Esporte

PROFESSOR GALDINO É SEPULTADO EM MOGI DAS CRUZES

A morte do Professor Sebastião Álvaro Galdino repercutiu hoje na cidade, deixando um sentimento de desolação a sua família, alunos, ex-alunos, autoridades e a comunidade em geral. Carismático, bondoso, gentil, sábio, culto, generoso, humano, cativou a todos, sem exceção durante sua trajetória de vida, quer como homem, chefe de família, atuação profissional. Natural de São João da Boa Vista, nascido no Bairro do Pratinha, residia atualmente na cidade de Mogi das Cruzes (SP), região da grande São Paulo, com a esposa Roseli Prado Galdino.

Galdino em sua juventude integrou a equipe de natação do Professor Narciso de Oliveira Carvalho, na Sociedade Esportiva Sanjoanense. Formou-se em Educação Física na Faculdade do Clube Náutico Mogiano e, em 1975, já era Especialista em Natação, pela mesma entidade. Em 1983, mais uma Especialização: em Ciências do Esporte, pela Universidade de Mogi das Cruzes. O Mestrado veio em 2001, na Universidade Braz Cubas, quando dissertou sobre atividades multidisciplinares em Educação Física, sendo aprovado com louvor.

Além de ter sido técnico da Esportiva em natação, ginástica olímpica e yoga, nas três passagens que teve pelo clube, Galdino também treinou equipes de natação em Suzano e em Mogi das Cruzes, onde faleceu na noite passada, aos 72 anos, enquanto se recuperava, em casa, de Covid-19.

Galdino tinha muito interesse por literatura e pelo estudo de idiomas. Falava, fluentemente, Inglês, Francês, Espanhol e Italiano, além de compreender bem o Japonês, língua pela qual se afeiçoou ao estudar yoga e a cultura esportiva oriental.

Escreveu mais de 300 artigos na imprensa e teve três livros publicados: “Minha Natureza”, com poesias e reflexões, em 1998; “Pesquisas e Temáticas em Desenvolvimento Social”, de 2005, e “Pesquisas e Temáticas em Integração Regional”, ao lado da também educadora física, a saudosa Rita de Cássia Bonci Oliveira, em 2006.

Sua carreira acadêmica foi igualmente produtiva, com aulas no Colégio Santa Mônica (1973-1989), no Núcleo de Educação e Cultura (1981-1984) e com uma sequência ímpar em grandes instituições de Ensino Superior. Na Faculdade Educacional de Muzambinho, deu aulas entre 1984 e 1991, quando se transferiu para a Universidade de Mogi das Cruzes, ali permanecendo por um ano. Na Universidade Cruzeiro do Sul, deu aulas entre 1996 e 1999. Na Faculdade do Clube Náutico Mogiano teve quatro passagens como docente, entre 1972 e 2004, quando assumiu cadeira na UNIFAE, onde foi professor por quase uma década.

Em São João da Boa Vista, também teve destaque como professor, vereador. Foi Diretor Municipal de Esportes no período de 2005 a 2012 – durante os dois mandatos da gestão do ex-prefeito Nelson Nicolau. Foi o responsável por implantar a ginástica artística em São João no início da década de 1980. 

Com a reforma e adaptação do Centro de Integração Comunitária (CIC) no ano passado o prefeito Vanderlei Borges de Carvalho enviou à Câmara Municipal, em 2019, um projeto de lei, aprovado pelos vereadores que nomeou o ginásio de ginástica artística de Sebastião Álvaro Galdino.