Qui02202020

Last update03:16:31 PM

 


Back Você está aqui: Home São João

São João

Departamento de Cultura no Parque Municipal Osmar Garcia


O Departamento Municipal de Cultura de São João da Boa Vista está atendendo em novo endereço desde a manhã deterça-feira,19 de novembro. As instalações para atendimento ao público se concentram agora no galpão 2 do Parque Urbano Municipal Espaço Jovem Osmar Garcia (antiga Ceagesp), localizado à rua Santo Antonio, 632, Bairro São Benedito. 

Vale ressaltar que o Departamento de Turismo permanece na Estação das Artes Beto Simões, no Largo da Estação. Também permanecem na Estação das Artes as aulas da Escola Municipal de Iniciação Musical Geraldo Filme.

Responsável pela pasta de Cultura, o diretor Hélio Corrêa Fonseca Filho afirma que a sala de periódicos para leitura de jornais, revistas e gibis está disponível para a população a partir destaquinta-feira, 21. Com a liberação, exceto para livros, as visitas podem ser feitas das 8 às 17h. O novo local também conta com estacionamento gratuito.

“No começo, vamos nos organizando. A Biblioteca Municipal Jaçanã Altair já está se mudando para lá e, em breve, será reaberta para a população. Até o começo do ano que vem a gente vai estar com toda a estrutura funcionando para a inauguração [ incluindo o Teatro Cidade das Artes]”, afirma o diretor. 

NOVOS TELEFONES

Com a mudança ficam alterados também os telefones de contato com o público.

O Departamento de Turismo que fica na Estação das Artes atende pelos telefones: (19) 3623.6893 e 3631.0313.

O telefone do Museu Histórico é o (19) 3631.0314.

O Arquivo Municipal no Centro Cultural Pagu, na Rua Benedito Araújo no centro da cidade, atende pelo telefone (19) 3631.0316.

A Escola de Música Geraldo Filme e o Teatro Estação das Artes, atende no telefone (19) 3631.0317.

O Departamento de Cultura na Cidade das Artes (antiga CEAGESP), Biblioteca Municipal Jaçanã Altair têm agora os telefones (19) 3636.4953 e 3636.4872.

Exames do Projeto “Saúde em Dia UNIFAE” beneficiam a comunidade

Moradores do Jardim dos Ipês tiveram a oportunidade de fazer testes médicos e exames rápidos em mais uma edição do Saúde em Dia, desta vez realizado no Santuário da Graça, como parte do projeto “Até o próximo”, realizado pela Igreja Quadrangular.

O evento também contou com doações de roupas e sapatos, além de serviços gratuitos, como cortes de cabelo, maquiagem e manicure. Um dos participantes foi o ministro de louvor José Aluísio, que visitou a igreja e aproveitou para realizar os testes: "É muito importante cuidar da saúde, principalmente quando nossa idade está avançando. Por isso fiz todos os exames. ”

O Saúde em Dia tem o objetivo de oferecer orientação e acesso a diagnósticos rápidos. Foi participando dos testes que a aposentada Guiomar dos Santos Custódio descobriu uma insuficiência pulmonar. “Vou imediatamente marcar uma consulta com especialista. ”, declarou. “Achei este programa da UNIFAE excelente, pois nada é mais importante do que cuidar da saúde. ”

Concordando com Guiomar, Wilson Aparecido de Oliveira elogiou a rapidez do processo: “Passei aqui em frente e aproveitei, pois tem um exame que fiz há mais de um ano e ainda não tive o resultado. Infelizmente, isso acontece com várias pessoas. A UNIFAE facilitou minha situação, agradeço a todos os envolvidos. ”

Outro paciente que encontrou respostas para os sintomas que vinha apresentando foi o aposentado Jaime Mazini, que realizou o teste de glicose: “Às vezes, ficamos relaxados quando o assunto é saúde, mas as consequências chegam quando a gente menos espera. Descobri que minha diabetes estava altíssima! ” 

Agora, tendo consciência da gravidade do problema, o sr. Jaime aproveita para agradecer e deixar um conselho. “Precisamos de um profissional que nos oriente e também de um olhar mais atento para nossa saúde. Este evento é ótimo, espero que seja bastante divulgado e aconteça mais vezes”, finaliza. 

UNIFAE é escolhida pra treinamento oficial do Exercito Brasileiro


Alunos da UNIFAE farão parte do maior e mais complexo adestramento avançado do Exército Brasileiro – o Exercício Agulhas Negras 2019, entre os dias 20 e 24 de novembro. A Instituição também será uma das bases operacionais para a realização de reuniões técnicas da 2ª Divisão de Exército.

O objetivo do treinamento é manter o estado de prontidão em operações ofensivas, defensivas e de cooperação e coordenação com agências, além de exercitar a ação de comando e a capacidade de liderança em todos os níveis.

Esta é a 23ª edição do Exercício Agulhas Negras, que contará com a participação de 3,5 mil militares de mais de 30 unidades do Exército, que estarão nas ruas das cidades escolhidas para fins de treinamento.

ALUNOS UNIFAE

Estudantes do sexto período de Jornalismo da UNIFAE participarão de dois dias de atividades (23 e 24 de novembro), denominado Estágio de Correspondente de Assuntos Militares (ECAM). As atividades vão ocorrer em Pirassununga-SP, dentro das instalações do 13° Regimento de Cavalaria Mecanizado.

Antes disso, na quarta-feira (20), no período da tarde, haverá um treinamento oficial no Auditório da Instituição. Os estudantes passarão por instruções como alimentação em campanha, primeiros socorros, progressão junto à tropa em ambiente de conflito, sendo todas as atividades simuladas.

Os alunos da UNIFAE vão dormir em acampamento militar com materiais logísticos cedidos pelo Exército, além de participar, na manhã do dia 24, de uma coletiva de imprensa simulada em situação de crise para o Exército. O objetivo da 2ª Divisão de Exército é adestrar seus oficiais porta-vozes para uma situação de crise e aproximar a Força Terrestre dos futuros formadores de opinião.

2ª Divisão de Exército – A 2ª DE é um Grande Comando Operativo e possui sob seu comando mais de 9 mil militares adestrados e capacitados para cumprir ações de Defesa da Pátria, de garantia dos poderes constitucionais, da lei e da ordem e ações subsidiárias. Contingentes da 2ª DE também participam de missões internacionais de paz.

O Exercício Agulhas Negras é um adestramento previsto no Plano de Instrução Militar do Exército Brasileiro e a realização do treinamento não está vinculada a nenhum contexto de emprego real e recente das Forças Armadas. Além disso, o exercício em questão não acarretará danos ao patrimônio e ao meio ambiente.

MUNICÍPIOS

Outros municípios também terão atividades do Exercício Agulhas Negras, entre elas Aguaí, Analândia, Itirapina, Brotas, Torrinha, Santa Maria da Serra, Barra Bonita, Casa Branca, Santa Cruz das Palmeiras, Dois Córregos, Mineiros do Tietê, Botucatu e Igaraçu do Tietê.

Além do exercício, estão previstas Ações Cívico-Sociais em algumas cidades dentro da área de atuação das tropas, com exposição de material militar, orientação médico-odontológica, realização de atividades lúdicas para as crianças e apresentações musicais.

 

Todos contra o Aedes Aegypti na região do Recanto do Jaguari

Previsão é de que sejam visitadas 1.900 residências distribuídas em 80 quadras de cinco bairros

O Mutirão “Todos Contra o Aedes Aegypti”, que prevê o combate ao mosquito transmissor de doenças como dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela, acontece nosábado,23 de novembro, das 7 às 12h00, nos bairros Recanto do Jaguari, Jardim dos Comerciários, Vila Conceição, Vila 1º de Maio e Jardim São Manoel.

Segundo o Departamento Municipal de Saúde, os agentes de Vigilância Ambiental e agentes comunitários de Saúde irão visitar aproximadamente 1.900 residências, que estão distribuídas em 80 quadras dos cinco bairros divulgados.    

Na oportunidade, os profissionais farão uma rápida vistoria aos imóveis e fornecerão orientações aos moradores sobre a maneira correta de eliminação de objetos que possam servir de criadouros do mosquito.

Caminhões do Departamento Municipal de Meio Ambiente irão ajudar na remoção dos objetos, que serão descartados pelos moradores e deixados nas calçadas das vias públicas. Colaboradores da Coopermax – Cooperativa de Materiais Recicláveis de São João – também irão participar da operação.

Os mutirões são realizados no município com base na Avaliação de Densidade Larvária (ADL).

Projeto de alunos do Senac propõe melhorias na coleta seletiva da cidade

Objetivo é incentivar a população a fazer o descarte de forma correta

           Visando a preservação do meio ambiente e a riqueza ambiental de São João da Boa Vista, os alunos do cursoTécnico em Administração, do Senac, desenvolveram o projeto Separar para Melhorar. Os jovens acompanharam a logística da cooperativa de coleta seletiva e desenvolveram um planejamento de melhorias dos processos dos resíduos.

“Foi observado que das 45 toneladas de materiais recolhidos pela Coopermax, 10 delas eram rejeitadas devido ao descarte incorreto feito pela população e, com isso, os alunos pensaram em soluções para melhorar o processo”, explica a docente Gilvanete Paneto.

           Desenvolvido por Jussara Alecrim Espadon, Caio Vinicius Passiani, Mylena Carvalho dos Santos, Rafael Carlos Aparecido da Costa, Murilo Galdino de Souza, Milton Faustino Celestino, Thauan Cunha Cornélio e Luana Possidonio Viola, o projeto tem como objetivo incentivar a população a separar e a descartar os resíduos produzidos nas residências de forma correta. “As pessoas acabam misturando lixo orgânico com os recicláveis ou não fazem a higienização correta e, assim, há essa perda de material”, conta Murilo.

           Para que o aproveitamento do material descartado seja melhor aproveitado, a proposta dos alunos é reforçar a conscientização da população eterdias específicos para a coleta dos resíduos. “Nossa ideia é que em cada dia da semana o caminhão da coleta seletiva recolha um tipo especifico de resíduo. Por exemplo, às segundas-feiras, somente plástico”, explica o aluno.

             Gilvanete destaca que os estudantes aplicaram os conhecimentos desenvolvidos durante o curso e demonstraramteradquirido uma visão sistêmica da cadeia de resíduos, que possibilita a aplicabilidade da gestão administrativa, lucrativa e a abertura de postos de trabalho em uma cooperativa de coleta seletiva. “O engajamento foi tanto que eles elaboraram, inclusive, uma sugestão de projeto de lei que poderá servir como base para fomentar a população na questão da separação seletiva, preservação do meio ambiente e valorização do turismo no município e região”, pontua a docente.

           A docente conta, ainda, que projetos como esse, desenvolvidos ao longo do curso pelos alunos do Senac, têm como estratégia proporcionar a interdisciplinaridade entre todos os temas abordados durante o curso e o mundo corporativo, despertando olhares e trazendo soluções para a população.

Ipem-SP realiza plantão de taxímetro em São João


Fiscalização está marcada para a próxima terça-feira

Os taxistas de São João da Boa Vista já podem consultar no site do Ipem-SP (www.ipem.sp.gov.br) as datas dos plantões, voltados especificamente àqueles que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo. A próxima ação está programada paraterça-feira,19 de novembro, a partir das 9h00, sendo o ponto de partidaà Avenida Professora Isette Corrêa Fontão, 1443 – Jardim das Flores.

No caso dos plantões de regularização de taxímetro, somente os taxistas que precisam validar o instrumento após mudança de veículo, troca ou reparo do taxímetro devem comparecer.

Os taxistas autuados por trafegar com o taxímetro irregular têm dez dias para apresentar defesa ao órgão.

Para agendar o atendimento é necessário acessar o site do Ipem-SP (www.ipem.sp.gov.br) e emitir a GRU (Guia de Recolhimento da União) para o pagamento da taxa de verificação. Sem o agendamento online e a taxa quitada, o atendimento não é realizado.

Na data da verificação, o taxista ou responsável pelo veículo deve apresentar os seguintes documentos: - alvará de estacionamento fornecido pela prefeitura; certificado de propriedade do veículo; certificado de verificação do Ipem-SP, referente ao último exercício; GRU quitada; comprovante de endereço.

Fique de olho

Para identificar se o taxímetro foi verificado pelo Ipem-SP, o consumidor deve observar a existência do lacre amarelo, que impede o acesso à regulagem do aparelho, e do selo do Inmetro (holográfico) com a frase “verificado até 2020”. Caso o lacre esteja rompido, o consumidor não deve aceitar a corrida, pois o aparelho pode apresentar medição incorreta. Em alguns casos poderão ser encontrados com a etiqueta "verificado até 2019", pois, o instrumento pode ser que ainda não tenha sido verificado, devido o cronograma conforme o alvará.

O valor da bandeira é estabelecido pela prefeitura de cada município, e em São João a Bandeira 1 tem início marcando R$ 5,10. 

O taxímetro deve ser ligado na frente, sempre, do passageiro, quando ele embarca no veículo. Não se deve aceitar corridas com valor combinado em táxis. E o passageiro deve observar a placa do veículo, pois, táxis não podem angariar passageiros em outros municípios onde estão registrados.

Ipem-SP

O Ipem-SP é uma autarquia vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo e órgão delegado do Inmetro. Com uma equipe de fiscalização formada por especialistas e técnicos, realiza diariamente, em todo o Estado de São Paulo, operações de fiscalizações rotineiras em balanças, bombas de combustíveis, medidores de pressão arterial, taxímetros, radares, capacetes de motociclistas, preservativos, cadeiras de carro para crianças, peças de roupa, cama, mesa e banho, botijões de gás, entre outros materiais. É seu papel também proteger o consumidor para que este leve para casa a quantidade exata de produto pela qual pagou. Quem desconfiar ou encontrar irregularidades pode recorrer ao serviço da Ouvidoria, pelo telefone 0800 013 05 22, desegundaasexta, das 8h às 17h, ou enviar e-mail para:O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo..

Primeira fase do Vestibular Unesp 2020 será aplicada nesta sexta-feira

Em São João. 1.345 jovens vão fazer a prova do vestibular

                No feriado nacional, 15 de novembrosexta-feira, será realizada a primeira fase do Vestibular Unesp 2020. Os 95.440 vestibulandos podem consultar local de exame no sitewww.vunesp.com.br. Os portões serão fechados às duas horas da tarde. Os candidatos devem comparecer ao prédio com uma hora de antecedência, portando original de um dos seguintes documentos: RG, Carteira de Habilitação, Certificado Militar, Carteira de Trabalho, Passaporte, Registro Nacional de Estrangeiros, Identidade expedida pelas Forças Armadas ou carteira de órgão ou conselho de classe.

               Os materiais de prova a serem levados pelos candidatos são lápis preto (proibido uso de lapiseira), apontador, borracha, caneta esferográfica com tinta preta (fabricada em material transparente) e régua transparente. O exameterá duração de cinco horas, com saída do prédio liberada somente após 3 horas e 30 minutos do início.

               O exame será aplicado em 31 cidades paulistas, entre elas em São João da Boa Vista.  Asegundafase será aplicada nas mesmas cidades, nos dias 15 e16 de dezembro, domingosegunda-feira.

            Neste ano a UNESP oferece 7.725 vagas para diversos cursos.

                   Em São João da Boa Vistas são 80 vagas: 40 para o curso de Engenharia Aeronáutica de 40 para Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações.

               As provas da primeira fase serão aplicadas em quatro locais de São João da Boa Vista para 1.345 inscritos: Campus da UNESP (304); EE Teófilo Ribeiro de Andrade (263), EE Padre Josué Silveira de Mattos (352) e EE Cel Cristiano Oliveira (426).

21ª Semana da Consciência Negra tem início nesta quinta-feira

20 de novembro, é feriado municipal em São João da Boa Vista

A Integração Cultural Negra Protea realiza em São João da Boa Vista a 21ª Semana da Consciência Negra. Atividades culturais, esportivas, sociais e religiosas estão programadas com apoio do Departamento de Cultura da Prefeitura Municipal. A abertura da Semana será nesta quinta-feira, dia 14, com uma solenidade na Câmara Municipal às 20h00.

O Pesidente da Protea, Professor Marcos Paulo Pereira (Marcão da Capoeira)-foto, informou que a noite será de homenagens a membros da comunidade negra, e neste ano a três casais: Delvo Gabriel e Rosângela Combe Gabriel, Juarez Feliciano da Silva e Maria Angélica Ambrozio da Silva, e Vanderlei Donizetti Camargo e Ana Maria Nardi Camargo.

 “O que nos move a conduzir a Semana de Consciência Negra é estar diante de uma realidade dura e cruel em sintonia com o movimento negro nacional. Nós entendemos que para combater o racismo no Brasil temos que continuar esse trabalho e avançar na discussão junto com a sociedade para que a gente possa buscar mecanismos”, afirma Marcão, presidente da Protea. 

Nosábado, dia 16, às 18h00, uma mesa redonda para discutir a situação do negro na sociedade, com a participação de profissionais de diferentes áreas, está marcada para o Centro Cultural Municipal Luiz Gama, localizado à rua General Osório, no bairro São Lázaro.

A parte esportiva da programação destaca um torneio de futebol definido como “Reviva Luiz Gama”, no domingo, dia 17, a partir das 8h30. Os jogos classificatórios têm disputa no campo do Bairro Alegre. Ajax, Real São João, Atlético Recanto e Alkayda são as equipes que participam da competição.

A Missa-Afro será celebrada na terça-feira, dia 19, às 20h00, na Paróquia de Nossa Senhora do Rosário, presidida pelo Bispo Diocesano DomAntônio Emídio Vilar, e co-celebrada pelo Padre Celso Braz.

Na quarta-feira, dia 20, Dia da Consciência Negra, o destaque da programação é o evento “Agita Protea”, no Fonteatro Emílio Casline, na Praça Cel Joaquim José a partir das 16h00.

Uma das apresentações é a do Projeto Samba do Povo. Idealizado pela advogada Maria de Lourdes Juvêncio, em parceria com o músico paulistano Ilciley Pereira. A proposta é divulgar o samba raiz para fomento da cultura negra e incentivar novos músicos.

“Eu vou fazer uma introdução da importância do samba para a comunidade negra e depois uma roda de samba com instrumentos tradicionais. Nesse 20/11, dia tão emblemático para a comunidade negra, estaremos no Agita Protea dando nossa colaboração com a alegria que o samba proporciona”, reforça Maria de Lourdes, que também é membro da Associação dos Amigos do Clube Luiz Gama.

Feriado municipal

Desde de20 de novembrode 2006, São João da Boa Vista respeita o Dia da Consciência Negra como feriado municipal. A data foi instituída por meio da Lei nº 1.1982 de27 de dezembrodo mesmo ano, e proposta pelo então vereador Dionizio Martins de Macedo Filho. 

Olympio Guilherme Cabral recebe homenagem na ACE

Na noite destasegunda-feira, 11, a Associação Comercial e Empresarial reinaugurou o auditório em sua sede social na Rua Benjamin Constant. Após a reforma de aproximadamente 5 meses, o espaço recebeu o nome do ex-presidente Olympio Guilherme Cabral, empresário atuante na cidade e um dos idealizadores da construção do prédio da Associação iniciada em 1991.
A cerimônia aconteceu dentro da reunião Conselho Deliberativo, comandada pelo presidente Cândido Alex Pandini que discursou sobre as conquistas da Associação neste ano e em seguida convidou a todos para conhecer as novas instalações e prestar a homenagem ao ex-presidente Olympio.

“A iniciativa partiu da nossa própria diretoria em homenagem a essa pessoa  tão importante. O senhor Olympio teve grande responsabilidade para que a ACE se tornasse o que é
hoje, e isso é uma das formas de agradecer a ele por todo esse trabalho”, ressaltou o presidente, Cândido Alex Pandini.

Olympio Guilherme Cabral atualmente é presidente do Conselho Fiscal da ACE e falou sobre seu trabalho na entidade – “Eu fiz da ACE minha
segundacasa, são 40 anos que eu estou aqui. E na época que eu cheguei, a Associação tinha um prédio muito velho que não tinha como reformar, então decidimos demolir o antigo prédio e aproveitar o terreno. Conseguimos construir esse edifício que será para vida toda. E afirmo que não fiz esse trabalho para ganhar nada, eu fiz porque gosto e tenho isso aqui como residência” afirmou Olympio.



Sobre o homenageado

Olympio Guilherme Cabral, de 84 anos, é natural de São João e foi proprietário do Gran Beto Hotel,
hojedesativado. Reconhecido por seu trabalho voluntário desenvolvido em diversas entidades locais, ele já ocupou vários cargos na Associação Comercial, chegando à presidente, com mandato cumprido entre os anos de 1997 e 2003. Foi uma das pessoas responsáveis pela construção da sede da Associação. Atualmente é presidente do Conselho Fiscal da ACE.



História e construção do prédio

Em 1972, durante asegundaadministração de César Elias Salomão, a antiga casa onde funcionava a sede da ACI foi comprada, desejo este de todos os presidentes eleitos. Como diretor de patrimônio de 1979 a 1997, Olympio Guilherme Cabral teve papel importante na construção da nova sede, em 1992, no mandato do presidente Rudah Pirajá Filho, em decisão unânime da diretoria da época. A meta era bastante ousada: construir um prédio moderno, sem recursos financeiros e com o compromisso de não aumentar as mensalidades dos sócios. O prédio foi construído e as 12 salas comerciais vendidas. Com o dinheiro da venda das salas, a construção do prédio foi viabilizada, a preço de custo.

Locação do auditório

A Associação Comercial e Empresarial dispõe de um auditório, com capacidade para até 50 pessoas, que pode ser alugado para a realização de palestras, cursos ou treinamentos.