Seg04222019

Last update04:44:41 PM

 


Back Você está aqui: Home Variedades

Variedades

Capelinha das Aparições de Fátima, em Portugal, completa 100 anos

 

Principal destino religioso do país comemora a data com exposição especial

Há 100 anos, Fátima, o principal destino religioso de Portugal, construía a Capelinha das Aparições a partir dos emocionantes acontecimentos do ano de 1917, quando três pequenos pastores afirmaramterencontrado a Virgem Maria por seis vezes, levando importantes mensagens para os moradores da cidade que, com o tempo, foram espalhadas pelo mundo.

Exatamente onde as crianças avistaram Nossa Senhora, a população ergueu a Capelinha, uma ermida simples onde fica a imagem de Nossa Senhora de Fátima. Ela é o coração da cidade e foi o início do quehojeé o Santuário de Fátima, uma grandiosa construção que recebe milhões de visitantes todos os anos.

Para comemorar os 100 anos de sua construção, Fátima, que éhojeum dos mais importantes destinos religiosos em todo o mundo, realiza a “Capela Mundi”, uma exposição temporária com peças de notável valor histórico, vindas não só do museu local como de museus, bibliotecas e palácios de Portugal e arquivos da Igreja Católica.

Entre eles estão as rosas de ouro oferecidas pelos Papas Paulo VI, Bento XVI e Francisco, uma reprodução do interior da capelinha, esculturas dos pastorinhos e várias placas com mensagens de agradecimento de peregrinos por graças concedidas pela santa. A exposição estará aberta ao público no Museu do Santuário de Fátima até15 de outubrode 2019.

Em 2018, Fátima recebeu mais de 7 milhões de peregrinos. Foram 2,9 milhões de visitantes somente na Capelinha das Aparições. Embora os portugueses sejam grandes devotos, mais de 60% dos grupos organizados eram formados por estrangeiros vindos de 79 países.

Sobre o Centro de Portugal

A mais charmosa região portuguesa é cheia de destinos populares: Aveiro, Coimbra, Viseu, Nazaré, Óbidos, Tomar, Fátima e tantos outros. Suas belezas se estendem por todo o território - ocupado por 2,3 milhões de habitantes que têm odomde bem receber. O Centro de Portugal possui inúmeros patrimônios da UNESCO, um litoral que é um paraíso do surfe, aldeias históricas, gastronomia riquíssima, vinhos inesquecíveis, natureza exuberante e muita cultura, que se somam a incontáveis motivos para uma visita. A principal cidade, Coimbra, está a apenas 200 quilômetros de Lisboa e a 135 quilômetros do Porto..

O que os químicos tem para otimizar o visual colorido inspirado nos anos 90

Fonte: Vivian David | Fotos: Reprodução

O planejamento de uma cartela de acabamentos para o jeanswear, tradicionalmente, gira em torno de um vocabulário técnico inspirado nos tons de índigo. Mas ultimamente, tem sido iluminado pela saudosa cartela neon dos anos 90. Com o retorno colorido da década, nossas atenções se voltam para as indústrias de químicos e pigmentos. O que o mercado denim tem a disposição para tornar menos impactantes os processos de pigmentação – os quais tradicionalmente não são os menos poluentes do mercado, passou a ser “a menina dos olhos” das salas de desenvolvimento atuais.

Na carona desta tendência, além da oferta de uma cartela contemplando as cores vibrantes da década, as indústrias de químicos estão oferecendo a inovação dos tingimentos no formato de processos mais otimizados.  O barateamento do custo de produção caminha junto com a redução do impacto ambiental. Seguindo essa lógica, a Coratex, acaba de lançar oSmart Denim, um processo novo, que consegue elevar a carga das máquinas em até 40%, usando produtos biodegradáveis, aliados aos corantes da linha normal de baixo impacto. Em números, isso significa que um lote de lavagem de 145 peças (equivalente à cerca de 70 kg por máquina); consegue ser ampliado para a quantidade de 210 (cerca de 100kg).“Na prática, isso representa que uma leva que um cliente precisaria de três partidas, pode ser trabalhada com apenas duas”, comentaFernando Siebert, diretor comercial daCoratex.

A oferta de tons pertinentes para o closet global através de substâncias não contaminantes é também o foco daHi Tech,que dispõe de uma linha de corantes reativos bi-funcionais e poli-funcionais para tingimento através do processo biossustentávelEvolution.Além do colorido sólido, o processo pode ser combinado com texturas – do laser ao efeito cotelê, e consegue também criar efeitos esfumados e coloridos que destacam as costuras e o desenho da peça. Os pigmentos apresentam maior capacidade de agregar o tom à fibra, característica que se converte na redução na demanda de água. “Quando criamos um processo sustentável para substituir um existente, sempre buscamos reproduzir um efeito com qualidade equivalente, ou melhor – nunca em detrimento de um visual’, comentaPaulo Jório, diretor daHi Tech.

As combinações dos processos de tingimento estão sendo oferecidos também em formatos combináveis com o bleaching. Um exemplo conta na gama de tingimentos reativosBEZAKTIV FXdaCHT, que pode ser combinada com este tipo de acabamento. “Esta linha de corantes possibilita eliminar etapas nos processos, visando economia de água, energia e tempo, em busca da otimização da produção; sem esquecer as certificações ambientais, como a ZDHC”, explicaCiro Carnevalli, responsável pelo mercado de lavanderia jeans para o Cone Sul daCHT.

Os acabamentos manchados, assim como os tingimentos coloridos, são aspectos representativos dos anos 90, historicamente referenciados em alquimias indelicadas no que diz respeito à questão ambiental. Felizmente, hoje o mercado disponibiliza soluções que dispensam o cloro, e o permanganato de potássio, como oorganIQ BLEACH, da alemãCHT, que recria o mesmo visual das lavagens ácidas dispensando o uso desses ingredientes. O acabamento, pode ser combinado ao sistemaorganIQ Biopower,o qual reproduz o visual dos acabamentos stone e super stone – sem uso da pedra pomes. ‘São produtos orgânicos, que não deixam resíduos de produtos nocivos à sociedade e ao meio-ambiente”, afirma Ciro.

No mercado, as versões eco-elegantes para o visual manchado incluem ainda, entre os processos mais avançados, opções em formato de nebulização, como oSKY OXY, daHi Tech: sistema que contempla justamente esta tecnologia. O processo se embasa no uso de dois produtos químicos que reagem na secadora reduzindo a intensidade do azul e promovendo as manchas. Já aCoratex, dispõe doActive Jeans, processo de clareamento que remove completamente o índigo, criando um visual bastante apreciado do ponto de vista comercial; com uso de cloro, porém em percentual reduzido.

Os anos 90 como tendência, estão de volta. Amarelo, verde, coral e violeta são alguns tons neon, que tem acrescentado um toque de carisma iluminando as coleções. Mas sua permanência no mercado não será movida apenas pelo saudoso imaginário coletivo das gerações que viveram e daquelas que não conheceram a década. Mas também e principalmente, pelo respaldo de sistemas e processos de tingimento cada vez mais “cordiais” para com o meio-ambiente. Lembrando que hoje, essa visão retorna para a produção, tanto em valor imaterial, quanto no formato de sustentabilidade financeira.

Mega Polo Week chega a sua 26ª edição com várias novidades

O maior evento de moda do setor atacadista do Brasil, o Mega Fashion Week, promovido pelo Mega Polo Moda, acontece entre os dias 17 e 19 e fevereiro e traz muitas novidades em sua programação.

A 26ª edição irá apresentar desfiles com as tendências para o Outono/Inverno 2018, lançamentos de projetos e bate-papo com stylist, principais influenciadoras digitais, ações especiais ao longo da programação e apresentações musicais com artistas, como: Preta Gil, Ludmilla, Di Ferrero, entre outros.

No primeiro dia de #MFW26 (17), às 8h, os convidados serão recepcionados com café da manhã, seguido de uma palestra de inspirações, às 9h30, com Walter Rodrigues, coordenador do Núcleo de Design do Inspiramais realizado por Assintecal e Sebrae. Para fechar o grande dia, haverá um fashion show com Preta Gil em um desfile conceitual com combinações integrantes da rede atacadista (ao todo, cerca de 400 marcas formam o shopping), assinado pelo designer Gustavo Silvestre.

O segundo dia (18), além dos desfiles, às 10h30 e às 15h30, acontece o lançamento, às 15h, do “Embaixadoras Mega Polo Moda”: projeto que apresenta como embaixadoras do empreendimento os fenômenos digitais Nah Cardoso, de São Paulo; Gabriela Sales, de Alagoas; Natana de Leon, de Porto Alegre; Raiza Marinari, de Goiânia; e, por fim, Carol Heinrichs, de Manaus, que compõe o time de influenciadoras confirmadas no evento.

Para encerrar, na terça-feira (19), o shopping traz à passarela o último desfile dos looks integrantes da curadoria de Outono/Inverno 2019 e finaliza com a apresentação do cantor Di Ferrero.

Simultâneo a esse cronograma, o Mega Polo Moda ainda trará mais duas apresentações paralelas com estilistas convidados do shopping, entre eles Samuel Cirnansck e a marca Feline.

O evento ainda promove uma ação digital durante os desfiles de segunda e terça-feira (18 e 19 de fevereiro), quando será apresentado o web app exclusivo assinado pelo Mega Polo Moda, desenvolvido para promover interação com quem estiver na sala de desfile, como? Os looks desfilados farão parte da vitrine do aplicativo e os que resultarem em maior quantidade de curtidas serão projetados nos telões do espaço, com o diferencial de que a cada like, o convidado poderá ser surpreendido com um voucher promocional da etiqueta em seu próprio WhatsApp.

Outro ápice do evento figura-se pela Campanha Reforma Fashion. A cada R$3 mil em compras realizadas entre 17 a 22/2, os clientes concorrem a uma reforma em sua loja no valor de R$50 mil. Toda repaginação será realizada em agosto de 2019 e o cliente terá um segundo semestre de renovação em seu empreendimento.

O que torna uma mulher elegante, segundo 4 grandes estilistas

Hans Gerber CC

Dica: não tem nada a ver com roupas caras e não exige muito dinheiro

A renomada jornalista Nina García entrevistou vários ícones da moda, entre eles os famosos estilistas italianos Donatella Versace, Giorgio Armani e a dupla Domenico Dolce e Stefano Gabbana, fazendo uma pergunta simples: o que eles consideram eternamente elegante?

Em vez de apontar para coisas caras que, como critério principal, só muito dinheiro poderia comprar, os estilistas falaram sobre descobrir a elegância olhando para dentro. Abaixo está o que cada um deles falou sobre a verdadeira elegância:

Giorgio Armani: simplicidade, autocuidado e inteligência

“Pode-se dedicar um livro inteiro a essa questão. Outra possibilidade é responder nos termos mais curtos possíveis: a elegância é o resultado de um equilíbrio natural entre a simplicidade, o cuidado de si e a inteligência. Tudo isso gera essa postura pessoal e atitude especial que chamamos de elegância. É uma qualidade que, ao contrário da crença popular, não requer riqueza”.

Armani nos lembra que a moda pode ser cara, mas o estilo real não é. Não tem a ver com estar prontos para fotos o tempo todo. A pessoa elegante sabe viver a simplicidade da vida cotidiana, mesmo quando não ostenta roupas perfeitamente combinadas e o penteado perfeito. A beleza não é alcançada através da perfeição exterior, mas é o resultado de aprender a amar a si mesmo e agir inteligentemente.

Domenico Dolce e Stefano Gabbana: autoaceitação

“Mais além do que o vestido preto e o salto alto, a elegância tem a ver definitivamente com o estilo interior de alguém. Uma mulher que aceita a si mesma e seu ambiente… é refinada, elegante e sofisticada”.

Quando uma mulher conhece e aceita a si mesma, ela pode conquistar qualquer coisa. Ela parecerá elegante, não importa onde ela esteja ou que roupa ela esteja usando, se ela se sentir confortável consigo mesma. Ela poderia estar nua ou em um vestido de festa, mas sua atitude não mudaria muito. Esta é uma mulher que conhece a si mesma, sabe qual é sua missão e sabe o que deseja comunicar ao mundo.

Donatella Versace: autoconfiança e crenças firmes

“Sem dúvida, o apelo mais estiloso de uma mulher é sua autoconfiança. Versace é um estilo de vida que incorpora muitos interesses e paixões diferentes. É quase impossível criar e esculpir um caminho que seja verdadeiramente seu, se você não acreditar em si mesma”.

“A mulher Versace não é apenas aquela que é segura em suas preferências e estilos pessoais, mas também aquela que é firme em suas crenças. A mulher Versace segue seus próprios costumes. Ela pode exibir um certo je ne sais quoi – não sei o quê -, mas mesmo que você não consiga descrever, você reconhecerá essa mulher no momento em que ela entrar no ambiente”.

A mulher elegante não se preocupa muito com as tendências. Ela tem confiança suficiente para usar o que ela sabe que é melhor para ela. Ela conhece a si mesma e tem fé, baseada em seus próprios valores e convicções firmes, e não precisa imitar o que está na moda ou o que o mundo exterior lhe diz que ela deve usar.

Há algo que a mulher elegante possui, embora não seja palpável, e que te atrai e te conduz a querer estar perto dela.

20 curiosidades sobre sexagenário Fusca

        Considerado até hoje um dos mais fabricados da história, lendário veículo completa nesta quarta (3) seis décadas do início de produção no país; modelo tem 827 mil unidades registradas no Estado  

Um dos veículos mais queridos pelos brasileiros comemora, nesta quarta (3/1), 60 anos no país. O lendário e charmoso Fusca começou a ser produzido em São Paulo há seis décadas. Para que o aniversário não passe em branco, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) preparou uma relação de 20 curiosidades e informações sobre o homenageado da vez. 

1. A produção brasileira do Fusca começou em 3 de janeiro de 1959. 

2. Os primeiros saíram da fábrica Anchieta da montadora Volkswagen. 

3. No sistema do Detran.SP, constam atualmente 827.202 unidades registradas. 

4. É o modelo mais colecionado no Estado de São Paulo. Do total de veículos registrados, 6.927 têm a cobiçada placa preta, para colecionadores.

5. São Paulo (com 3.856 unidades), Campinas (com 193) e São Bernardo do Campo (com 167) são as cidades com mais Fuscas com placa preta.

6. O primeiro modelo do Fusca foi lançado na Alemanha em 1935. Ele foi chamado de Volkswagen (ou carro do povo). 

7. O automóvel foi criado pelo alemãoFerdinand Porsche (sim, o mesmo da marca Porsche).

8. O Fusca também é conhecido como Beetle (ou "besouro", em inglês).

9. Bug, Käfer, Type 1, Carocha, Coccinelle, Escarabajo, Maggiolino são alguns exemplos de nomes ou apelidos do Fusca em alguns países.

10. No Brasil, ele chegou como Volkswagen Sedan. E sua fabricação por aqui começou em 1959 e foi até 1986. 

11. No Rio Grande do Sul, ficou conhecido como Fuca; no Paraná, como Fuqui. 

12. De seu projeto, surgiram ainda outros sucessos, como a Brasília e a Variant.

13. Em 1993, o Fusca voltou à linha de produção, a pedido do então presidente Itamar Franco. A nova fase durou até 1996.

14. Houve até uma última versão, a Série Ouro, que teve apenas 1.500 unidades.

15. Durante os anos 1970, a produção do "besouro" bateu a marca de 1,5 milhão de veículos fabricados no Brasil. Ao todo, foram fabricados cerca de 3,3 milhões de Fuscas.

16. No mundo todo, a produção foi de mais de 21,5 milhões de unidades.

17. Até hoje, o Fusca está entre os modelos mais fabricados de todos os tempos, seja no Brasil ou no mundo.

18. No dia 22 de junho é comemorado o Dia Mundial do Fusca.No Brasil, existe ainda o Dia Nacional do Fusca, em 20 de janeiro.

19. O Fusca permaneceu na liderança de vendas do mercado automobilístico por 24 anos consecutivos (entre 1959 e 1982).

20. Sua produção mundial foi encerrada em 2003, no México.

Cartórios divulgam os nomes mais registrados na Capital paulista em 2018

Dados compilados nas 58 unidades de Registro Civil na Capital paulista formaram o ranking das preferências

Miguel, com 2.784 registros, e Arthur, com 2.647, foram os nomes mais escolhidos pelos pais no momento do registro de nascimento de seus filhos na Capital paulista em 2018. É o que apontam os dados compilados pelos cartórios de Registro Civil. 

Por sua vez Miguel, com 4.718 registros, e Arthur, com 4.312, foram os nomes mais escolhidos pelos pais no momento do registro de nascimento de seus filhos no Estado de São Paulo em 2018. 

Já no Brasil, os nomes mais registrados foram Enzo Gabriel, com 18.156 registros, e Maria Eduarda, com 15.760. As preferências nacionais do ano que se encerra superaram os nomes que em 2017 ocupavam o topo da lista – Miguel, agora nasegundacolocação e Alice, agora na 3º colocação entre os nomes femininos.

 O levantamento deste ano, que reuniu dados de todos os 58 Cartórios de Registro Civil da Capital paulista, que formaram uma base com registros realizados até o dia18 de dezembro, disponível a toda a sociedade através doPortal da Transparênciano endereçowww.registrocivil.org.br

Com a totalidade dos Estados integrados à base de dados da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/Brasil) foi possível ainda identificar as preferências em cada uma das cinco regiões brasileiras. Nos rankings regionais surgem variações à lista nacional, como a presença de nomes como João Miguel – um dos que mais cresceu em 2018 – no Norte, Nordeste e Centro-Oeste -, Heitor, no Centro-Oeste, Maria Clara e Maria Cecília, também no Nordeste, e Helena na região Sul. 

O levantamento, que usou a Central Nacional de Informações do Registro Civil como base central, identificou ainda a existência de 348.861 nomes diferentes, alguns deles com ampla variação de grafia, além dos tradicionais nomes diferentes escolhidos pelos pais. Destaque também à quantidade de nomes compostos, que representam 28,3% do total de nomes escolhidos pelos pais brasileiros. O estudo identificou ainda a existência de 3.027 variações compostas para o nome Maria, 2.320 para Pedro, 1.564 para Ana, 1.488 para Enzo e 1.260 para João.

RANKING REGIONAL DE NOMES MAIS REGISTRADOS

10 NOMES MAIS FREQUENTES NA CAPITAL PAULISTA

MIGUEL 2784
ARTHUR 2647
ALICE 2292
LORENA 1977
HEITOR 1866
LAURA 1767
BERNARDO 1766
HELENA 1754
LORENZO 1645
VALENTINA 1637

10 NOMES MASCULINOS MAIS FREQUENTES NA CAPITAL PAULISTA

   
       
MIGUEL 2784    
ARTHUR 2647    
HEITOR 1866    
BERNARDO 1766    
LORENZO 1645    
DAVI 1582    
GABRIEL 1533    
THEO 1218    
LUCAS 1133    
PEDRO 1108    

 

 

10 NOMES FEMININOS MAIS FREQUENTES NA CAPITAL PAULISTA

 

   
ALICE 2292    
LORENA 1977    
LAURA 1767    
HELENA 1754    
VALENTINA 1637    
HELOISA 1502    
SOPHIA 1185    
MARIA EDUARDA 1132    
MANUELA 1080    
LIVIA 1064    

10 NOMES MAIS FREQUENTES NO BRASIL

ENZO GABRIEL 18.156
MIGUEL 17.699
ARTHUR 17.119
JOÃO MIGUEL 16.049
MARIA EDUARDA 15.760
MARIA CLARA 14.170
HEITOR 14.025
PEDRO HENRIQUE 13.672
ALICE 12.482
ANA CLARA 11.059

 

10 NOMES MASCULINOS MAIS FREQUENTES NO BRASIL

ENZO GABRIEL

18.156

   
MIGUEL 17.699    
ARTHUR 17.119    
JOÃO MIGUEL 16.049    
HEITOR 14.025    
PEDRO HENRIQUE 13.672    
DAVI 10.206    
BERNARDO 9.914    
JOÃO PEDRO 9.519    
GABRIEL 9.452    
       
10 NOMES FEMININOS MAIS FREQUENTES NO BRASIL  

MARIA EDUARDA

15.760

   
MARIA CLARA 14.170    
ALICE 12.482    
ANA CLARA 11.059    
HELENA 10.573    
VALENTINA 10.325    
MARIA LUIZA 9.353    
LAURA 9.252    
MARIA ALICE 8.782    
MARIA CECÍLIA 7.719    

O maior Presépio da América Latina

Nestes dias que antecedemo Natal, é comum a gente topar com uma infinidade de presépios nas igrejas, casas e nas praças públicas. Mas na Catedral da Imaculada Conceição de Cuenca, no Equador, um presépio chama a atenção por não ser nada comum.  Trata-se de uma obra ecológica, com 280 metros de construção e 1.500 figuras, das quais seiscentas têm movimento.

Quem visita o presépio terá a possibilidade de ver representações de passagens bíblicas, além de casas e outros detalhes da época de Jesus. Segundo a secretaria de comunicação da catedral, este é o maior presépio do Equador e da América Latina (pelo menos entre os que se tem registro).

O mentor da obra é o padre Jimmy Arias, que trouxe as primeiras peças da Europa. Sob a supervisão dele, oito artesãos assumiram a confecção das peças em gesso e espuma (entre outros materiais). O objetivo é deixar tudo com um ar rústico e desértico, típico da época e do local do nascimento de Jesus.

O que guardam os 4 pilares da cúpula da Basílica de São Pedro?

A magnífica cúpula da Basílica de São Pedro, projetada pelo grande Michelângelo, é sustentada por quatro enormes pilares. Cada um deles é formado por um pequeno balcão e um nicho que com a imagem de um santo: Santa Verônica, Santo André, Santa Helena e São Longuinho.

Por que estes santos?

Simplesmente porque as colunas são grandes relicários. Diz que, no balcão de Santa Verônica, encontra-se muito bem guardado o véu com que a santa enxugou o rosto ensanguentado de Cristo no caminho do Calvário, ficando a imagem do rosto impressa na tela.

Na coluna com a estátua de Santo André, era conservado o crânio do santo apóstolo, irmão de São Pedro. Mas a relíquia não está mais lá porque o Papa Paulo VI a devolveu a Patras, na Grécia, onde fica a igreja dedicada ao santo. A igreja edificada no lugar de seu martírio.

Na coluna de São Longuinho está a lança com a qual o soldado Cayo Casio Longinos perfurou Jesus Cristo.

No pilar de Santa Helena, encontra-se uma parte da verdadeira Cruz de Cristo que ela mesmo trouxe de Jerusalém.

Na parte alta de cala pilar está representado cada um dos quatro evangelistas e, na parte inferior, uma frase em latim: HINC VNA FIDES – MVNDO REFULGET – HINC SACERDOTTI – VNITAS EXORITVR, que quer dizer “Aqui se espalha por todo o mundo a única e verdadeira fé, aqui nasce a unidade do sacerdócio”.

Quando começa o Advento de 2018?

Iakov Filimonov – Shutterstock

O tempo de preparação para o Natal não tem data fixa para começar, ou seja, muda de ano para ano.  Muita gente pensa que o tempo de preparação para o Natal, o Advento, sempre começa no dia 1 de dezembro e que esta é uma data fixa. Mas não é.O Advento começa no primeiro domingo depois da solenidade de Cristo Rei (que também acontece em um domingo). Se você quiser ver de outro ângulo, basta pensar que o início do Advento se dá no quarto domingo anterior ao Natal.

Por outro lado, o encerramento do Advento tem, sim, data fixa, pois sempre termina no Natal. Portanto, este período começa em uma data variável e acaba em uma data fixa.Isso faz com que o Advento não tenha o mesma duração todos os anos. Para sermos exatos, ele leva entre 21 e 28 dias, de acordo com o ano.

Em 2018, portanto, o Advento irá de 2 de dezembro até 24 de dezembro inclusive, ou seja, terá 23 dias. Em 2019, durará um dia a mais: de 1 a 24 de dezembro.´

2 períodos, 4 semanas

O tempo doAdventotem duração de 4 semanas. Ele se encerra na tarde de 24 de dezembro, quando começa o Tempo de Natal. O Advento se divide em dois períodos:

Primeiro Período:

Do primeiro domingo do Advento até 16 de dezembro, a Igreja nos orienta na esperança da vinda gloriosa de Cristo em todos os seus aspectos: sua vinda há dois mil anos, sua vinda agora, a cada dia, e sua vinda no fim dos tempos.

Segundo Período:

Do dia 16 até o dia 24 de dezembro somos orientados mais diretamente à preparação para o Natal e convidados a viver com mais alegria, porque já está próximo o cumprimento da promessa salvífica de Deus. Neste período, os Evangelhos nos preparam para o nascimento de Jesus.

Ao longo desta dupla preparação, a liturgia suprime vários elementos festivos, a fim de expressar que, durante o nosso peregrinar pela terra, falta-nos algo para que a nossa alegria seja completa. A festa acontecerá quando o Senhor se fizer presente no meio do seu povo!

Nessas quatro semanas, cada domingo é um novo marco preparatório para o advento de Jesus.

Primeiro Domingo:

  • Vigilância na espera do Senhor.
  • “Vigiai e estai preparados, porque não sabeis a que hora virá o Filho do homem” (Mt 24, 42–44).
  • “Por que dormis? Levantai-vos e orai, para que não entreis em tentação” (Lc 22,46).
  • Primeira vela da Coroa do Advento como sinal de vigilância e desejo de conversão.

Segundo Domingo:

  • Conversão.
  • “Fazei penitência, porque está próximo o reino dos céus. Preparai os caminhos do Senhor, endireitai as suas veredas” (Mt 3, 2-3).
  • Reconciliação com Deus
  • Segunda vela da Coroa do Advento, como sinal do processo de conversão que estamos vivendo.

Terceiro Domingo:

  • O sim de Maria.
  • Vínculo providencial com a Festa da Imaculada Conceição: o grande acontecimento da Encarnação do Verbo só se realiza pela disponibilidade da Virgem Maria, cujo sim inaugura a nova humanidade.
  • “Faça-se em mim segundo a vossa palavra”: meditação sobre o papel que a Virgem Maria desempenhou e devoção a ela mediante o rosário.
  • Terceira vela da Coroa do Advento, como sinal de esperança gozosa.

Quarto Domingo:

  • O anúncio do nascimento de Jesus a José e Maria.
  • “Eis que um anjo do Senhor lhe apareceu em sonho, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria como tua esposa, porque aquele que foi nela concebido é obra do Espírito Santo” (Mt 1,20).
  • Espera da grande festa, já tão iminente!
  • Quarta vela da Coroa do Advento.