Dom11172019

Last update01:55:46 PM

Copyright © 2019 Gazeta de São João. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

 


Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Evangelho do dia Unidades de Saúde ficam abertas até às 19h00 para imunização contra o Sarampo

Unidades de Saúde ficam abertas até às 19h00 para imunização contra o Sarampo

Novembro começa com uma campanha de vacinação contra o Sarampo. Durante toda a próxima semana, da 4 a 8 de novembro, as 13 Unidades de Saúde da Prefeitura de São João da Boa Vista ficam abertas das 7h às 19h, para o trabalho de intensificação da vacina contra o Sarampo.

Durante este período, a recomendação é para que todas as pessoas, independentemente da idade, levem a carteira de vacinação para que seja verificada se existe outro tipo de vacina em atraso.

A diretora municipal de Saúde, Heloísa Aparecida Bernardi Trafani, reforça que a estratégia é uma forma de beneficiar pessoas que não conseguem comparecer à Unidade de Saúde no horário considerado normal. 

“Pedimos para a população que aproveite não só a vacina contra o sarampo, mas que coloque a carteira de vacinação em dia, e não espere por um momento de epidemia ou coisa mais grave. O sarampo pode sim matar. Vamos aproveitar também os agentes comunitários de Saúde, que fazem visitas casa a casa, para tirar as dúvidas [da população] e pedir para que eles olhem as carteiras”, afirma a diretora.

Até o momento, de acordo com levantamento do Setor de Vigilância Epidemiológica, São João registra 4 casos de doença, sendo que dois pacientes contraíram o sarampo na capital paulista. No entanto, no mêsde outubro, houve o registro de muitos casos suspeitos que ainda aguardam por resultados. 

Enfermeira e chefe do Setor de Vigilância Epidemiológica, Ludimila Barros Zan afirma que a intensificação envolve principalmente o fornecimento da dose tríplice viral, que fornece prevenção a doenças como Caxumba, Rubéola e o próprio Sarampo.

 “Então, nessa tentativa de bloquear e nãotermais casos, nós pensamos nessa estratégia de deixar as unidades abertas até um pouco mais tarde para dar mais acesso àquelas pessoas que trabalham e que não tem tempo durante o dia”, explica Ludimila.

A partir do momento em que a pessoa suspeita apresenta os sintomas do Sarampo, por exemplo, é realizado o processo de notificação. Em seguida, o Departamento de Saúde orienta a pessoa, faz o bloqueio na região da residência, fortalece o trabalho de varredura e realiza a coleta dos exames para envio ao laboratório de referência do Instituto Adolfo Lutz, em Campinas.