Seg06212021

Last update03:35:34 PM

 

Back Você está aqui: Home :: Mais +++ Evangelho do dia NELSON NICOLAU CONTINUA “APAIXONADO” POR SÃO JOÃO

NELSON NICOLAU CONTINUA “APAIXONADO” POR SÃO JOÃO


Ex-vereador, ex-prefeito, ex-deputado estadual, ex-secretário estadual. Muitas vitórias e glorias em vida. Muitos obstáculos vencidos. Alguns problemas dolorosos, outros mais leves. Mas quem não passa por momentos calmos e turbulentos na vida? O importante é como sair deles, superar ...

Nelson Mancini Nicolau retoma sua vida pública com a mesma serenidade, gentileza, e mostra que seus valores permanecem firmes, coerentes, que ama seus amigos e a cidade. E demonstra gratidão aos que permanecem, como ele, na esperança de uma São João mais humana, mais progressista, mais harmoniosa.... Sempre mais.

E gentilmente respondeu a algumas perguntas.

  • Depois de alguns anos fora do foco político e social, como foi receber mensagens por ocasião de seu aniversária e vacinação contra Covid que mostraram que o povo tem por você muito carinho e o reconhece como um dos melhores prefeitos de São João

Muita, muita emoção. Chorei. Tinha muito medo de como as pessoas reagiriam, apesar de ser injustiça. Há tanta sacanagem por aí que fica difícil discernir quem é honesto e quem não é. Meu projeto de vida e político desde o início era “provar ser possível estar na vida pública e continuar sendo sério”. E estes fatos poderiam carimbar na testa o contrário por aqueles que não me conhecem. Foram tantas manifestações de carinho que percebi que poderia levantar a cabeça, pois grande parte da população sabia da minha rigidez de princípios. Acordei do pesadelo e, literalmente, renasci. Gratidão eterna a todas e todos.

 

 

  • Como foi ter parte da sua vida interrompida e o sentimento que fica ao poder retomar seus projetos de vida pessoal e políticos.

Sofrimento demais. Principalmente porque as origens dos processos não eram da minha área de atuação no banco. E uma tremenda ironia, pois eu fui para o Banespa porque precisava de trabalho já que eu fora o autor da lei que extinguiu o privilégio da “aposentadoria” dos deputados em São Paulo, na hora em que já poderia me usufruir dela. Também, se não tivesse sido eleito prefeito os processos teriam sido arquivados em primeira instância, como ocorreu para os outros diretores, mesmo aqueles das diretorias onde se originaram as operações. Com cargo eletivo eu fui pinçado e julgado sozinho em segunda instância. Tivemos que vender a propriedade e o gado, desfazendo-nos do trabalho de toda uma vida. Passamos uma duríssima fase onde tivemos que resistir. Agora com as manifestações de carinho recebidas, renascemos. Daqui pra frente é reconstruir.

  • Amigos e Família. Como foram importantes neste período de afastamento

Graças a Deus encontrei no equilíbrio herdado dos meus pais a resiliência necessária pra suportar. Claro também que a consciência de não ter feito nada errado ajudou bastante. Mas sem dúvida nenhuma o fundamental foi a Sônia ser uma guerreira e o Gustavo a ponderação e o equilíbrio personificados. O carinho e o amparo dos dois e a altivez com que enfrentaram a situação, mesmo tremendamente machucados pela injustiça, com muitas dificuldades e sofrimento, souberam resistir, o que contribuiu muito para que eu também encontrasse a força necessária para resistir. Também, a Sonia e o Gustavo encontravam nas ruas, nos amigos, nas pessoas tanta manifestação de solidariedade, carinho, demonstrações de indignação e repulsa, na certeza que eu não errara, que somadas as orações, constituíram a base para que aguentássemos o tranco. Não fosse isso, não sei se eu teria feito a travessia nessa tempestade.

  • Longe da campanha política municipal, o MDB entrou na disputa sem indicar um candidato e preferiu fechar uma coligação sem qualquer participação. Você pretende agora reestruturar o partido que ao longo das últimas décadas proporcionou à São João uma rota de progresso e modernização

Sou um apaixonado por São João. De alguma forma nesses últimos quarenta anos estivemos presentes pelo menos com um dedinho na definição dos rumos que levaram ao desenvolvimento que a cidade atingiu hoje. É sem dúvida um dos melhores lugares pra se viver, com uma qualidade de vida extraordinária. Isso é fruto de muito trabalho e planejamento, priorizando sempre a busca de um ambiente inclusivo. Uma cidade só é boa se for pra todo mundo. Com os serviços públicos de qualidade e que ofereça o acesso democratizado principalmente pra população trabalhadora. Sem dúvida, além da organização da sociedade, a criação de espaços para a população participar e interferir nos rumos das políticas públicas, os partidos são também os canais institucionais para o exercício da política. O MDB teve a sua importância na história recente de São João. Mas se não se reciclar imediatamente e não se renovar vai perder o bonde da história. São João está em um estágio que será necessário mais do que nunca a definição de políticas públicas para que não haja retrocesso nas conquistas até aqui.   Temos pronto o SJ 2050 que é um belíssimo plano de desenvolvimento elaborado com a efetiva participação da comunidade. Mas as coisas são dinâmicas e não podemos estacionar no tempo. De uma forma ou de outra eu estarei sempre à disposição caso possa contribuir pra que a nossa seja cada vez mais uma “Feliz Cidade”.

  • *E para um futuro próximo, poderemos esperar Nelson Nicolau de volta à vida pública como candidato a um cargo eletivo

A experiência que acumulei nesses anos todos não é patrimônio meu. É da cidade. Não tenho o direito de não continuar participando ou de omitir-me.   Mas apesar de ter tido três dos processos extintos e arquivados e o outro indultado, o indulto perdoa a pena, mas mantém a inelegibilidade.   Como cidadão e por vocação estarei procurando as trincheiras possíveis para continuar presente nos debates das nossas questões, contribuindo para a busca de soluções, formulações de projetos, programas, obras, ações que privilegiem a inclusão social, eliminem as desigualdades, gerem empregos e trabalho, distribuam renda e promovam um desenvolvimento político, econômico, social e ambientalmente sustentável.

  • Apesar da pandemia, do distanciamento social, é possível fazer mais pela cidade neste cenário, adotar políticas públicas que amenizem a crise sanitária, econômica e social

Não só possível como extremamente urgente.   Temo que a falta de vacinas e o alto grau de contaminação que vivemos, mais as mutações do vírus, infelizmente constituam um ambiente muito propício para termos uma nova onda e agravamento do quadro. Precisamos de uma mobilização da sociedade, das entidades, das instituições com muita seriedade e desprovidos de politicagem.   Primeiro é importante ampliarmos e reorganizarmos as estruturas e equipamentos disponíveis. Segundo ampliar o número de profissionais na saúde, qualifica-los e incentiva-los com remuneração adequada ao grau de enfrentamento que estão vivenciando. Aliás, um parêntese aqui pra agradecer a esses heróis. Necessário também ampliar o monitoramento através de testes, isolamento das pessoas contaminadas e seus contatos, acompanhamento médico diário desses casos, tentando circunscrever o vírus e controlar os riscos de agravamento. Paralelemente, criar mecanismos de assessoramento aos comerciantes, trabalhadores autônomos, disponibilização de crédito subsidiado a longo prazo, estimular alternativas e inovações, implantar um programa de renda mínima que ampare a população de baixa renda e desempregados, investir em obras públicas, principalmente em construção civil e de casas populares e outros setores geradores de emprego. Paralelamente desenvolver projetos e programas que venham adequar a cidade às transformações que estavam em curso, mas que estão sendo aceleradas pela pandemia.

  • O que podemos esperar de Nelson Mancini Nicolau neste seu novo temo de vida

O mesmo Nelsinho de sempre. Do jeito Nelsinho de ser. Os mesmos princípios éticos, o mesmo espírito de solidariedade, de respeito às diferenças, de diálogo fácil.   Não vou deixar de me indignar com a corrupção, com o uso da coisa pública em benefício próprio ou privilegiando os já privilegiados.   Continuarei indignado com a pobreza e desigualdade a que são expostos milhões de brasileiros, mas como sempre procurando mobilizar todo o conjunto da sociedade para solucionar os problemas daqueles que mais precisam.   Sou um fã dos ensinamentos que Jesus deixou.   Sonho com uma Nação inclusiva e melhor pra todos. E, nessa luta, parafraseando meu pai, “enquanto me restarem forças eu serei sempre mais um soldado”.