imagem e do Som) em parceria com a Prefeitura Municipal de São João da Boa Vista.

Novos teatros têm dois professores como patronos


Prof. Antonio Cândido e Profa. Lucila Martarello Astolpho dão nomes aos espaços públicos

O Prefeito Vanderlei Borges de Carvalho sugeriu e os vereadores aprovaram duas leis que dão nomes aos dois Teatros construídos na Estação das Artes (Largo da Estação) e Cidade das Artes (antiga CEAGESP). 

O Teatro da Estação das Artes, com 500 m² de área e capacidade para 165 espectadores, passa agora a ser identificado como Teatro “Prof. Antonio Cândido”.

Na Cidade das Artes, a lei estabelece que o galpão de 559 m², adaptado para espetáculos, shows, palestras e outros eventos, com planejamento para acomodar 250 pessoas, seja nomeado como Teatro “Profa. Lucila Martarello Astolpho”.

Os documentos, que são dedicados a homenagens ao sociólogo, crítico literário, ensaísta e professor Antonio Cândido, e a professora e autora da letra do hino de São João, Lucila Martarello Astolpho, foram aprovados na sessão do Legislativo realizada na segunda-feira, 16 de março. 

Os dois locais - Estação das Artes João Roberto (Beto) Simões  e a Cidade das Artes – foram restauradas e adaptadas  através de uma parceria entre Prefeitura Municipal e Governo Estadual, com recursos do Fundo de Interesses Difusos (FID).

"São duas homenagens muito justas. O professor Antonio Cândido, renomado escritor brasileiro, concluiu o ginásio em São João da Boa Vista e a partir daí sempre manteve lastros culturais e várias amizades em nossa cidade. E a professora Lucila Martarello recebe esta homenagem em vida, também justíssima pelo trabalho que desenvolveu na área educacional de São João, na direção do Museu Histórico e sempre lembrada como autora do nosso hino da cidade”, afirmou Hélio Corrêa Fonseca Filho, diretor municipal de Cultura de São João.

Antonio Cândido

Nascido no Rio de Janeiro, em 24 de julho de 1918, Antonio Cândido de Mello e Souza foi sociólogo, crítico literário, ensaísta e professor brasileiro. Filho de Aristides Cândido de Mello (médico) e de Clarisse Tolentino de Mello e Souza.

Foi casado com Gilda de Mello e Souza, professora de Estética no Departamento de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP.

O casal teve as filhas Ana Luísa Escorel (designer e escritora), Laura e Mariana (professoras de história).

Ainda criança, Cândido mudou-se com a família para Poços de Caldas (MG). Em São João da Boa Vista, ele fez o curso secundário no ginásio. Na capital paulista cursou o Colégio Universitário da Universidade de São Paulo (USP).

Antonio Candido escreveu uma inovadora história literária que abertamente excluiu autores e períodos que não correspondiam à noção de “literatura propriamente dita”. A obra explicitou o caráter narrativo de toda história cultural. Morreu em São Paulo, na data de 12 de maio de 2017.

Lucila Martarello Astolpho

Filha de Jordano Martarello e Emma Gallo, Lucila Martarello Astolpho nasceu em São João da Boa Vista, em 17 de junho de 1931.

Lucila é lembrada pela competência profissional e por ter escrito a letra do hino de São João. Na trajetória, constam o curso de Formação Profissional de Professor na “Escola Normal Cel. Cristiano Osório de Oliveira” e o curso de Pedagogia na Faculdade de Filosofia Ciências e Letras de Guaxupé (MG).

Atuou como encarregada do Museu Histórico e Pedagógico “Dr. Armando Salles de Oliveira” e coordenadora pedagógica da Escola de Educação Infantil “Pequeno Polegar”.

Eleita para a Academia de Letras tomou posse em 1977. A partir de novembro de 2006, tornou-se membro correspondente. Lucila está perto de completar 89 anos de idade.

Mostra celebra 55 anos do MACC


O artista em sua oficina em Pernambuco

O Museu de Arte Contemporânea de Campinas (MACC) recebe a exposição “Eu Vi o Mundo...”, uma mostra de José Barbosa da Silva, um artista brasileiro de carreira internacional. Ele utiliza múltiplos meios de expressão: é pintor, desenhista, entalhador, escultor, ilustrador e gravador. A abertura será no dia 5 de março, às 19 horas e o público poderá visitá-la de 6 de março até 29 de maio, com entrada gratuita. A exposição é inédita em Campinas.

José Barbosa da Silva tem 72 anos e já marcou a história das artes brasileiras: participou do início da Tropicália, do Cinema Novo e do movimento Nova Figuração, de artes plásticas. A mostra reúne mais de 60 obras - esculturas, talhas e telas.

José Barbosa é de Olinda, Pernambuco, aprendeu a entalhar ainda menino com o seu pai, marceneiro, e a pintura, que descobriu de fato mais tarde, quando foi viver em Paris na década de 1970. O título da exposição “Eu Vi o Mundo...”, remete à obra do pintor pernambucano Cícero Dias, “Eu Vi O Mundo... Ele Começava no Recife”. “A monumental tela do modernista pernambucano, realizada em 1929 e considerada como um dos marcos fundadores do Modernismo no Brasil, pertence ao mesmo universo onírico e aventuroso de Barbosa”, diz a curadora da exposição, Maria Hirszman, que escreveu o texto de apresentação.

Nele, a curadora descreve como José Barbosa da Silva sabe combinar, como poucos, um profundo interesse pelo mundo a sua volta com um fascínio permanente por elementos alegóricos, carregados de potência simbólica. “Suas telas e talhas são povoadas por seres místicos, que o acompanham há décadas, como o pássaro branco de asas abertas e bico perfurante, os peixes arredondados que nadam por toda a parte, as figuras femininas ao mesmo tempo sensuais e maternas, ou os buquês de flores que deslumbram por suas formas e cores. São composições complexas, cuidadosamente simétricas num equilíbrio elegante. Uma de suas qualidades é a capacidade de aventurar-se por diferentes caminhos em busca de uma expressão ao mesmo tempo autoral e universal. A capacidade de aliar diferentes referências, temáticas e gêneros dão liberdade à obra do artista”.

Serviço:

Exposição “Eu Vi o Mundo” do artista José Barbosa da Silva

Abertura: Dia 5/3, às 19h

Visitação ao público: Dia 6/3 a 29 de maio

Local: MACC - Av. Benjamin Constant, 1633 – Centro.

Horário: Terça a Sexta: 9h às 17h
Sábado: 9h às 16h
Fechado segundas, domingos e feriados.

Entrada Gratuita.

Brinquedos que marcaram época ganham exposição

Topo Gigio e Genius são algumas das atrações que chegam ao Shopping Penha

Segura a emoção e cuidado para não entregar a idade! O Shopping Penha, em parceria com a Estrela, traz a exposição Histórias de Brincar. Serão mais de 120 atrações que prometem trazer à tona muitas lembranças boas.

Quem já se divertiu com a boneca Bate Palminha ou até mesmo com o desafiador Genius? O público poderá ainda relembrar as brincadeiras com a Bolinha de Sabão, Tippy, Gui Gui, Mãezinha, Topo Gigio, Ar Tur, Colossus, Máximus, Pégasus, Stratus, Jamanta Comando Eletrônico, Ding - Bô e Bam – Bô e tantos outros brinquedos reservados na atração. As lembranças são muitas e a diversão para quem visitar a exposição será maior ainda.

Além de todas as relíquias, os visitantes ainda poderão interagir com uma caixa gigante do brinquedo Falcon Olhos de Águia Patrulheiro e um totem do Topo Gigio. Perfeitos para tirar aquela selfie e guardar no álbum de memórias, ou melhor, postar nas redes sociais.

Localizado no piso térreo, o acervo promete entreter crianças e adultos. “Queremos promover um encontro único para as famílias. Com as atrações expostas e interativas pais e filhos poderão brincar juntos, preservando memorias e criando novas” comenta Renata Barros, gerente de marketing do Shopping Penha.

A atração é gratuita e fica no empreendimento até o dia 5 de abril.

EVENTO GRATUITO

Serviço

Exposição Histórias de Brincar

Até 5 de abril

Local:Piso Térreo

Endereço:Rua Dr. João Ribeiro, 304, Penha de França- SP

Mais informações:(11) 2095-8240 -http://www.shoppingpenha.com.br/

Evento Gratuito