Sab09212019

Last update03:26:56 PM

Copyright © 2019 Gazeta de São João. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

 


Back Você está aqui: Home Polícia Casal assalta taxista de Campinas na Vila Estrela

Casal assalta taxista de Campinas na Vila Estrela

Foto ilustrativa da Rua Orlando Ferraz

Na noite desta terça-feira, 20 de agosto, a Polícia Militar registrou um roubo na Rua Diná Rezende Pinto, na Vila Estrela perto das 21h00. O Cabo Bom e o PM Zimbres foram acionados a atender a ocorrência, e no local a vítima, um taxista residente na cidade de Hortolândia, relatou que trabalha na cidade de Campinas e foi requisitado por um casal no Terminal Rodoviário para uma corrida até São João da Boa Vista.O taxista afirmou que ao parar na Rua Dinah Resende Pinto foi surpreendido pelo homem que lhe aplicou uma chave cervical, para em seguida pegar um celular que estava no painel do taxi um Fiat/Siena, placas FRW9079, cor branca de Campinas/SP. Em seguida, segundo o taxista, o casal fugiu do local.

A vítima disse ainda que uma moradora do bairro das proximidades onde ocorreram os fatos,  disse que conhecia o casal pelos nomes de “Samuel” e “Gorda”.

Na Delegacia de Polícia a ocorrência de roubo foi registrada e o Sargento Richard, o Cabo Oliveira e o PM Gabriel ao tomarem conhecimento dos fatos, e que a vítima teria ouvidonome Samuel como suspeito do crime, logo se lembraram que próximo ao local do roubo residia um indivíduo conhecido por este nome. A equipe do Sargento Richard foi até a residência,  e a dona da casa informou que Samuel estava residindo num sítio, e que sua sobrinha havia acabado de chegar da cidade de Campinas.

A sobrinha da dona da casa, de 25 anos, confirmou que veio de taxi de Campinas para São João, mas que não sabia o paradeiro de seu companheiro. Os PMS realizaram então um patrulhamento pelo bairro, e moradores informaram que um indivíduo estava andando sobre os telhados das casas.

Os Policiais Militares acabaram encontrando o suspeito, de 31 anos, no interior de um dos quartos da residência da Rua Orlando Ferraz, embaixo de um edredom e com o aparelho celular pertencente ao taxista.

Em seguida os policiais realizaram uma pesquisa sobre o suspeito via PRODESP, e apuraram que ele era fugitivo do CDP de Bauru.

O casal recebeu voz de prisão em flagrante delito e foi encaminhado até a presença do Delegado Guilherme Risso Teodoro que ratificou a voz de prisão. O homem e a mulher permaneceram presos à disposição da Justiça.