Ter04072020

Last update03:53:49 PM

 


Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Artigos FILEIROS – O NOVO FILÃO

Artigos

FILEIROS – O NOVO FILÃO

 

A prática na China se chama “Paotui”: um sujeito paga outro para guardar lugar na fila. Quando chega a vez do fileiro de aluguel, este passa mensagem por celular para o comprador do serviço – que chega em 5 minutos para assumir seu posto, disposto e de banho tomado. De bico emergencial para desempregados, a coisa se profissionalizou e virou business, com uma penca de empresas especializadas. Daqui a pouco tem até rede de franquias.

Não deixa de ser paradoxal o sucesso do negócio. Num mundo repleto de facilidades e conveniências, atendimentos pré-agendados com hora marcada e delivery de tudo o que se possa imaginar, a ideia de uma fila de pessoas debaixo de nevasca ou de sol inclemente é neandertalesca.

A fila da sopa de morcego. A fila do espetinho de vagalume crocante. A fila do cachorro quente feito de cachorro mesmo. A fila de cadastramento biométrico para reconhecimento facial. E, claro, a já célebre fila para a última geração do iPhone. Depois de um dia inteiro + 22 horas e meia guardando lugar para um Apple-fan, Zhao Tsua não resistiu à oferta de um abonado de Xangai que o assediou quando restavam apenas cinco Chan Chin Chons à sua frente, oferecendo 50% a mais para vender o seu lugar a ele e passando a rasteira no antigo contratante. Zhao Tsua pegou sua maleta abarrotada de yuans e #partiuprabemlonge, além-Muralha, a salvo da ira do sujeito a quem havia traído.

Apesar do coronavírus que esvazia eventos, celebrações de Ano Novo, ruas e cidades inteiras, o boom desta nova oportunidade de negócio vem provocando filas para entrar na fila dos que querem ser fileiros. Xin shídài. Novos tempos, em chinês.

Esta é uma obra de ficção.
© Direitos Reservados
Imagem: vendamuitomais.com.br