Seg08032020

Last update01:27:21 PM

 

Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Artigos COVID 19

Artigos

COVID 19

Meu Deus! Onde vamos parar? Esse novo vírus botou o mundo de ponta cabeça. É médico desmentindo médico, presidente de um país dizendo que não é nada, presidente do outro fechando as fronteiras, a Itália paralisada, o espetacular campeonato de basquete dos Estados Unidos suspenso, a nossa Libertadores suspensa, estádios vazios e o pior de todos: os parques da Disney fechados. Agora que as nossas queridas empregadas domésticas não conseguirão ir mesmo. Também, com o dólar a R$ 5,00, acredito que nem outras categorias. Os pedreiros, carpinteiros e operários; os bancários, securitários, os cooperativários e outros tantos “ários”, terão de esperar a sua vez cientes de que, pelo andar da carruagem,  demorará um pouquinho.

Do vírus em si, sabemos que a sua letalidade atinge as pessoas de maior idade. Nesta semana, liguei para um comerciante tradicional da XXV de Março, meu xará Fernando Maluhy, homem de fina estirpe, por ocasião de seu aniversário, ele, sempre com o bom humor que o Poderoso lhe deu, disse-me que não estava fazendo aniversário. Depois de meu susto inicial, completou avisando que tentava enganar o vírus recusando-se a fazer oitenta anos. Que encomendara a um amigo policial nova identidade com o ano de nascimento alterado, ficando, assim, dois anos mais novo. “Na hora que o vírus chegar, mostrarei a identidade e estarei a salvo da contaminação”, afirmou ele. Rimos muito!

Mas, como para tudo na vida existem duas versões e a terceira que é a verdadeira, alguns se encolhem gritando para a inanição da economia e o mau que o vírus traz, outros vão em busca de uma forma de ganhar dinheiro com isso. Os vendedores de máscaras estão felizes da vida. Ouvi uma reportagem na Rádio Bandeirantes, programa de todas as manhãs na ida para o trabalho, afirmando que a caixinha, com não sei quantas máscaras, custava R$ 19,00, agora não se acha por menos de R$ 190,00. Que o álcool gel virou preciosidade e por aí a coisa anda.

O ex-corona, promovido a Covid, pede cuidados, por isso deixo um RECADO DE UTILIDADE PÚBLICA. Evitem aglomerações, evitem se contaminarem e contaminarem os outros. Lavem sempre as mãos com água e sabão e se, por um acaso, ele chegar, mostrem as identidades e cuidado com a polícia paraguaia.