Ter01192021

Last update03:53:45 PM

 

Back Você está aqui: Home São João Morre Padre Carlos Artur que foi pároco na Igreja NS Perpétuo Socorro

São João

Morre Padre Carlos Artur que foi pároco na Igreja NS Perpétuo Socorro


Morreu nesta quarta-feira (25), às 23h50, em Guaratinguetá (SP), o Missionário Redentorista Padre Carlos Artur Annunciação, aos 73 anos. O sepultamento foi realizado no cemitério Santa Rita, em Aparecida (SP). 

O religioso estava internado no Hospital Frei Galvão, desde o início da última semana, para o tratamento de uma pneumonia. Nos últimos dias, as complicações respiratórias, devido às suas comorbidades, se agravaram, provocando seu óbito. Não há exames que confirmem que o missionário teve Covid-19.

Dono de um carisma inigualável, padre Carlos Artur emprestou sua voz marcante para anunciar a Palavra de Deus e divulgar a devoção a Nossa Senhora Aparecida. Foi em Aparecida que ele dedicou grande parte do seu ministério, que iniciou em São João da Boa Vista logo após ser ordenado presbítero por Dom Antônio Celso Queiroz, então Bispo Auxiliar de São Paulo, no dia 25 de junho de 1977, na Igreja Matriz de São Vicente (SP).

Padre Carlos Arthur pastoreou em São João da Boa Vista uma segunda vez, no ano de 1999 quando veio transferido como responsável do Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, e nomeado também Superior da Comunidade. Padre Carlos Arthur ficou em São João até 2002, quando foi nomeado Pároco da Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Jardim Paulistano, em São Paulo. Em janeiro de 2007, retornou ao Santuário de Aparecida, a fim de colaborar na Pastoral dos Romeiros onde permaneceu até o seu falecimento. 

Dos 55 anos que viveu junto da Congregação Redentorista, 28 deles foram doados ao serviço da Casa da Mãe. Ali, junto do Altar da Padroeira do Brasil, ele foi reitor por quatro anos, vigário episcopal, superior de comunidade religiosa e sempre seu missionário e apóstolo dedicado.

Padre Carlos Artur completou, neste ano de 2020, 43 anos de padre e 50 anos de sua profissão religiosa. Com sorriso franco, afetuoso e reflexões de grande profundidade, ao mesmo tempo, transmitidas numa linguagem simples, Padre Carlos Artur conquistava corações sem esforço.

Ainda neste mês de novembro, antes de adoecer, Padre Carlos Artur presidiu a missa do dia 12 de novembro, no Dia Oracional, e participou do programa Família dos Devotos no dia da fundação da Congregação do Santíssimo Redentor, celebrada no dia 9 de novembro (ambas as celebrações podem ser revistas no Portal A12).