Seg05172021

Last update02:24:02 PM

 

Back Você está aqui: Home Polícia

Fiscalização de pátio madeireiro gera apreensão de mercadorias e multas


No dia 15 de março a Polícia Ambiental de São João da Boa Vista realizou uma fiscalização no pátio de uma madeireira localizada na Rua Henrique Cabral de Vasconcellos, no Bairro do DER que resultou na aplicação de multas e apreensão de mercadorias.

Atuaram na fiscalização o Sargento Melizi, o Cabo Toribio, Cabo Cesar, Cabo Reis e o PM Moreli que apreenderam 57,0763 metros cúbicos de madeira nativa e aplicaram multa de R$ 49.843,41.

Os Policiais Ambientais realizaram no pátio madeireiro uma mensuração minuciosa de todos os estoques de madeira nativa existente no local, valendo-se do método de conferência peça a peça por espécie e tipo de corte e compararam com o Documento de Origem Florestal (DOF), e assim constataram a existência de 57,0763 metros cúbicos de madeira que foram "adquiridos" ilegalmente (estoque em excesso).

E ainda verificaram que 109,0684 metros cúbicos de madeira nativa foram "vendidos" de maneira ilegal (estoque em déficit). Diante dos fatos, foram elaborados 2 Autos de Infração Ambiental, sendo um por "adquirir" na modalidade de multa simples no valor de R$ 17.122,89 e o outro de R$ 32.720,52 por "vender" madeira ilegal nos termos do parágrafo.
A Policia Ambiental informou que pela venda de madeira ilegal o infrator responderá por crime ambiental nos termos da Lei Federal 9605/98, ficando ainda o estoque em excesso apreendido até a deliberação do atendimento ambiental.

POLÍCIA AMBIENTAL ENCONTRA JIBÓIA EM CATIVEIRO


No dia 8 de dezembro, a equipe da Polícia Ambienta – Sargento Melizi, Sartinto – Sargento Da Silva e Cabo Maurício – em decorrência de ações preventivas com o propósito de preservas os recursos naturais da fauna e da flora brasileira, foram averiguar a informação de um animal sendo mantido em cativeiro. A diligência levou os Policiais Ambientais a uma casa da Rua Piintassilgo, em São João da Boa Vista, onde encontraram uma cobra, constatando ser uma “Jibóia” em cativeiro sem licença do órgão ambiental competente, porém, sem indícios de submissão a maus tratos.

Diante da irregularidade, foi lavrado o Auto de Infração Ambiental, sem prejuízo da responsabilização penal, no valor de R$ 500,00.

A “Jibóia” foi apreendida e posteriormente solta na natureza.

Maus tratos a animais gera multa de 51 mil


Nesta sexta-feira, 18 de setembro, a Polícia Ambiental realizou ações pontuais voltadas a coibir crimes ambientais contra a fauna e flora na zona rural de São João da Boa Vista. A equipe formada pelo Cabo Da Silva e Cabo Melo durante os trabalhos foi averiguar uma denúncia de maus tratos a cachorros, constatando-se a veracidade da informação num sítio.

No local foram localizados 13 filhotes de cachorro sem raça definida, acondicionados em local sujo de fezes, destinado a criação de porcos (chiqueiro), com comida inadequada (fubá), e água suja, caracterizando submissão a maus tratos. Cabe ressaltar que animais estavam magros, porém, não apresentavam sinais de ferimentos ou doenças. Os Policiais Ambientais ainda localizaram 2 filhotes mortos, o que causa o agravamento da infração.

Os animais foram apreendidos e levados para o Centro de Zoonoses Municipal, permanecendo aos cuidados da médica veterinária responsável. Diante dos fatos, foi elaborado Auto de Infração Ambiental (AIA) com base no artigo 29 da Resolução SMA 048/14, no valor de R$ 51.000,00. Na esfera penal foi infringido o artigo 32 da Lei Federal 9.605/98.

Mulher morre esfaqueada e suspeito é o marido


Feminicidio foi registrado no Distrito de Venda Branca, município de Casa Branca, na noite desta terça-feira por volta das 21h30. A pessoa que acionou a polícia, informou que seu sobrinho chegou na sua casa relatando que o pai havia brigado com sua mãe e a ferido com golpes de faca. A testemunha foi até a casa onde os fatos aconteceram e encontrou a mulher de 38 anos caída no chão do banheiro ferida com golpes de faca.

A Cabo Gaeta e o Cabo Marson foram para o local, e profissionais da Unidade de Resgate constataram que a mulher já estava morta. Compareceram no local também o Delegado Dr Ivan Rolhers, investigador de polícia Rodrigo e a Polícia Científica.

O agressor foi identificado e tem 45 anos.

Mulher morre esfaqueada e suspeito é o marido


Feminicidio foi registrado no Distrito de Venda Branca, município de Casa Branca, na noite desta terça-feira por volta das 21h30. A pessoa que acionou a polícia, informou que seu sobrinho chegou na sua casa relatando que o pai havia brigado com sua mãe e a ferido com golpes de faca. A testemunha foi até a casa onde os fatos aconteceram e encontrou a mulher de 38 anos caída no chão do banheiro ferida com golpes de faca.

A Cabo Gaeta e o Cabo Marson foram para o local, e profissionais da Unidade de Resgate constataram que a mulher já estava morta. Compareceram no local também o Delegado Dr Ivan Rolhers, investigador de polícia Rodrigo e a Polícia Científica.

O agressor foi identificado e tem 45 anos.