Sab04172021

Last update01:58:07 PM

 

Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Evangelho do dia Comunicação UNIFAE e ABCiber formam grupo de pesquisa

Comunicação UNIFAE e ABCiber formam grupo de pesquisa

 

Os cursos de Comunicação Social da UNIFAE oficializaram, no sábado (19), a proposta de criação de um grupo de pesquisa em Cibercultura, junto à ABCiber – Associação Brasileira de Pesquisadores em Cibercultura, que reúne pesquisadores do Brasil e do mundo. O anúncio foi feito pouco antes do encerramento do XIII Simpósio Nacional que, como acontece desde 2016, foi transmitido pela TV UNIFAE aos participantes.

“Além da parceria na parte técnica, já consolidada, iniciamos também a formação de um grupo de pesquisa em Cibercultura, no núcleo dos cursos de Comunicação Social, que muito fortalecerá a pesquisa na Instituição e em nossos cursos de Publicidade, Jornalismo e Mídias Digitais, além de outras ações que muito nos honram por estarmos ao lado de pesquisadores renomados na área e de várias Instituições do Brasil. A proposta foi aprovada pela diretoria da Associação em reunião hoje, juntamente com a PROPEq e a PROGRAD”, afirma a Profa. Me. Maria Isabel Braga, coordenadora dos cursos de Comunicação Social.

Profa. Maria Isabel completa que a proposta foi apresentada, também com a participação do Prof. Me. Marcelo Gonçalves, à diretoria da instituição, presidida pela Profa. Dra. Janaina Antunes, muito bem aceita e “recebida com muita alegria de todos os diretores com palavras de incentivo para o desenvolvimento de estudos nesta nova parceria técnico-cientifica”. A coordenadora reforça a amplitude dos campos de estudos da Cibercultura e está confiante na participação de professores e alunos.

A Profa. Dr. Laura Rezende, que representou o reitor, Prof. Dr. Marco Aurélio Ferreira, que também é Diretor de Comunicação da ABCiber, na cerimônia de encerramento, enfatizou a importância da ampliação desta parceria de sucesso de tantos anos na área técnica e de apoio aos eventos “e que, agora, ganha a dimensão científica de novas oportunidades de estudos e pesquisas”, afirmou.