Dom11182018

Last update09:34:36 AM

 


Back Você está aqui: Home Mundo Polícia britânica diz que câmeras na rua capturaram imagens de Petrov e Boshirov "momentos antes do ataque"

Mundo

Polícia britânica diz que câmeras na rua capturaram imagens de Petrov e Boshirov "momentos antes do ataque"

Reino Unido acusa formalmente dois cidadãos russos por envenenamento de ex-espião Skripal

A Polícia Metropolitana do Reino Unido disse nesta quarta-feira (05/09) que tem "evidências suficientes" para acusar formalmente dois cidadãos russos pelo envenenamento do ex-espião Serghei Skripal e de sua filha, Yulia, em março passado.

Os suspeitos são Alexander Petrov e Ruslan Boshirov, que desembarcaram no Aeroporto de Gatwick, nos arredores de Londres, no último dia 2 de março, após um voo proveniente de Moscou. Ainda não se sabe qual seria sua ligação com o Kremlin.

Ambos teriam cerca de 40 anos, e seus nomes seriam pseudônimos. Dois dias depois da chegada ao Reino Unido, eles viajaram a Salisbury, local do ataque contra Skripal e Yulia, realizado com uma substância do tipo novichok, agente neurotóxico desenvolvido pela União Soviética.

As acusações contra Petrov e Boshirov incluem conspiração para homicídio, tentativa de homicídio, posse e uso de substância química e danos corporais graves. Skripal trabalhava como agente duplo para os serviços de inteligência de Rússia e Reino Unido e, após ser descoberto, ganhou cidadania britânica.

A premiê britânica, Theresa May, acusou Petrov e Boshirov de serem agentes da inteligência russa. Momentos antes da declaração, o Ministério de Relações Exteriores da Rússia se manifestou sobre o indiciamento, dizendo que o simples apontamento dos nomes não indicaria “nada”."

Envenenamento

Ele e sua filha foram encontrados desacordados no banco de um shopping em Salisbury, a 140 quilômetros de Londres, no último dia 4 de março. Um policial que atendera à ocorrência também foi contaminado, mas todos conseguiram sobreviver.

No fim de junho, no entanto, um casal sem relação com Skripal, Charlie Rowley e Dawn Sturgess, acabou atingido pela mesma substância, em Amesbury, a 13 quilômetros de Salisbury.

A hipótese é de que os dois tenham sido contaminados por resíduos do agente neurotóxico usado para atacar o ex-espião e sua filha. Sturgess faleceu poucos dias depois, enquanto Rowley chegou a receber alta, mas voltou ao hospital por causa de uma meningite.

O caso Skripal elevou a tensão diplomática entre Moscou e Londres e provocou a expulsão de dezenas de diplomatas russos de quase 30 países. O Kremlin nega envolvimento no ataque químico.