Ter01192021

Last update03:04:19 PM

 

Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Artigos A Ciência da Gratidão

Artigos

A Ciência da Gratidão

 

Não vem da cabeça,

Ainda que desejasse ser escravo da razão,

Mas nasce tenro e pudico no velho coração.

Talvez incompatível, mas nunca indevido,

Talvez ante a justiça da objetividade,

Seja um grande criminoso da subjetividade.

No mérito do método, o delito de ainda assim ser,

Ser não porque é rebelião, mas porque é ego,

É impulso de vontade, que só existe na motivação,

Tudo há que ter vida, as letras não podem ser mortas,

O conhecimento não pode ser despojado de vivência,

A objetividade é que está a serviço da subjetividade,

E não ao contrário,

O método é o servo e não o senhor,

Para ser humanista não se faz necessário desumanizar.

E então o que está oculto se revela,

É o pensamento que se abriga no coração,

E ao criar sentimento se expressa,

Na delicadeza do sopro que se faz voz,

E produz: muito obrigado!