Seg06212021

Last update03:35:34 PM

 

Back Você está aqui: Home Brasil Itapemirim começa a voar em junho, em meio a disputa judicial

Brasil

Itapemirim começa a voar em junho, em meio a disputa judicial


A companhia aérea ITA, do Grupo Itapemirim, conseguiu as licenças necessárias para começar a voar e vai iniciar a venda de passagens nesta sexta-feira, dia 21 de maio. Inicialmente, a empresa vai operar com cinco aeronaves Airbus A320 para nove destinos, a partir do dia 29 de junho.

A ITA pertence a Sidnei Piva, empresário dono do Grupo Itapemirim, de transporte rodoviário e infraestrutura. A empresa está em recuperação judicial e Piva está envolvido em um conflito societário com a família Cola, fundadora da companhia, de quem Piva comprou o negócio há três anos.

A empresa começa a operar em meio à maior crise da história do setor aéreo, provocada pelos efeitos da pandemia na retração da demanda. Mesmo assim, a empresa vai ingressar no mercado sem cobrar pelo despacho de bagagem de até 23kg, ao contrário das concorrentes Gol, Latam e Azul.

Além disso, as aeronaves terão 162 lugares, 18 a menos do que a configuração padrão do Airbus A320. A disposição é similar à praticada pela extinta Avianca Brasil.

Com isso, a companhia garante oferecer 30% a mais de espaço entre as fileiras dos assentos. Os passageiros terão entre 79 cm e 107 cm de espaço, a depender da classe em que voarem.

O voo inaugural da ITA será entre Guarulhos e Brasília, no dia 29 de junho, e terá a renda revertida para instituições beneficentes. A partir do dia seguinte, a empresa vai voar a oito destinos: Belo Horizonte (Confins), Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Porto Seguro, Rio de Janeiro (Galeão), Salvador e Guarulhos (SP).