Sab09212019

Last update03:26:56 PM

Copyright © 2019 Gazeta de São João. Todos os direitos reservados.
Designed by JoomlArt.com.
Joomla! é um software livre com licença GNU/GPL v2.0

 


Back Você está aqui: Home São João Empresários locais prestigiam lançamento do BNI em São João

São João

Empresários locais prestigiam lançamento do BNI em São João


Reunião inaugural do grupo BNI Tríade reuniu 30 membros e foi prestigiada por 200 líderes empresariais do município

Maior organização do planeta em referência de negócios, o Business Network Internacional (BNI), promoveu sua primeira reunião na cidade de São João da Boa Vista nesta quarta-feira (4). Denominado BNI Tríade, o grupo se reuniu no Espaço 3 Ideias, no Jardim Santo André e, pela primeira vez, apresentou à comunidade seus 30 empresários membros para um público de outras 200 lideranças empresariais da cidade.

Entre os ramos de negócio que já ocupam acentos no BNI Tríade estão advogados, consultores de investimentos, empreiteiros de obras, construtoras, marmorarias, escritório contábil, entre outros.

O grupo será dirigido pelo diretor consultor Marcelo Palma eterá a presidência, por seis meses, do advogado Rubens Capistrano. O BNI chega a São João da Boa Vista graças a Capistrano que, em 2017, visitou dois diferentes grupos da organização na capital paulista.

“Conversei com a Camila Nasser e falei da ideia de levar o BNI para São João da Boa Vista. Começamos a nos reunir em janeiro deste ano e os encontros passaram a ser quinzenais a partir de março. Nos últimos dois meses as reuniões passaram a ser semanais com vistas, finalmente, à criação do BNI Tríade”, relembra o advogado.

Feito o lançamento oficial, o BNI Tríade passará a se reunir todas as quartas-feiras a partir das 6h30min no Hotel Mansão dos Nobres (Rua João Paulo II, 55 – Vila Estrela).

Diretora doBNI Regional Rota das Bandeiras, Camila Nasser, destacou que a união é uma das marcas registradas da organização -

“Fazemos uma gestão colaborativa, não de cobrança. Quando um membro fica para trás, todos nós ficamos”.

O BNI tem uma de suas principais ferramentas o networking profissional, ou seja, a indicação de produtos e serviços entre seus membros, não havendo concorrência entre eles.

“Cada integrante do BNI é um vendedor em potencial dos seus produtos e serviços. Mas principalmente é um vendedor da qualidade e da excelência dos demais empresários membros”, destaca.

No âmbito do BNI o “quem indica” ganha o status de “referência”, o grande patrimônio de uma empresa participante de um grupo no Business Network Internacional. É através delas que uma empresa se credencia para ser indicada pelos membros como uma organização séria e cumpridora dos serviços que se propõe a entregar, entre outros atributos.

Como funciona?

Além deteracesso a cursos periódicos de aprimoramento no mundo corporativo, um grupo do BNI faz uma reunião semanal na qual cada empresário apresenta seu produto ou serviço e permite que os demais integrantes possam se tornar potenciais vendedores da empresa afiliada.  

Para ingressar no BNI, um empresário contribui com uma anuidade, mas antes de tudo ele precisa conferir junto à mesa diretora se ele pode ou não ocupar um assento no grupo. “O BNI não admite concorrência nem pagamento em comissão por negócio fechado”, frisa a diretora do BNI Regional Rota das Bandeiras.

 Trocando em miúdos: se a cadeira de advogado tributarista está ocupada em determinado grupo, outro advogado só pode reivindicar um assento relacionada ao ramo do Direito, que não a de tributarista.