Seg04222019

Last update04:44:41 PM

 


Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Evangelho do dia Campanha da Gripe tem 32.230 pessoas como alvo em São João

Campanha da Gripe tem 32.230 pessoas como alvo em São João

 

O slogan é “Não Coloque a sua vida e a de quem você ama em risco. Vacine contra a gripe”

 

Começou nesta quarta-feira, dia 10, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe. Em São João da Boa Vista o Departamento Municipal de Saúde tem como meta vacinar 32.230 pessoas contra o vírus H1N1, Influenza B e H3N2, para atingir 90% da população prioritária. 

A mobilização está prevista para duas etapas. Até18 de abril, a prioridade é imunizar gestantes, trabalhadores da saúde, puérperas (que tiveram filhos há 45 dias), professores,  pacientes com duas ou mais doenças, idosos e crianças de seis meses a menores de 6 anos. 

Neste ano, a faixa-etária do público infantil foi ampliada, de até 5 anos para até menores de 6 anos, incluindo 2,8 milhões de crianças na campanha. Neste ano, também, gestantes e crianças poderão atualizar as demais vacinas previstas na Caderneta de Vacinação

A partir do dia 22 de abril, a vacinação contra influenza se estenderá também aos demais públicos-alvo da campanha, que são: trabalhadores de saúde; povos indígenas; puérperas (mulheres até 45 após o parto); idosos (a partir dos 60 anos); professores, pessoas portadoras de doenças crônicas e outras categorias de risco clínico, população privada de liberdade, incluindo adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medida socioeducativa, e funcionários do sistema prisional, além das gestantes e crianças de seis mese a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias);

Em São João a vacinação está disponível  nas 13 unidades de saúde no período das 7 às 17h00, desegundaasexta-feira.  

DIA D

No dia 4 de maio, um sábado, será o Dia D,  ocasião em que as Unidades de Saúde ficarão abertas das 8 às 17h00, permitindo ao público receber a vacina e atualizar a caderneta. Pessoas acamadas e residentes em asilos também serão imunizadas. 

A vacina produzida para 2019 teve mudança em duas das três cepas que compõem o imunobiológico, e protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS: A/Michigan/45/2015 (H1N1) pdm09; A/Switzerland/8060/2017 (H3N2); B/Colorado/06/2017 (linhagem B/Victoria/2/87). A vacina contra gripe é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações e óbitos

Segundo o Setor Municipal de Vigilância Epidemiológica, os sintomas clássicos da Influenza são febre alta, dor de garganta, dor no corpo e secreção nasal. Em casos mais graves, a gripe pode causar pneumonia e insuficiência respiratória.

A vacina protege contra todos os tipos de gripe. O período de proteção, de acordo com o Ministério da Saúde, é de 12 meses (um ano). 

PANORAMA DA GRIPE NO BRASIL

Neste ano, até 23 de março, foram registrados 255 casos de influenza em todo o país, com 55 óbitos. Até o momento, o subtipo predominante no país é influenza A H1N1, com 162 casos e 41 óbitos. O estado do Amazonas é o que apresenta a maior circulação do vírus, com 118 casos e 33 mortes. Por isso, o Ministério da Saúde antecipou a campanha de vacinação para o estado, que já está vacinando a população desde o dia 20 de março.