Ter12112018

Last update02:24:44 PM

 


Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Evangelho do dia Luiz José Dezena da Silva é empossado ministro no TST

Luiz José Dezena da Silva é empossado ministro no TST

O Tribunal Superior do Trabalho deu posse nesta quarta-feira (5) ao pratense Dr. Luiz José Dezena da Silva no cargo de Ministro. Ele ocupará a vaga reservada a magistrados do trabalho de carreira decorrente da aposentadoria do ministro Fernando Eizo Ono. A sessão solene de posse ocorreu no Plenário Ministro Arnaldo Süssekind, no edifício-sede do TST, em Brasília. Estiveram presentes à solenidade os familares do Dr Luiz, sua esposa Dra. Maria Romualdo, o Conselheiro do Tribunal de Contas de São Paulo, Sidney Beraldo, e o Dr. Paulo de Tarso Salomão e sua esposa.

O presidente do TST, ministro Brito Pereira, deu as boas-vindas ao novo integrante da Corte e destacou que o ministro Dezena é um magistrado acostumado com as teses discutidas no TST. Até a posse, o ministro era desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP).

A solenidade de posse contou, na mesa de honra, com a presença do presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli; do corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, do Superior Tribunal de Justiça; e da procuradora-geral da república, Raquel Dodge. Também compuseram a mesa o presidente do Conselho Federal da ordem dos Advogados do Brasil, Cláudio Lamachia, o deputado federal Baleia Rossi (MDB/SP), do vice-procurador-geral do trabalho, Luiz Eduardo Guimarães Bojart, e do ministro de Estado dos Direitos Humanos, Gustavo do Vale Rocha.

Currículo

O novo ministro do TST nasceu em Águas da Prata (SP) e se formou em Ciências Jurídicas e Contábeis. Atuou como advogado em São João da Boa Vista até ser aprovado, em 1990, no concurso público para juiz do trabalho substituto. Entre 1996 e 1998, atuou como juiz auxiliar da Presidência do Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas).

Em 2010, foi promovido a desembargador do TRT 15. Lá ocupou a função de juiz auxiliar da Corregedoria Regional entre 2006 e 2008 e também integrou a Comissão de Jurisprudência.

No TST, irá integrar a Primeira Turma e a Subseção II da Seção Especializada em Dissídios Individuais.

*Com inforomações do TST