Sab04172021

Last update01:58:07 PM

 

Back Você está aqui: Home São João SANTA CASA E UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO DA REGIÃO VÃO UTILIZAR SOFTWARE DESENVOLVIDO PELA UNIFEOB

São João

SANTA CASA E UNIDADES DE PRONTO ATENDIMENTO DA REGIÃO VÃO UTILIZAR SOFTWARE DESENVOLVIDO PELA UNIFEOB


Na semana passada, a Unifeob foi convidada para criar um software de gerenciamento de leitos, integração de informações e otimização de comunicação para colaborar com a Santa Casa de Misericórdia “Dona Carolina Malheiros”, o Centro Covid, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e prontos-socorros dos municípios de Aguaí e Águas da Prata. O programa foi desenvolvido pela equipe em tempo recorde: apenas dez dias, da ideia à implantação na última quarta-feira (24).

Por sua reconhecida capacidade tecnológica, a Unifeob foi acionada pelo diretor-geral da Santa Casa, Carlos Guisasola, que já foi professor e pró-reitor administrativo do Centro Universitário. 

“O aplicativo atende às três necessidades colocadas pela Santa Casa: faz a comunicação entre todos os setores – UPA, Centro Covid, prontos-socorros, Santa Casa, médicos e pacientes; permite cuidar da logística de ocupação de leitos em função do diagnóstico e encaminhamento para a Santa Casa; e possibilita fazer relatórios de todas as atividades diárias, semanais e mensais”, explica João Otávio Junqueira.

Benefício à população

A expectativa do diretor-geral do hospital é que cerca de 900 pessoas por mês sejam beneficiadas com o novo sistema. “A continuidade do atendimento dos pacientes transferidos vai ser muito melhor, porque os médicos já terão acompanhado todo o processo”. Outra vantagem é a possibilidade de gerar dados em tempo real. “Antes, a comunicação era feita por telefone. Além de possíveis problemas técnicos, não tínhamos estatísticas para fazer relatórios. Através do software, conseguimos fazer o monitoramento on-line 24 horas por dia de transferências, pacientes, melhorias a serem feitas, orientações, ocorrências e reuniões técnicas, por exemplo”.

Desenvolvimento

O objetivo do software é facilitar o registro e a comunicação em um processo ágil, organizado e seguro. “O médico pode preencher e enviar fichas com todas as informações e o estado atual dos pacientes, informando quais procedimentos já foram realizados e o que é necessário”, conta o gerente de Tecnologia da Informação (TI) da Unifeob, Wellington Silva, que supervisionou o desenvolvimento com o gerente de Projetos de Tecnologia, Rodrigo Marudi.

“Procuramos atacar logo o problema central do projeto: o workflow de aceitação de transferências”, relata o docente Anderson Ribeiro, coordenador do desenvolvimento à frente da equipe formada por Cézar Simionato, estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas (ADS), e Érik Dias, colaborador do setor de TI da Unifeob. “Em apenas três dias, liberamos o sistema para testes enquanto implementávamos outras funcionalidades em paralelo – uma estratégia chamada de desenvolvimento ágil”.

Com a possibilidade de médicos se comunicarem via chat, todas as informações são facilmente recebidas e ficam registradas. “Eles conversam entre eles, apuram o estado do paciente, discutem as condições e decidem o que será feito”, conta Carlos Guisaasola. “A equipe realmente foi muito eficiente, unida e o resultado foi surpreendente”, finaliza Anderson Ribeiro.