Dom09262021

Last update05:18:46 PM

Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Artigos Cápsulas de Recordação

Artigos

Cápsulas de Recordação

Quando ativado por um estímulo externo (no caso, um aroma), o cérebro desencadeia uma reação neurológica na memória, associando tal cheiro a fatos importantes da nossa vida. Basta sentir um cheiro familiar para que a cena do passado seja relembrada com uma incrível riqueza de detalhes. Pode ser o aroma de um alimento, o exalar de uma flor ou o perfume de uma pessoa. São os cheiros de nossas vidas. Quem não lembra do cheiro de livro novo, do perfume de flor, da refeição preparada pela mãe…

www.aromaflora.com.br/memoria-olfativa

– Filha, não vai gastar todas as cápsulas, né? Olha que absurdo, você só tem mais 17, menos de duas cartelas.

– Mãe, e se eu morro amanhã? Vou deixar aí pra quem cheirar? Esses cheiros só fazem sentido pra mim.

– Que morrer o quê! Bate na boca, menina, você nasceu outro dia mesmo.

– As cápsulas são minhas, sei que foi você que guardou pra mim, mas são minhas. Eu uso quando quiser!

– Mariana, pensa bem! Quando você for velhinha, vai achar o quê em seu álbum de aromas?

– Ô mãe, e essa caixinha aqui no fundo gaveta, o que é?

– Nem toca nisso aí, é o xodó do seu pai. Bife acebolado com batata frita da minha sogra. Tá escrito aqui, ó… capturado da cozinha dela em 12 de dezembro de 65, seu pai tinha quatro ou cinco aninhos. Acho que foi seu saudoso avô que encapsulou.

– Mas olha só, o papai já cheirou quase tudo. Tem só duas cápsulas aqui. Depois fica falando de mim!

– Tá, só que seu pai já é um sexagenário. Pensa em quantas vezes bateu aquela saudade louca da mãe dele, é justo que a caixinha já esteja no fim. Não é o seu caso, você tem a vida toda pela frente, menina. Sem falar que o cheiro de Melissinha que eu encapsulei continua por aí, em qualquer lojinha de esquina. Até onde eu sei a sandália com perfume ainda é fabricada, Mariana. O álbum de aromas existe pra que você, no futuro, possa reviver cheiros e dias que deixaram saudades. É um desperdício ficar gastando tudo agora.

– Mãe, se mete não, tá bom? Cada um sabe a saudade que tem. Que cápsula você tá cheirando aí?

– A naftalina do cachecol da minha bisa. Nada como sentir pertinho de mim a sabedoria e a paciência dela. Fica mais fácil aguentar você…

Esta é uma obra de ficção.

© Direitos Reservados