Sab09212019

Last update03:26:56 PM

Copyright © 2019 Gazeta de São João. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

 


Back Você está aqui: Home Polícia MP apura sucateamento das delegacias do estado de São Paulo

MP apura sucateamento das delegacias do estado de São Paulo

O Ministério Público anunciou uma apuração sobre as condições estruturais das delegacias de Polícia Civil do estado de São Paulo e o impacto do sucateamento das unidades nas investigações. A apuração está baseada na fiscalização que o Tribunal de Contas do Estado (TCE) fez nas 275 delegacias de do estado durante o mêsde maio. Na ocasião, os fiscais constataram que 60% das unidades não têm o espaço físico conservado e que 60% delas apresentam fissuras, goteiras e infiltrações, além de cupim.

A situação constatada pelos fiscais do TCE é a mesma que vem sendo relatada já há muito tempo pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (SINDPESP), que vem visitando as delegacias da Capital e do Interior para avaliar as condições de trabalho e a estrutura física.O SINDPESP espera que esta apuração represente o pontapé inicial de uma série de mudanças que são necessárias para garantir que a Policia Civil de São Paulo tenha as mínimas condições para trabalhar em segurança, oferecer um atendimento de qualidade à população e desempenhar com excelência o seu papel de Polícia Judiciária”, afirma a presidente do SINDPESP, Raquel Kobashi Gallinati.

O promotor que cuida do caso afirmou, em entrevista à imprensa, que solicitou à Secretaria de Segurança Pública do Estado uma relação dos funcionários exonerados dos últimos dez anos, indicação dos concursos realizados e a apresentação dos alvarás de funcionamento dos prédios.

O SINDPESP avalia de forma positiva a apuração iniciada pelo MP e ressalta a necessidade de, além de reparar a estrutura, recompor o quadro da Polícia Civil, que apresentahojeum deficit de 33%, de equipar os policiais com armas mais modernas e de comprar coletes balísticos, que estão em falta.